Petrópolis, 18 de Setembro de 2018.
Matérias >> Propostas Comunitárias de Politicas Públicas >> Desenvolvimento Humano
   
  Faculdade de Medicina de Petrópolis - Esclarecimento

Data: 18/08/2009

Faculdade de Medicina de Petrópolis

FASE

 

Esclarecimento

 

 

            Em relação às notícias veiculadas pela Tribuna de Petrópolis nos últimos dias, relacionadas ao Hospital Alcides Carneiro, com alusão completamente equivocada à Faculdade de Medicina de Petrópolis, Temos a esclarecer o seguinte:

 

1- A Faculdade de Medicina de Petrópolis em nenhum momento assumiu a administração do Hospital Alcides Carneiro, continuando a ser apenas um parceiro bastante presente e atuante no Hospital, mesmo em momentos de grande dificuldade, como vem fazendo há mais de 20 anos. Portanto, dizer que o hospital foi entregue a FMP é total desconhecimento de causa.

 

2- O Hospital Alcides Carneiro jamais deixou de ser um hospital público, como querem fazer quer algumas pessoas desinformadas ou de má fé. O Hospital Alcides Carneiro é uma unidade do sistema público de saúde, sob gestão do Secretário Municipal de Saúde e sob administração do SEHAC – entidade de colaboração do município de Petrópolis, instituída por lei municipal especificamente para esse fim.

 

3- O Hospital Alcides Carneiro é certificado como Hospital de Ensino pelo ministério de Saúde e Ministério da Educação, e somente por esta razão, a Faculdade de Medicina de Petrópolis é interveniente nos contatos entre o SEHAC e o Município.

 

4- Os convênios da Faculdade de Medicina de Petrópolis com o Município, mencionados levianamente, são firmados rigorosamente nos limites da legalidade e da ética e objetivam promover a cooperação entre as partes na prestação de assistência à saúde da população e na formação de recursos humanos.

 

5- A Faculdade de Medicina de Petrópolis esclarece que os “recursos novos” destinados ao Hospital Alcides Carneiro, como é de conhecimento público, vieram do Governo Federal e do Governo Estadual, especificamente para o Hospital, por suas características de Hospital de Ensino, e que tais recursos são depositados nas contas do Fundo Municipal de Saúde / Secretaria Municipal de Saúde sem nenhuma interferência ou relação com a Fundação Octacílio Gualberto. Ademais, por serem recursos obtidos nesse processo de contratualização, não foram retirados das verbas para pagamento de outros hospitais conveniados, nem próprios do Município de Petrópolis.

 

6- Falar em devolução do Hospital à União, neste momento, é mostrar total desconhecimento do assunto, ou, até mesmo, posicionar-se na contramão da história.

 

7- Em nenhum momento a Secretária de Saúde, pessoa idônea e de reputação acima de qualquer suspeita, sempre com seriedade em suas atitudes e com grandes serviços prestados à população de Petrópolis, se pronunciou dizendo que não tinha autoridade sobre o Hospital Alcides Carneiro.

 

8- A Faculdade de Medicina de Petrópolis tem investido, nos últimos anos, recursos financeiros que atingem milhões de reais no Hospital Alcides Carneiro, para melhorar seu parque tecnológico e proporcionar melhor atendimento à população petropolitana. O aparelho de tomografia do Hospital Alcides Carneiro foi comprado pela Faculdade de Medicina de Petrópolis, sem nenhum custo para o hospital, acabando com o problema desses exames, em toda rede pública do município e garantindo conforto e dignidade ao paciente assistido no Hospital.

 

9- A melhoria das condições de trabalho e de atendimento do Hospital Alcides Carneiro são notórias e percebidas facilmente por funcionários e usuários.

 

10- Em nenhum momento a Faculdade de Medicina de Petrópolis, diretamente ou através de sua Assessoria de Comunicação, foi procurada ou ouvida pela Tribuna de Petrópolis para esclarecer os fatos ou se pronunciar sobre os assuntos que vem divulgando nos últimos dias.

 

Com estes esclarecimentos esperamos ter contribuído para restabelecer a verdade e continuarmos à disposição de qualquer pessoa que queira, de maneira honesta, elucidar qualquer dúvida que ainda possa permanecer.

 

 

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 16 de agosto de 2009.




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS