Petrópolis, 16 de Julho de 2018.
Matérias >> Vida Comunitária >> Entidades de Cunho Popular
   
  GAROTOS - Peça de teatro vai movimentar o coração de adolescentes e jovens

Data: 17/03/2010

GAROTOS

Peça de teatro vai movimentar o coração de adolescentes e jovens

 

Amor, sexo, amizade, música, saudade, morte e vida... Muita vida! Emoções que surgem inesperadamente a partir da adolescência junto com todos os dilemas de como lidar com elas. A peça Garoto, de Leandro Goulart, é uma espécie de Confissões de Adolescentes na versão masculina e conta a história de cinco amigos que passam por conflitos, descobertas e romances na fase teen.

A peça que fez sua estréia, em novembro de 2009, para um público de mais de 1.500 pessoas, na FITA (Festa Internacional de Teatro de Angra dos Reis), um dos mais prestigiados festivais de teatro do Brasil, agora excursiona pelo Brasil. Em Petrópolis o espetáculo Garotos será apresentando no Theatro Dom Pedro, localizado à Praça dos Expedicionários s/nº - Centro, em três apresentações, sexta-feira, 26 de março às 21h, sábado, 27 de março às 21h e domingo, 28 de março às 18h. Os ingressos inteiros custam R$30,00 (trinta reais) e a meia entrada R$ 15,00 (quinze reais), parta estudantes e idosos a partir dos 60 anos.

Contada sempre na primeira pessoa do singular, o espetáculo atinge todas as idades já que, acima de tudo, trata das relações humanas e do amor à vida. O elenco é composto por Rafael Almeida, Ícaro Silva, Eduardo Pelizzari, Caio Bucker e Ivan Mendes e de acordo com a produção os meninos arrancaram gritos intermináveis de fãs animadíssimas.

O espetáculo coloca em discussão temas polêmicos que permeiam a adolescência como masturbação e uso de drogas. Os personagens também discutem assuntos mais pitorescos para a idade, como o primeiro beijo, a descoberta do amor e as inseguranças típicas do período.

Queridos pelo público pelo trabalho feito em Malhação, novela juvenil da Rede Globo, os atores Rafael Almeida e Ícaro Silva afirmam que a energia do público contribui para que o espetáculo flua ainda melhor. “Acho que as pessoas vão adorar a peça. Lembrar de coisas da nossa fase adolescente é muito legal. Lembro com diversão do meu primeiro beijo, em que a menina reclamou e me deixou sozinho. Lembro também que eu era um nerd, ficava em casa lendo e estudando o tempo todo. Agora estou bem mais tranquilo”, divertiu-se Ícaro.

“Minha adolescência foi engraçada. Eu era muito calmo, mas também fui rebelde algumas vezes. Nessa fase, eu me dediquei muito à música e à dança, bem diferente dos meus outros amigos. Passei grande parte da minha adolescência nas garagens com minha banda. Foi uma época muito musical. Eu era rebelde e calmo ao mesmo tempo. Era como se tivesse uma rebeldia consciente”, brinca Rafael que, além de atuar, vai soltar a voz na peça.

Com trilha escolhida por Leandro Goulart, Afra Gomes e pela diretora musical Isadora Medella, e preparação vocal de Claudia Sampaio, a montagem é pontuada por muita música. O violão e outros instrumentos tornam-se amigos inseparáveis desses garotos, que tocam desde hits como Sempre Assim, do Jota Quest; Todas as Noites, do Capital Inicial e Vou Deixar, do Skank; passando pelas românticas Toda Forma de Amor, de Lulu Santos e Vinte e Poucos Anos, de Fábio Jr., até Carta ao Tom, de Vinicius de Moraes - uma homenagem à bossa-nova. Destacando ainda uma divertida versão de Rehab, de Amy Winehouse, na qual os cinco atores levam o público à loucura com uma das coreografias assinadas por Marcio Vieira.

Música ao vivo e um elenco de jovens e talentosos artistas que se dividem entre diversos personagens e ainda cantam, dançam e se revezam nos instrumentos, além de uma história que com certeza vai fazer os mais jovens se identificarem e os mais velhos recordarem momentos inesquecíveis de juventude, foi a forma escolhida para fazer da peça Garotos um sucesso de publico.

 

O Autor

 

Leandro Goulart – Ator, autor, roteirista, diretor de teatro e TV. Desde criança a dramaturgia foi sua paixão. Aos quinze anos de idade, escreve profissionalmente sua primeira peça infantil, seguida de inúmeros textos dirigidos ao universo adolescente.

Do drama ao humor, Goulart acumula em seu currículo mais de trinta obras, dentre espetáculos adultos, jovens e infantis. Em 2003, inicia uma parceria com Afra Gomes, com quem passa a escrever a quatro mãos, marcando o lançamento de uma série de produções bem sucedidas nos anos subsequentes, como as comédias No Conjugado e Pout-PourRir. Em 2006 é convidado a integrar o núcleo de roteiristas do programa Zorra Total, na Rede Globo. Em paralelo, Leandro Goulart continua escrevendo para jovens e, recentemente, mais que criar histórias, resgata emoções que viveu ou presenciou, e lança a surpreendente Garotos.

 

Os Diretores

 

Afra Gomes e Leandro Goulart – Desde 2003 a dupla realiza projetos marcados por muita ousadia e originalidade. O primeiro foi Terror Show, a comédia musical de terror interativa que reunia mais de quarenta artistas entre atores, cantores, drag queens e músicos. Depois veio o sucesso que tornou a dupla conhecida: a clandestina No Conjugado, que se passava dentro de um apartamento de verdade sem que os vizinhos soubessem. A iniciativa, tomada em sinal de protesto pela falta de patrocínio e pauta nos teatros, rendeu matérias nos principais jornais e programas de TV e lançou as atrizes Mariana Santos e Simone Debet. Na mesma ocasião Afra e Leandro realizam o primeiro humorístico do Canal Brasil, o MMPT – Movimento Mídia Para Todos, onde o telespectador era levado a acreditar que a emissora fora invadida por uma transloucada terrorista que difundia suas idéias de democratização da mídia. A empreitada foi o pontapé para a criação, em 2005, do Prêmio Urubu de Coco, onde os meninos (como são conhecidos no meio) instituíram um prêmio irreverente prestigiando profissionais do cinema nacional que não são reconhecidos nos grandes festivais, como maquiadores e claquetistas e, para os premiados de sempre, novas categorias como Fominha (para os que mais estrelaram filmes), recebido por Dira Paes, e Bunda (para a bunda com maior tempo de exposição nas telonas), recebido por André Gonçalves por Garrincha, Estrela Solitária). O Urubu de Coco teve apoio da classe artística em peso, que participou do evento, como Lucélia Santos, Lázaro Ramos, Maurice Capovilla, dentre outros.

No final de 2006, montaram o sucesso Pout-PourRir, peça que lançou para TV uma série de novos comediantes, entre eles, Katiuscia Canoro (a Lady Kate). O espetáculo contou com participações especiais como de Zéu Britto, Cláudia Rodrigues, Carlinhos de Jesus, Mara Manzan e até a rainha da comédia, Dercy Gonçalves, que comemorou seu centenário numa noite badaladíssima. Em 2009, ganha novamente as páginas de revistas e destaques da TV, ao comemorar três anos de sucesso no palco da casa mais tradicional do Rio de Janeiro, o Canecão, com participação especial de Susana Vieira. “Pout-PourRir acaricia a inteligência do espectador. Politicamente incorreto, ferino e muitíssimo bem interpretado” - O Estado de São Paulo.

Em seguida criam a Cia. Dos Meninos, onde montam os espetáculos Quem Ama Não Queima a Cara e Prole de Narcisa, com os atores da Oficina do Ator - curso que ministram e descobrem novos talentos que são lançados no mercado. Nesta mesma época, roteirizam e preparam-se para dirigir o longa Subúrbio, em parceria com a cineasta Carolina Paiva, e estreiam os espetáculos Lula Contra o Mau, idealizado pela produtora Cris Pimentel, onde o publicitário Lula Vieira e o jornalista Mauricio Menezes travam uma guerra expondo o melhor e o pior de cada uma de suas profissões, e Garotos, peça de Leandro Goulart.

 

Os Garotos

 

Rafael Almeida – Estreou na Rede Globo na novela Páginas da Vida, com o personagem Luciano. Em 2008 protagonizou a 14ª temporada da série Malhação, vivendo o Guga, no mesmo ano foi um dos finalistas do reality Dança dos Famosos. No ano seguinte respondeu pela apresentação da TV Globinho.

 

Ícaro Silva – Estreou na Bandeirantes aos 12 anos de idade na novela Meu Pé de Laranja Lima. Em 2000 interpreta Cacá, na novela Vidas Cruzadas, da Rede Record. Em 2002 vai para o SBT e integra o elenco da novela Pequena Travessa. Seu grande sucesso acontece na Rede Globo, com o personagem Rafa, na série Malhação de 2004 a 2007. Em 2008 é escalado para um dos episódios da série Casos e Acasos, também da Rede Globo. No ano seguinte apresenta o TV Globinho.

 

Ivan Mendes – Fez participações especiais no Sitio do Pica Pau Amarelo e na Grande Família. Em 2007 se destaca na Rede Record na novela Luz do Sol, com o personagem Rick. No ano seguinte é escalado para viver o surfista Pedro Henrique na novela Três Irmãs, na Rede Globo.

 

Eduardo Pelizzari – Estreou na Globo, com o personagem Fred, na série Malhação, em 2006. No ano seguinte, se destaca na novela Dance Dance Dance na pele de Diego Vasconcellos, na Rede Bandeirantes. Em 2008 é escalado para defender o personagem Tozé da novela Negócio da China, também na Rede Globo. No cinema atuou no longa-metragem Carandiru e no curta Noite Fria, respectivamente em 2005 e 2008.

 

Caio Bucker – Ator, músico e produtor, começou seus trabalhos artísticos aos setes anos de idade. Atuou nos monólogos Mãe É Um Porre!, O Casamento de Gatona, Comunicação, Memórias da Cidade, 4X Humor, Aperitivo Teatral e  Amor É Cego e o Humor Aquoso. Participou como ator e músico do espetáculo Dia dos Loucos, com direção de Denise Stoklos. É ator e produtor de Acepipes, com direção de Charles Paraventi. Participou dos curtas Paquetá e A Namorada.

 

FICHA TÉCNICA

 

Texto: Leandro Goulart

Direção: Afra Gomes e Leandro Goulart

Elenco: Rafael Almeida, Ícaro Silva, Ivan Mendes, Eduardo Pelizzari e Caio Bucker

Som: Brodão

Luz: Thiago Silveira

Preparação Musical: Isadora Medella

Preparação Vocal: Claudia Sampaio

Preparação Corporal e Coreografias: Marcio Vieira

Cenário e Figurinos: Frederico Reder

Fotos:          Paula Kossatz

Produção: Sandro Rabello

Produção Local: Companhia Sekreta

 

SERVIÇO

 

Datas: Sexta-feira, 26 de março às 21h

Sábado, 27 de março às 21h

Domingo, 28 de março às 18h

Ingresso: Inteira - R$30,00 (trinta reais)

½ entrada: R$ 15,00 (quinze reais)

Local: Theatro Dom Pedro

Praça dos Expedicionários s/nº - Centro – Petrópolis

Tel.: (24) 2235-3833

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – COMUNICAÇÃO LIVRE

Carla Coelho

carlacoelho03@comunicacaolivre.com.br

(24) 2231-9707/ (24) 9955-2730/ (21) 9278-0555

 




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS