Petrópolis, 17 de Julho de 2019.
Matérias >> IPGPar: Plano Estratégico de Petrópolis >> Informações Gerais
   
  Plano Estratégico de Petrópolis: sempre em frente (release da 2ª reunião geral - realizada no auditório do Sicomércio em 25/06/19)

Data: 30/06/2019

 

Plano Estratégico de Petrópolis: sempre em frente

(release da 2ª reunião geral - realizada no auditório do Sicomércio em 25/06/19)*

 

Na última terça-feira (25/06) no auditório do SINCOMÉRCIO foi realizada reunião com o objetivo de apresentar um retrato do andamento da elaboração do Plano Estratégico para Petrópolis (PEP) coordenado pelo Instituto Pró-Gestão Participativa (IPGPar). Nesta oportunidade foi apresentado um breve resumo dos resultados até agora alcançados pelos oito grupos de trabalho formados a partir dos eixos e diversos temas de interesse para a Cidade.

Entretanto, chamou a atenção durante as discussões, alguns desabafos de participantes da plenária no tocante a atitudes de desdém por parte dos Poderes Públicos perante a questões importantes da Cidade. Outros presentes se mostraram apreensivos e manifestaram certa incredulidade, questionando o que será feito para sensibilizar os Poderes Públicos para acolher e implementar as iniciativas e projetos propostos pelo PEP.

A resposta a esta ansiedade encontra-se inserida na própria missão do IPGPar que é de organizar e promover a sociedade para a participação na gestão das questões municipais.

Assim,  após conclusão da elaboração do PEP pretende-se, num primeiro momento, dar publicidade ao conteúdo do documento, promovendo encontros para a ampla divulgação para a sociedade petropolitana das iniciativas e projetos propostos. Oportunamente no próximo ano, deseja-se organizar e mediar debates com futuros candidatos a prefeito e vereador. Desta forma, pretende-se pautar os debates nos eixos e temas estratégicos da Cidade elevando o nível das discussões, fazendo com que a sociedade se aproxime mais dos candidatos, divulgando esses debates através das mídias tradicionais e nas redes sociais.

A tática proposta se encaixa na percepção que o modelo político baseado na Democracia Representativa, sem a participação da sociedade, encontra-se esgotado. A corrupção e a estagnação econômica do pais suscitaram um clima de indignação na sociedade, acirraram o abismo entre os políticos e a sociedade, que de forma temerária se encontra dividida. A classe política na sua maioria esta desacreditada, perdeu a confiança da sociedade, pois esta não enxerga nenhum espírito público na maioria dos políticos.

O IPGPar aposta que este tecido político vai se regenerar por uma necessidade imperativa de manutenção da Democracia e, neste sentido, conta com o surgimento de políticos que resgatem o diálogo e um efetivo compromisso com a sociedade, demonstrando capacidades e sem  posturas demagógicas.

Além disso, o IPGPar prestigia mecanismos de monitoramento e controle do Legislativo e do Executivo como é a proposta do Observatório Social do Brasil, organização não governamental,  que tem a missão de zelar pela transparência e qualidade na aplicação dos recursos públicos.

 

* Luis Carlos Dias de Oliveira - Diretor do IPGPar



Fotos:
DADOS MUNICIPAIS
Apresentação dos trabalhos dos GT´s
DADOS MUNICIPAIS
Discussão dos trabalhos realizados
DADOS MUNICIPAIS
Solicitação de apoio ao IPGPar

Arquivos:

 PEP Apresentacao 25.06.19.pdf


 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS