Petrópolis, 17 de Junho de 2019.
Matérias >> Cidade >> Notícias
   
  Saúde é principal preocupação em Araras

Data: 10/03/2012

 Preocupados com a saúde, moradores de Araras decidiram denunciar problemas na unidade de atendimento da região, localizada no Malta. A principal reclamação é a falta de substitutos para médicos e enfermeiros que entram de férias. 

É exatamente o que está acontecendo neste momento, segundo Terezinha Cardoso Pereira. A enfermeira do posto de saúde entrou de recesso e alguns serviços estão paralisados por conta da situação, já que não foi direcionada outra especialista para substituí-la. 
“Quando eles entram de férias nós temos que esperar pelo menos um mês para sermos atendidos”, desabafou.
Quem também decidiu denunciar foi a dona de casa Jéssica Rosa de Souza Silva, mãe de uma menina de um ano e nove meses, que no momento necessita tomar vacinas para combater uma bronquite. 
“Tenho todo o medicamento que eu consegui com a doutora que atendeu a neném, mas não tenho ninguém no posto que aplique a vacina dela”. 
Para que a filha seja medicada Jéssica precisa se deslocar diariamente para o Hospital Alcides Carneiro, em Corrêas. 
“Ela tem que tomar 10 doses, isso significa que tenho que ir pra lá 10 dias seguidos. O problema é que nem todos os dias eu tenho R$ 5 para ir até o Alcides. Nestes 10 dias vou gastar R$ 50 só de passagem. Pela minha filha eu faço o possível, mas é realmente muito complicado”. 
Jéssica relatou ainda que não é só ela que vem sofrendo com as férias da enfermeira. “Só hoje (quarta-feira), outras três mães estiveram no posto para vacinar os filhos e tiveram que pegar um ônibus para ir até o hospital”. 
Mas as reclamações não param por aí. A falta de médico ginecologista no posto é mais uma preocupação e motivo de revolta da comunidade.
“Outra coisa, temos uma dentista aqui que o pessoal não gosta muito dela. Quem precisa vai uma única vez e não volta”, contou Terezinha. 
Os dias de sábado, domingo e feriados são temidos pelas famílias da área, pois o posto de saúde fica fechado e eles passam então a depender do atendimento em outras unidades como, por exemplo, o Alcides Carneiro. 
“O problema é que muitas vezes quando chegamos lá não tem médico disponível e eles nos encaminham para a UPA, mas é muito longe para a gente. Imagina uma pessoa passando mal fazer tudo isso de ônibus?”, questionou Jéssica. 
O prefeito que ganhou as eleições em nome da saúde tem que respeitar o povo que votou nele. Cadê o que ele prometeu para a nossa cidade?”, finalizou Terezinha. 
Com relação às denúncias, a Secretaria de Saúde do Município informou que desde quinta-feira, dois dias após a presença de nossa equipe de reportagem em Araras, uma auxiliar de enfermagem já está atuando na Unidade de Saúde para substituir a funcionária que está em férias. Disseram que a auxiliar está capacitada para atuar na vacinação, e a partir da próxima segunda-feira, o serviço estará normalizado na unidade. Ressaltaram ainda que a aplicação de vacinas é um serviço especializado, necessitando de profissional habilitado para executá-lo.
No caso do atendimento ginecológico, a secretaria disse que a referência para o serviço é no Posto de Saúde de Itaipava, unidade mais próxima ao local. 
Em relação à queixa sobre a falta de profissionais quando os funcionários do posto entram em férias, a Prefeitura de Petrópolis colocou que abriu um concurso que contempla a área da Saúde visando solucionar esta questão.  As provas da área serão realizadas neste domingo.
A supervisão da Unidade de Saúde se colocou à disposição da comunidade para uma reunião a fim de discutir as necessidades dos moradores de Araras que utilizam a unidade.

ANA PAULA TAPAJÓZ 
Redação Tribuna



 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS