Petrópolis, 07 de Março de 2021.
Matérias >> Propostas Comunitárias de Politicas Públicas >> Desenvolvimento Econômico
   
  Um dia nacional para estimular as adoções

Data: 25/05/2009

Um dia nacional para estimular as adoções

 

            Quem nunca sonhou em ser mãe ou pai? Em ter uma família formada? Adotar uma criança é coisa séria e precisa de muita certeza sobre a questão. Mulheres e homens, casais ou não, precisam preencher um formulário, onde se candidatarão a mães e pais de família.

 

            Em Petrópolis existem quatro abrigos que acolhem crianças de todas as idades, mas nem todas as crianças que estão no abrigo estão disponíveis para adoção. “Às vezes, acontece algum problema familiar que faz com que essas crianças sejam encaminhadas ao abrigo. Para que aconteça a adoção a criança precisa estar desvinculada do laço familiar”, disse Roberto Vicente Krepker Gonçalves, secretário do juiz Alexandre Teixeira, da Vara da Infância e do Adolescente.

 

Roberto disse que para adotar uma criança o indivíduo precisa se dirigir até a Vara da Infância e Adolescência, preencher um formulário de habilitação, e apresentar alguns documentos como certidões criminais e cíveis, atestado de estado físico e mental, ter duas pessoas para atestar a idoneidade, além de documentos pessoais como identidade, CPF e comprovante de residência.

 

“É feito o estudo social onde serão analisadas as condições que a família tem de cuidar da criança. Tem que ter pelo menos as condições mínimas e o estudo psicológico, onde serão analisados os motivos para a adoção, se é isto mesmo que a família quer, se toda a família está de acordo. Após isto, a pessoa já está habilitada, indica o perfil de criança que quer adotar e entra para o cadastro de pretendentes à adoção”, explicou, completando que “essas pessoas vão aguardar na fila”, explicou.

 

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis – 24 de maio de 2009.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS