Petrópolis, 06 de Março de 2021.
Matérias >> Vida Comunitária >> OSCIPS, ONGS e Diversos
   
  Trabalho de relojoeiro: décadas de serviço gratuito para a cidade

Data: 10/11/2009

Trabalho de relojoeiro: décadas de serviço gratuito para a cidade

 

 

            No final da semana passada, o Relógio das Flores, um dos principais pontos turísticos de Petrópolis, foi alvo para a ação de vândalos, que acabaram entortando os ponteiros indicadores das horas e dos minutos. Logo que constatou a depredação, o relojoeiro Lino Ângelo Moreira tratou de endireitar os dois ponteiros, feitos de metal, que haviam sido entortados no último domingo. Segundo conta o próprio Ângelo, ainda não há previsão de quanto o relógio poderá voltar a funcionar perfeitamente.

            O relojoeiro acrescenta que a idéia é que o relógio volte a funcionar o mais rápido possível, principalmente pela aproximação do natal. “Eu torço para que tenha tempo para ajeitar o equipamento. O problema é que além de ter que consertar o relógio, tenho ainda os compromissos na loja. As vezes fico trabalhando nele de 4h até às 15h30 e depois tenho que retornar para a relojoaria”, concluiu.

 

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 08 de novembro de 2009.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS