Petrópolis, 07 de Agosto de 2020.
Matérias >> Vida Comunitária >> Entidades de Classes e Profissionais
   
  Itaipava debate políticas de desenvolvimento

Data: 26/02/2009

Aproximadamente 50 pessoas, entre representantes do Rotary, Lions, da área de Educação e empresários dos segmentos de turismo, imobiliário, comércio, metal mecânico, moveleiro e tecnologia de Itaipava participaram da reunião realizada pelo vereador Gil Magno, no Arcádia Mall. O intuito do encontro promovido pelo vereador foi de antecipar as propostas da comunidade da região que poderão ser inseridas no Plano Diretor de Petrópolis, que engloba as políticas de desenvolvimento do município, mas estava na gaveta desde 2007.

 

Entre as propostas estão a ampliação do Condomínio Industrial da região, a implantação de um Centro de Convenções, obras no Rio Santo Antônio e retirada da população ribeirinha, para evitar os estragos causados por enchentes, além da intenção de estabelecer áreas de especial interesse social, como a Estrada da Pedreira, atenção à questão ambiental, inclusive nas escolas, melhoria da qualidade de vida e sustentabilidade, entre outras ações dentro dos cinco setores básicos de políticas públicas setoriariais – desenvolvimento econômico, humano e social, institucional, infra-estrutura e preservação ambiental. “É essencial chamar a população para o debate e inserir as questões fundamentais no Plano Diretor. Eu me coloquei à disposição”, disse Gil Magno.

 

Para os participantes, além de conseguir levantar discussões importantes para a melhoria do 3º Distrito, esse momento proporcionou um diálogo entre os empresários que pretendem se unir para o crescimento da região, participando ativamente, tentando inclusive se inserir nas comissões dos cinco setores. “É importante estabelecer bases que vão ajudar o município, dizer o que quer da vida. É um momento de criar cidadania e a participação deve ser ampla”, disse o conselheiro da Firjan e presidente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), Gastão Reis. “Essa reunião é um pontapé. Agora vamos nos dividir em grupos para que tenhamos peso. É a união do empresariado para pleitear as nossas necessidades, gerar mais emprego e melhorar a qualidade de vida”, disse o sócio do Serrana Center e presidente do Convention&Visitors Bureau, Flávio Câmara. “A participação da escola é importante na questão ambiental. Hoje tem que educar. A Agenda 21 nas escolas vai nortear essas questões, e já conseguimos a capacitação para professores, com encaminhamento de material pelo Ministério do Meio Ambiente”, explicou a fundadora do Instituto Ecotema, participante da Secretaria de Educação e da Agenda 21, Esmeralda Collares.

 

Atualmente, o município está sem Plano Diretor, já que o último foi sancionado em 2005, ainda pelo ex-prefeito Rubens Bomtempo. Já o de 2007 se manteve na Câmara Municipal, sem provação, mas nessa semana foi pedido pelo atual prefeito Paulo Mustrangi, que irá reavaliá-lo. A partir daí, audiências públicas serão convocadas para discussão e adequação do projeto, com as sugestões que serão enviadas para a Câmara, que terá ainda que nomear uma Comissão Especial para analisar e discutir as propostas e promover novas audiências públicas. Após aprovação na Câmara, o projeto poderá ser sancionado ou vetado pelo prefeito.

 

No dia 11 de fevereiro, às 18h30, no auditório da CDL, acontecerá uma reunião para continuar as discussões sobre o Plano Diretor que vai contribuir para a elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) sob a perspectiva do desenvolvimento econômico para 2010.

 

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis – 28 de janeiro de 2009.

Autora: Denise Pereira




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS