Petrópolis, 09 de Dezembro de 2022.
Matérias >> Gestão Participativa e Transparência >> Conselhos Municipais
   
  Se a árvore pudesse falar

Data: 30/04/2009

Se a árvore pudesse falar

 

Oh homem ingrato que me maltratas. Eu te acompanho por toda a tua vida. Já ao serdes concebido é e uma cama de minha madeira que teus pais entre juras de amor te dão forma de vida. Ao nascerdes tua mãe te põe em um berço feito de minha madeira. Ao cresceres vais à escola e senta-te em uma carteira de minha madeira para traçar as primeiras linhas com um lápis que é feito de minha madeira. Em sua residência que muitas são feitas com minha madeira senta-te com tua família a uma mesa feita com minha madeira e saboreas tuas refeições inclusive saboreas os frutos que são colhidos em minhas copas frondosas. Suas roupas e utensílios são guardados em armários feitos com minha madeira. Ao caminhardes por estradas ensolaradas procuras uma sombra de uma árvore frondosa para descansardes. Ao irdes à Igreja ajoelhas em um banco de minha madeira oras ao teu Deus que foi pregado em uma cruz feita com minha madeira. Se por acaso fordes levado a um tribunal serás julgado por um juiz austero que lhe dará uma sentença batida por um martelo feito com minha madeira. E assim vais por toda a sua vida até que finalmente a sua morte virá e te colocarão em um caixão feito com minha madeira e te levarão ao túmulo. Então homem ingrato seja prudente e use-me com racionalidade!

 

As árvores.

 

Autor: Gabriel Weiner




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS