Petrópolis, 09 de Agosto de 2020.
Matérias >> Petrópolis x Covid-19
   
  Comércio e serviços começam a reabrir no dia 1º de junho em Petrópolis. Academias ainda não poderão funcionar

Data: 22/05/2020

 

Comércio e serviços começam a reabrir no dia 1º de junho em Petrópolis. Academias ainda não poderão funcionar

Janaina do Carmo - Tribuna de Petrópolis


Alguns setores do comércio e de serviços terão autorização para reabrir a partir do dia 1ª de junho, quando terá início o plano de flexibilização de medidas restritivas adotadas pela Prefeitura para conter a disseminação do novo coronavírus. O anúncio deve ser feito pelo prefeito Bernardo Rossi nos próximos dias, com a apresentação do plano de retomada das atividades econômicas.

A Prefeitura dividiu as atividades em ondas para que os setores da economia sejam abertos de forma gradual. Atualmente, a cidade está na “Onda Verde” com a permissão de funcionar apenas os serviços considerados essenciais. A partir do dia primeiro de junho será a vez da “Onda Branca” com a retomada de funcionamento de alguns setores do comércio, como óticas e lojas de carros, clínicas estéticas, consultórios de fonoaudiologia e fisioterapia, escritórios de contabilidade e advocacia, entre outros que podem manter o atendimento individualizado. Academias e escolas não estarão nesta primeira lista e só terão autorização para funcionamento depois, dependendo da curva de contágio do coronavírus, que é analisada diariamente.

Internamente, funcionários da Prefeitura dizem que o prefeito Bernardo Rossi deve anunciar as novidades neste sábado, dia 23. Isso porque no dia 24 termina o prazo de validade dos decretos municipais para controle do coronavírus. A tendência é que o prefeito prorrogue as medidas por mais uma semana e anuncie o plano de retomada das atividades, com calendário a partir do dia 1º. Com a divulgação será possível saber exatamente quais as atividades que poderão abrir neste primeiro momento, assim como as normas de funcionamento que cada setor deverá seguir.

“Estamos fazendo seguidas reuniões com os representantes de cada setor e com os técnicos da Secretaria de Saúde para avaliar toda essa questão. Tudo será feito com responsabilidade e de forma gradual para não colocar em risco tudo o que já foi feito até aqui. E quando as medidas começarem a serem flexibilizadas, as avaliações continuam. Caso os números aumentem, podemos retroceder e endurecer novamente as medidas”, disse o prefeito.

Os decretos municipais que restringiram o funcionamento das atividades econômicas e determinaram o isolamento social começaram a ser publicados no dia 13 de março e o fechamento total do comércio aconteceu no dia 24. 




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS