Petrópolis, 05 de Junho de 2020.
Matérias >> ELEIÇÕES 2020
   
  Executivo municipal tem treze pré-candidatos

Data: 08/03/2020

 

Executivo municipal tem treze pré-candidatos

O cenário político petropolitano está sendo definido aos poucos. Se todas as pré-candidaturas se confirmarem, a eleição municipal de 2020 pode ser a com maior número de candidatos a prefeito. Além de Bernardo Rossi, que tentará a reeleição, outros doze nomes estão sendo cotados para a disputa.


Treze pré-candidatos se preparam para as eleições

ROGERIO TOSTA - Redação Tribuna de Petrópolis


A eleição municipal deste ano pode ter o maior número de candidatos a prefeito que a cidade já teve na sua história. Até o momento, 13 nomes já anunciaram que são pré-candidatos ou que estão trabalhando para se firmarem como candidatos. Entre os nomes há alguns conhecidos como o ex-prefeito Paulo Mustrangi (PT) e o exvereador Marcus Novaes (PV) e outros que buscam consolidar o nome como o empresário Alexandre Gurgel (PSDB) e o Coronel Vieira Neto (PRTB).

Além destes há outros conhecidos como o jovem Yuri Moura (PSOL) que foi o terceiro colocado na última eleição para prefeito e Ramon Mello (Avante) que lança sua précandidatura na segunda-feira em Corrêas. No meio político outros nomes já são conhecidos como o corretor de imóveis Eduardo Silvério (Podemos), Matheus Quintal (Republicanos) e Marcus Curvelo (PSB) que já exerceu o cargo de secretário de Saúde no governo Bomtempo. Entre os estreantes na política estão o empresário Alexandre Gurgel (PSDB) e o Coronel Vieira Neto (PRTB), ambos estão conquistando um espaço político na cidade com um discurso que se aproxima muito das teses defendidas pelo presidente Jair Bolsonaro. Outra estreante é a professora Livia Miranda (PCdoB) que pode ser a única mulher a disputar a eleição para prefeito, caso a candidatura da vereadora Gilda Beatriz (MDB) não se consolidar.

O deputado federal, Daniel Silveira pode ser um estreante na disputa para Prefeitura, mas a sua dificuldade para firmar seu nome como candidato a prefeito está na solução partidária. Atualmente ele não tem espaço para se manter no PSL e nesta semana deve buscar os meios legais para desembarcar em outra sigla, que deve ser o Patriota, pois os seus assessores e o seu grupo político estarão se filiando esta semana ao Patriota, partido que abriga hoje o vereador Luiz Eduardo (Dudu).

Neste cenário político, o prefeito Bernardo Rossi (MDB) vai tentar a reeleição e isto deve acontecer por outra sigla partidária. O mais provável é que Rossi vá para o PL, descartando de vez sua filiação ao DEM do deputado federal, Rodrigo Maia. Ficando no MDB ou mudando de sigla, o certo é que nas eleições municipais deste ano, será Bernardo Rossi contra todos os outros candidatos, pois todos estão com discurso contra a sua gestão.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS