Petrópolis, 26 de Maio de 2020.
Matérias >> IPGPar: Plano Estratégico de Petrópolis - PEP20 >> GT1 - Urbanismo e Infraestrutura
   
  Inea prepara projeto de obra para acabar com inundações

Data: 08/09/2019

 

Inea prepara projeto de obra para acabar com inundações

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) está elaborando projeto para a obra de revitalização do túnel extravasor do Rio Palatinato. O projeto, que vai custar R$ 4,6 milhões, vai incluir também a construção de uma galeria extravasora na região da Rua 13 de Maio e na Catedral São Pedro de Alcântara. A licitação para contratação da empresa responsável pelos projetos já foi concluída e eles devem ser entregues em 16 meses. O túnel atravessa o Centro, Quissamã e Itamarati e foi construído para evitar o encontro das águas dos rios Palatinato e Quitandinha.


Túnel extravasor ganhará projeto para reforma

JANAINA DO CARMO - Redação Tribuna


O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) concluiu a licitação para a contratação da empresa que vai elaborar os projetos básicos e executivos para a revitalização do túnel extravasor do Rio Palatinato (localizado na Rua Souza Franco, no Centro). O pregão aconteceu no dia 29 de agosto e a empresa tem 16 meses para entregar os projetos.

O contrato é de R$ 4,6 milhões – sendo R$ 4,1 milhões oriundos de recursos federais e o restante é uma contrapartida do Fundo Estadual de Conservação Ambiental (Fecam). Após a entrega dos projetos, o Inea lança novo edital para a contratação da empresa que fará a execução da obra de reforma do túnel. Ainda não há prazo para o início das obras de revitalização da estrutura.

A licitação para a contratação dos projetos foi autorizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) no ano passado, depois de analisar o edital. No entanto, o pregão só foi realizado e concluído este ano. A reforma do túnel extravasor vem sendo esperada há décadas. Em 2011, após a tragédia que atingiu o Vale do Cuiabá, matando 73 pessoas e deixando 190 desabrigados, a ex-presidente do Inea, Marilene Ramos chegou a anunciar a reforma, no entanto, o projeto nunca saiu do papel.

Além da reforma do túnel extravasor, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) também irá construir uma galeria extravasora na região da Rua 13 de Maio e na Catedral São Pedro de Alcântara, no Centro Histórico. A empresa que venceu a licitação também fará os projetos básicos e executivos para a construção desta galeria.

O túnel extravasor do Rio Palatinato é da década de 70. Ele atravessa três localidades: Centro, Quissamã e Itamarati e foi construído para desviar as águas do Rio Palatinato, evitando o encontro com as águas do Rio Quitandinha, causadora de enchentes na região central da cidade. Com mais de três mil metros de comprimento, seguindo da Rua Souza Franco até a Rua Pedro Elmer, no Itamarati, o túnel apresenta problemas estruturais. Ao longo da sua extensão é possível ver o desgaste da estrutura e na entrada do extravasor, no Centro, há pelo menos seis anos, uma parte do túnel cedeu.



Fotos:
DADOS MUNICIPAIS
O túnel possui cinquenta anos e três mil metros de extensão que atravessam três localidades. O trecho do Centro, por exemplo, apresenta problemas estruturai


 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS