Petrópolis, 18 de Maio de 2021.
Matérias >> Eleições 2016
   
  O IRRESISTÍVEL PODER DA DESILUSÃO

Data: 05/10/2016

 

Denilson Cardoso de Araújo
 
Se Lula perder esta eleição, atrasa a esquerda 10 anos, mas se ganhar, ele a atrasa em 50! Em 2002 fiz tal previsão em debate no Salão do Júri de Teresópolis. O mesmo em que afirmei o título da crônica “Não quero ser refém do Lula”, que me valeu alguns impropérios petistas. Eu tinha já saído do PT, arrasado pela ditadura interna desse agrupamento Lula-Dirceu, que anda sendo processado, preso e derrotado. Chega a ser engraçado que o confuso mas digno Suplicy, desprezado nas antessalas de Lula e nas agendas de Dilma, seja solitária vitória da decaída estrela de desbotado vermelho, bem mostrando que até se deseja o falecido PT das antigas: confuso, mas digno. Falecido.
 
De mensalão a petrolão, de triplex a sítio, de impechament a vexame eleitoral, o PT vem sendo rebaixado ao subsolo da política. Graças aos próprios erros que jamais admite. À moda do Ministério da Verdade do 1984 de Orwell, prefere reescrever a história em novilíngua (é “golpe”, é “culpa da Lava Jato”) perfumando versões do podre fato real. 
 
O PT antecipará o congresso de juntada dos cacos. Achou qual solução para vencer a decrepitude e o limbo? Lula-lá!!! Risível, não fosse trágico ver o PT, que poderia ter sido gigante na história, repetir a entrega de seu futuro a uma personalidade de culto stalinista. Foi isso que o reduziu ao nanismo. Alguém me perguntou o que será de Lula. Sei lá. Parece que ele prepara a saída estratégica do infrator que tenta se disfarçar de foragido político, ou a máscara, caso seja preso, do mártir injustiçado. Parece inevitável seja reduzido a um Prestes de fim de vida. Havia o Cavaleiro da Esperança, herói da Coluna, que naquele quadrante, se quisesse, seria Presidente da República. E havia o stalinista cego pela fidelidade canina aos soviéticos, capaz de torpezas e crimes comandados com frieza. Grande homem na honrosa primeira metade de biografia, devorado pela segunda metade vergonhosa. O que dá soma zero, ou permite colheitas tanto aos que venerarão o herói, quanto aos que cuspirão no serviçal de Stálin. Algo parecido pode ser dito de Getúlio Vargas, algo assim será dito de Lula.
 
Sendo que, no caso deste, tudo é mais grave, pois acho que “nunca antes” um projeto reuniu tamanha força de esperança e acúmulo de lutas populares em prol de mudanças reais no país. Tudo reduzido a programas assistencialistas, cortina de fumaça para o criminoso projeto de poder que acabou predominando. Esperança derrotada é fera perigosa. Torna as pessoas céticas, desanimadas, raivosas. As abstenções, nulos e brancos subiam há várias eleições. Mas o PT muito contribuiu para que muitos dos que se deram ao trabalho de sair de casa votassem no candidato zero zero, já que o Macaco Tião não está mais disponível à desilusão.
 
Num quadro em que a esquerda demorará uns 15 anos para uma reconstrução digna, vendo parcela do PSOL num radicalismo quase folclórico e a Rede exibindo, para minha decepção, Marina hesitante e errática, que não volte o PT a esse passado de entregar destinos ao Lula que jamais abandonou os cordéis de titereiro com os quais manipulou o partido. Certo é que, se for ele o comandante da tentativa de reconstrução da esquerda, se atrasará ainda mais 50 anos a realização dos sonhos de tanta gente que deu sangue por um país mais justo. Pois o que se vê pelo país não é onda de conservadorismo, como quer o PT. O que se vê é o irresistível poder da desilusão. Com o PT.
*.*



 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS