Petrópolis, 09 de Dezembro de 2022.
Matérias >> Outras Instâncias de Poder
   
  Arte convoca reunião para discutir o projeto de revitalização da Rua Teresa

Data: 06/12/2011

A Associação de Lojistas da Rua Teresa (Arte) está convocando empresários para discutir amanhã, às 18h, o projeto de revitalização do principal polo de modas da cidade. Previstas para começar nos primeiros meses do ano que vem, as obras de revitalização vão exigir um investimento do Estado estimado em R$ 8 milhões. O projeto prevê ampliação de calçadas, substituição da fiação aérea por rede subterrânea, arborização, instalação de postes e mobiliário padronizados - bancos, lixeiras, floreiras, bancas de jornais e de ambulantes. De acordo com o presidente da Arte, Eduardo Dias, o objetivo da reunião é dar oportunidade para que não só lojistas, mas todos os empresários e também moradores da Rua Teresa avaliem se o projeto apresentado pelo Estado são adequados à região.
“Até sexta-feira a Arte irá comunicar ao Estado se aprova ou não o projeto. Qualquer intervenção na Rua Teresa terá um impacto em toda cidade, portanto, é fundamental que possamos discutir, não só com os lojistas, mas com todos empresários, pois todos sofrerão o impacto das obras. É lógico que toda obra é bem-vinda, mas precisamos avaliar se o que está sendo proposto atende às necessidades da Rua Teresa. Queremos nesta reunião a presença não só dos lojistas, mas também dos confeccionistas, dos donos de escritórios, bancas de jornais e dos moradores. É um assunto importante demais para ser definido somente pela Arte. Vamos fazer uma votação para ver se as pessoas da Rua Teresa querem ou não este projeto”, explica o presidente da Arte.
Eduardo frisa que algumas questões apresentadas no projeto são motivo de preocupação, entre as quais uma possível redução no número de vagas. “Nunca houve uma intervenção tão grande na Rua Teresa. Mas, este projeto tem muitos pontos polêmicos. Solicitamos que algumas alterações fossem feitas, entre as quais a manutenção das vagas de estacionamento. Eles atenderam em parte, mas percebemos que continua havendo um déficit de estacionamento, não só para carros, mas também para ônibus, o que é importante para a Rua Teresa. Este é um dos pontos, mas existem vários outros como, por exemplo, a extensão das intervenções até a Aureliano Coutinho e outros pontos”, disse.  
O presidente da Arte informou que na reunião, que não terá representantes do Estado e do Município, serão apresentadas a planta do projeto, as alterações propostas, bem como a resposta do Estado às solicitações. “Vamos apresentar este material para que todos votem e decidam se querem ou não este projeto. Se ele for aprovado, será seguido o curso normal de chamamento para licitação, para que as obras comecem nos primeiros meses do ano. Se não for aprovado, não significa que não queremos a obra, mas sim que não concordamos com o que prevê este projeto apresentado, que queremos as adequações”, explica.
O projeto foi apresentado por representantes do Estado, em audiência pública em maio. Na ocasião, o subsecretário de Projetos de Urbanismo do Estado, Vicente de Paula Loureiro, explicou que o governo já dispunha de recursos para obras em uma área de 1.600 metros - trecho entre a Rua Visconde do Bom Retiro, no Centro, e a Rua Chile, no  Alto da Serra.

Fonte: Tribuna de Petrópolis, Terça-feira, 6 de dezembro de 2011, página 3




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS