Petrópolis, 01 de Outubro de 2020.
Matérias >> Artigos
   
  A democracia em risco? - Bernardo Filho

Data: 09/02/2020

 

A democracia em risco?

Bernardo Filho - Advogado e Jornalista

 

Após pesquisa recentemente divulgada no Brasil, realizada em 154 países e levada a efeito pela Universidade de Cambridge, 58% dos entrevistados se disseram insatisfeitos com o regime democrático. Esta pesquisa serviu para esquerda e direita voltarem a se atacar, cada uma a seu modo, defendendo o que entendem por democracia.

De tudo o que li e ouvi na imprensa, nesta semana que passou, fiquei com a certeza de que as discussões não passam de uma rematada bobagem.

A jornalista Miriam Leitão, em sua coluna no O Globo, de domingo passado escreveu: “... é normal que todos tenham que ficar de prontidão para defender a democracia contra os ataques feitos pelo presidente Bolsonaro?”

É muito besteirol dessa gente. Achar, com um tipo de achismo bobo, que a democracia no Brasil tem sido enfraquecida por Bolsonaro. Essa gente não enxerga que todas as instituições estão funcionando normalmente. Onde está o risco?

Miriam, em sua coluna chega a invocar Daniela Campello, da FGV, para validar sua argumentação estapafúrdia.

Não vejo o menor risco de nossas instituições deixarem de funcionar, por qualquer motivo, a contento. Vejo sim, imputações, sem qualquer verdade, de homofobismo, misoginia, ditadura, fascismo e racismo, a um governo que até agora nada mostrou a este respeito, muito pelo contrário, tem sim, se mostrado com uma benevolência muito grande com os que têm lhe atacado diuturnamente.

Se a democracia gera insatisfações, eu pergunto: que tipo de regime autoritário garante satisfação? Que governo único plenipotenciário, irá satisfazer à maioria? Quando digo que se trata de uma pesquisa que não nos leva a lugar algum, não estou condenando a validade da pesquisa em si, mas a serventia nula de seus resultados Se querem buscar utilidade para ela, talvez seja o de acalorar uma ou outra discussão acadêmica de mestrado, nada mais.

O interessante da pesquisa é que ela tabula uma insatisfação, mas por outro lado, não questiona o que se espera ou se gostaria, tampouco sugestiona um regime ou uma forma de governo; fica tudo muito solto, muito no ar.

Não vislumbro como possa um governo totalitário, ser útil a qualquer país e à sua população. Bem ou mal, aos trancos e barrancos, a velha e boa democracia, ainda tem seu lugar de destaque ao sol e que esquerda e direita continuem discutindo até cansarem.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS