Petrópolis, 12 de Julho de 2020.
Matérias >> Cidade >> Notícias
   
  Plano de Retomada das Atividades Econômicas: decretos restritivos valerão até dia 31 e flexibilização de funcionamento das atividades começa em 1º de junho

Data: 23/05/2020

 

Decretos restritivos valerão até dia 31 e flexibilização de funcionamento das atividades começa em 1º de junho

Tribuna de Petrópolis


O prefeito Bernardo Rossi confirmou neste sábado (23) o início da flexibilização de funcionamento de segmentos do comércio e serviços em 1º de junho. Em live exibida em suas redes sociais, ele anunciou a prorrogação dos decretos restritivos, que tinham validade até este domingo (24), até o dia 31, e detalhou o plano de retomada das atividades econômicas, deixando claro que a decisão foi tomada com base em dados técnicos, que levam em conta a o número de leitos na rede, a taxa de ocupação dos mesmos e a avaliação epidemiológica diária de números de casos e números de óbitos.

Bernardo Rossi destacou que, se o quadro mudar, a Prefeitura pode recuar e voltar a determinar o fechamento dos estabelecimentos. Ele frisou que a flexibilização não pode ser entendida como o fim do isolamento e garantiu que, se os indicadores mudarem e a cidade alcançar perto de 90% de ocupação do leitos, ele volta atrás, não descartando inclusive a decretação de lockdown, fechando a cidade e impedindo a circulação das pessoas.

"Não estamos dizendo que a vida vai voltar ao normal. Pelo contrário. Precisamos que as pessoas entendam que a flexibilização só é possível porque adotamos as medidas de isolamento e elas surtiram efeito. Se as pessoas deixarem de acreditar nisso, vamos retroceder. Isso não pode acontecer. É preciso manter o isolamento. Só deve sair de casa quem precisar, ainda assim, usando máscaras e mantendo o distanciamento das outras pessoas", alertou.

O prefeito também avisou que haverá aplicação de multa para cidadãos e estabelecimentos que descumprirem as normas de restrição.

A flexibilização começa no dia 1º, com abertura de estacionamentos particulares, papelarias e lojas de materias de escritório, lavanderias, lojas de conserto de equipamentos elétricos e eletrônicos, óticas, restaurantes e lanchonetes às margens da BR-040, concessionárias e agências de veículos, consultórios médicos e odontológicos, lojas de tecidos, armarinhos e artigos de costura, lojas de autopeças e chaveiros. Depois, no dia 8, devem ser autorizados a funcionar o comércio ambulante, agências de publicidade, lojas de vestuário, acessórios, calçados e afins, comércio de móveis, eletrodomésticos e eletrônicos, imobiliárias, lojas de equipamentos de informática, escritórios de advocacia e contabilidade, joalherias e relojoarias, agências de turismo, estúdios de pilates, massagem e fisioterapia, salões de beleza e barbearias.

Confira aqui o plano de reabertura do comércio e serviços:

https://tribuna-bucket.s3.amazonaws.com/tribunadepetropolis/medidas.pdf

Seguem em estudo as datas para reabertura de restaurante, lanchonetes e congêneres que funcionam até 22h, estabelecimentos comerciais em geral (não incluídos nas previsões anteriores), bares, shoppings, academias e feiras de acessórios e vestimentos e meios de hospedagem (de forma plena).

Permanecem proibidas a circulação de veículos de transporte coletivo urbano intermunicipal e interestadual de passageiros; atividades que envolvem aglomeração de pessoas; shows; o funcionamento de salões de festas, casas de festas e congêneres; o funcionamento de parques e áreas de lazer; o funcionamento de locais de interesse turístico; a abertura de cinemas, teatros, boates e afins; aulas das redes públicas e privadas, clubes, escolinhas esportivas e áreas de lazer (condomínios).

 

Governo sugere mudanças em horários de funcionamentos dos estabelecimentos

A Prefeitura também sugeriu horários de funcionamento diferenciados. A sugestão às indústrias é adotar o horário das 7h às 15h; aos bancos, das 8h às 14h; Rua Teresa, das 10h às 16h; comércio do Centro Histórico, das 13h às 19h; e supermercados, das 8h às 22h. O governo municipal lembrou que trata-se de sugestão, e não determinação, e garantiu que também sugere a volta do funcionamento dos ônibus em horário normal.

Apesar das sugestões, o município autorizou bancos e supermercados a funcionarem 24 horas, deixando claro que a decisão de abrir desta maneira é de cada estabelecimento. 




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS