Petrópolis, 15 de Julho de 2020.
Matérias >> Cidade >> Notícias
   
  Floriculturas vão distribuir material informativo de prevenção à dengue

Data: 03/10/2013

 Com 178 mil casos de dengue registrados entre novembro de 2012 e maio desde ano, período de maior incidência, o Estado do Rio vai ganhar mais um instrumento de prevenção à doença. Aprovado nesta quarta-feira (02), projeto de lei do deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB) estabelece que o comércio de vasos, pratos e demais recipientes destinados ao cultivo de plantas deverá destinar local para a

colocação de material sobre o combate à dengue. O projeto foi aprovado em segunda discussão e vai agora à sanção do governador Sérgio Cabral.


- Hoje, pelo aumento da produção de flores no país - com destaque para Petrópolis que é terceiro no Estado - o número de floriculturas aumentou. Temos quiosques em galerias e shoppings e até mesmo os supermercados comercializam plantas. A prevenção deve estar associada a este tipo de comércio", defende Bernardo Rossi.


O material, na forma de prospectos, será desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde, que fará sua distribuição, através das prefeituras, ao comércio do ramo em todo o estado. Bernardo enfatiza que o custo da confecção do material é do Estado e que os estabelecimentos devem apenas ter um local visível para colocar à mostra dos clientes os prospectos. "Também esperamos que o lojista possa incentivar o consumidor a levar para casa um panfleto com indicações preventivas. É uma questão de cidadania", considera.


O Estado do Rio contabilizou 28 óbitos decorrentes da dengue. Foram mais de 178 mil casos nos 92 municípios fluminenses. Petrópolis aparece nas estatísticas com uma morte e 171 casos registrados. E
desse total, 82 contraíram a doença no próprio município. Outros 99 casos foram contraídos em outras cidades.


- Este ano, foram 42 municípios com epidemia e até mesmo cidades serranas onde a doença era afastada pelas baixas temperaturas que não eram propícias ao mosquito transmissor, há uma propagação da dengue Quanto mais informação, melhor para todos", defende Bernardo Rossi.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS