Petrópolis, 30 de Maio de 2020.
Matérias >> Petrópolis e as Chuvas >> Notícias
   
  Defesa Civil ainda opera em estado de atenção

Data: 03/12/2013

 Qualquer sinal de instabilidade nos terrenos deve ser comunicado ao número gratuito 199

 

A secretaria municipal de Proteção e Defesa Civil continua operando em estado de atenção devido às fortes chuvas de sábado e domingo (30/11 e 1º/12). Não houve ocorrências graves, mas o órgão teve que fazer a interdição permanente de uma casa na Rua José Geraldo de Souza, no bairro da Glória, devido ao abalo estrutural sofrido com o deslizamento de um barranco causado por um aterro irregular. A ausência de calha no telhado também provocou o acúmulo de água. A casa existente na parte de cima do terreno foi igualmente interditada, porém temporariamente, até que os moradores refaçam o acesso ao local. As duas famílias estão em casas de parentes. Ao todo, a Defesa Civil registrou 16 ocorrências neste fim de semana, sendo a maioria de pedidos de vistoria preventiva prontamente atendidos.Qualquer sinal de instabilidade nos terrenos deve ser comunicado ao número gratuito 199.

Cinco sirenes foram acionadas na noite de sábado: Rua Ó e Taquara, no Independência; ruas Adão Brand e Vital Brasil, no São Sebastião; e a do bairro Siméria. As cinco emitiram, na manhã deste domingo, o toque de desmobilização, possibilitando que os moradores voltassem para suas casas. A Defesa Civil orienta a população a ficar atenta e, em caso de chuvas, ir para locais seguros, como pontos de apoio e casas de amigos ou parentes que não fiquem em áreas de risco. Também orienta a população a construir com a correta drenagem das águas pluviais, além de chamar a atenção para os aterros clandestinos.

Uma equipe da Defesa Civil retornou, na manhã de segunda-feira (2/12), à Rua Hívio Naliato, no Cascatinha, onde um deslizamento havia atingido uma casa no domingo. O imóvel está isolado temporariamente desde domingo pela Defesa Civil. A equipe formada por geólogos recomendou drenagem e contenção no terreno e que os moradores não permaneçam no local até que as obras sejam realizadas. Uma casa na Rua Olavo Bilac, no Castelânea, também foi interditada temporariamente até que os proprietários refaçam parte da uma parede atingida por um deslizamento.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS