Petrópolis, 01 de Fevereiro de 2023.
Matérias >> Poder Executivo Mun. >> Infraestrutura
   
  Falta de vagas para carga e descarga tumultua trânsito no Centro Histórico

Data: 15/01/2009

Com a reurbanização do Centro Histórico, foram extintas muitas vagas de carga e descarga, embarque e desembarque e de estacionamento rotativo. Até o dia 17 desse mês, a baia em frente ao Grande Hotel, na Rua do Imperador, está impedida de ser utilizada para carga e descarga no período de 21h às 7h e como a área de embarque e desembarque fora desse período, devido à autorização dada pela CPTrans para que o trecho fosse cercado para a descarga de materiais da obra do hotel. Com isso, os motoristas que necessitam para no local acabam atrapalhando o trânsito, por não ter um espaço adequado. O isolamento da baia acabou suprimindo aproximadamente cinco vagas para veículos de passeio ou ainda duas para caminhões. Pregada às correntes está a autorização da CPTrans, no período de 17 de outubro do ano passado até o dia 17 de janeiro, assinalando as permissões para instalar sinalização vertical, cones e cercas de isolamento.

 

Comerciantes da região defendem que os veículos que realizam a descarga de materiais da obras do hotel deveriam respeitar o horário de carga e descarga do local, como os demais caminhões de entrega. “As empresas vêm entregar material para a gente e acabam tendo que parar na rua, o que atrapalha até o trânsito. Agora a obra já está no final, acho até que poderiam retirar esse isolamento, porque para o pedestre a passagem continua normal, então, não podem nem alegar que seria uma questão de segurança”, explicou um comerciante que preferiu não se identificar.

 

Ontem, o motorista Marcelo Antunes precisou utilizar a vaga de embarque e desembarque para que sua esposa fosse à farmácia comprar um medicamento, mas não pôde parar. “Um rapaz me disse que era uma área isolada e só podia ser utilizada pelo pessoal da obra. No horário em que eu estava já tinha acabado a carga e descarga e mesmo assim não pude estacionar. Ainda procurei um guarda municipal que me disse que havia autorização. A cidade já está com poucas vagas e ainda acabam com o que tem”, desabafou.

 

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis – 15 de janeiro de 2009.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS