Petrópolis, 05 de Fevereiro de 2023.
Matérias >> Poder Executivo Mun. >> Infraestrutura
   
  Trilhos suspensos: a solução para o trânsito

Data: 13/11/2008

Município estuda adotar trens em vias elevadas

 

O município de Nova Friburgo, na região Serrana do Estado, poderá receber, em breve, um sistema de trens em vias elevadas, conhecido como Monorail System.

 

 A discussão já chegou ao gabinete do secretário de Estado de Transportes, Julio Lopes, que se reuniu, esta semana, com o prefeito eleito de Nova Friburgo, Heródoto Bento de Melloa, e representantes da empresa multinacional Hitachi Ltda. para discutir a viabilidade do projeto.

 

 De acordo com o futuro prefeito de Nova Friburgo, a justificativa para a construção de um projeto deste porte se baseia na saturação do trânsito no sentido Norte-Sul da cidade, entre os bairros de Conselheiro Paulino e Olaria .

 

 "A principal avenida da cidade, a Alberto Braune, que margeia todo o rio Bengalas, não suporta o intenso fluxo diário de veículos, o que causa engarrafamentos constantes. Por ser uma cidade cercada de montanhas, não há mais espaço para abertura e alargamento de vias", destaca.

 

 Heródoto Bento acredita que a opção que melhor atende à necessidade do município é um sistema de transporte de massa em via elevada.

 

 " Estamos, hoje, próximos do caos no trânsito, com 2.100 ônibus na avenida principal da cidade circulando todos os dias, e cerca de 30 mil automóveis nas ruas. Por isso, precisamos encontrar uma alternativa eficiente, já que não há como abrir novas avenidas", descreve. "O projeto para o qual estamos buscando o apoio da Secretaria de Transportes e da Hitachi é a implantação do monorail sobre o Rio Bengala, que cortaria a cidade de ponta a ponta".

 

Medida tem como reduzir número de ônibus e carros na região central da cidade

 

 O projeto apresenta também a possibilidade de uma via auxiliar. Além do traçado principal, que liga o Norte a Sul de Friburgo, com 13 km de extensão, há a possibilidade de uma segunda linha férrea elevada ligando a Região Sul da cidade à Rodoviária Intermunicipal, com extensão aproximada de 3 km.

 

  Segundo o futuro prefeito de Nova Friburgo, o projeto tem como principal proposta fazer com que os ônibus tenham seu percurso restrito apenas ao entorno de cada bairro, fazendo a integração com as estações de trem do Centro da cidade.

 "Com isso, iríamos reduzir, ou quem sabe até eliminar, a circulação de ônibus no Centro de Friburgo, reduzindo, consequentemente, o tráfego de automóveis no município", deduz Heródoto Bento.

 

 O monotrilho é uma tecnologia japonesa e tem custo de implantação relativamente baixo quando comparado ao metrô, além de causar pouco impacto ambiental, visual e sonoro. O secretário de Transportes Julio Lopes também acredita que o Monorail atende bem às necessidades de Nova Friburgo.

 - Hoje, para percorrer todo o trecho Norte-Sul de ônibus, as pessoas levam em média uma hora. Com o monotrilho, o tempo de locomoção poderá ser reduzido a 10 minutos, caso o trem trafegue a uma velocidade de 80 km/h – analisa. – Além disso, em Nova Friburgo já funciona um sistema de bilhete único entre ônibus municipais. Esse sistema poderá perfeitamente ser expandido ao monotrilho.

 

Fonte: Jornal do Brasil – 9 de novembro de 2008.

Autora: Mariana Abrahão




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS