Petrópolis, 05 de Fevereiro de 2023.
Matérias >> Poder Executivo Mun. >> Infraestrutura
   
  Donos de vans entram com recurso contra fim do transporte alternativo

Data: 10/07/2009

Donos de vans entram com recurso contra fim do transporte alternativo

 

 

 

            Os donos das vans de Petrópolis já se movimentam para tentar impedir a sentença que porá fim ao transporte alternativo irregular na cidade. Na última segunda-feira (6), a Associação de Proprietários de Transporte Alternativo do Município de Petrópolis (APTamp) entrou com um recurso na justiça para garantir o funcionamento das vans. De acordo com o presidente. Sebastião Bazílio, o objetivo da categoria é regularizar o transporte, já que, assim, os funcionários poderiam trabalhar com carteira assinada e os donos pagariam impostos.

            O recurso foi em decorrência da sentença, divulgada nessa semana, da 4ª Vara Cível de Petrópolis e à Transporte São Luiz. Em 2001, as duas empresas entraram com uma ação contra donos de kombis e vans. Na ação também é cobrada da Companhia Petropolitana de Transporte e Trânsito (CPTrans) a interceptação e a fiscalização do transporte irregular pela Companhia.

            “Quando começamos a fazer o serviço das vans em Petrópolis, só havia cinco ônibus na Estrada da Saudade. Hoje tem 12. A concorrência faz com que se melhore o transporte na cidade”, disse Sebastião Bazílio.

            Em Petrópolis, hoje são 10 vans, empregando 40 funcionários. Uma característica que atrai os moradores é a tarifa (R$1,50), mas baixa do que a dos ônibus (R$2,20) e a capacidade de chegar a lugares de difícil acesso para ônibus. Desde 1997, há o serviço de vans na cidade, que hoje atendem as regiões de Ventura, Matinha, Feliz, Monstese, Estrada da Saudade e Boa Vista. Desses locais, os ônibus comuns não atendem Ventura, Matinha e Monstese.

            O Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviários de Petrópolis (Setranspetro) garantiu que, com o fim do serviço de vans, irá disponibilizar veículos para fazer o trajeto hoje feito pelo transporte alternativo. De acordo com sua assessoria, a maior parte das vans tem um itinerário já comprido pelos ônibus. E, nas regiões onde os ônibus não vão, serão disponibilizados micro-ônubus.

 

 

 

Fonte: Diário de Petrópolis, 10 de julho de 2009.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS