Petrópolis, 08 de Agosto de 2022.
Matérias >> Poder Executivo Mun. >> Desenvolvimento Econômico
   
  Projeto Minha Casa Minha Vida tem pré-cadastro na cidade

Data: 15/09/2009

Projeto Minha Casa Minha Vida tem pré-cadastro na cidade

 

 

 

 

            A construtora Solidum começa a fazer um pré-cadastro de pessoas interessadas em fazer parte do programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. Os cadastros serão feitos a partir das 9h de hoje, na Rua José da Gama Machado, 51, no bairro Madame Machado, Itaipava.

            As pessoas interessadas em fazer parte do programa devem comparecer ao local indicado e levar o documento de identidade, CPF e comprovante de renda. O bairro Madame Machado, em Itaipava, poderá receber o primeiro prédio habitacional. A construtora Solidum apresentou, em julho, à Prefeitura de Petrópolis, um projeto com 36 apartamentos que será construído em um terreno de 1573 m².

            O engenheiro e diretor comercial de Solidum, Selmo Coelho, explicou que a construção, de um bloco a três pavimentos, com 12 apartamentos cada, beneficiará famílias com renda de até 10 salários mínimos. Os apartamentos de 47 m², serão compostos de dois quartos, sala, cozinha e banheiro, com direito a garagem coberta para um carro por apartamento. “Somos a primeira empresa a apresentar o projeto pronto para o município”, ressaltou. Após a aprovação do projeto pela Prefeitura, será apresentado a Caixa Econômica Federal, que também fará a avaliação da estrutura.

            Os pré-cadastrados serão posteriormente enviados para a Caixa Econômica Federal, que fará o cadastro final dos interessados em participar do programa.

            O Programa Minha Casa Minha Vida foi criado para diminuir a falta de casas para os brasileiros, chamada de déficit de moradia ou déficit habitacional. Com o programa, a população vai ter ainda mais acesso a casa própria, e serão gerados mais empregos e renda para os brasileiros, pois o investimento na construção civil vai aumentar.

            As famílias que ganham até 10 salários mínimos (R$ 4.650), poderão fazer o financiamento, mas não exclui os que ganham mais. Famílias que tem renda superior à R$ 4.650 poderão financiar apartamentos até de R$ 350 mil.

 

 

Fonte: Diário de Petrópolis, 12 de setembro de 2009.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS