Petrópolis, 13 de Novembro de 2018.
Matérias >> Propostas Comunitárias de Politicas Públicas >> Desenvolvimento Humano
   
  Exemplo de solidariedade: comunidade une esforços para ajudar estudantes

Data: 28/10/2010

Exemplo de solidariedade: comunidade une esforços para ajudar estudantes

 

            A falta de cortina para impedir a passagem dos raios de sol através das grandes janelas de vidro em oito das 14 salas de aula da Escola Santa Maria Goretti, no Bingen, atrapalhava a visão dos alunos ao quadro negro, devido ao reflexo emitido. O problema, que já durava mais de dois anos, chegou a prejudicar o aprendizado e causar dor de cabeça nas crianças que forçavam a visão para enxergar a matéria escrita no equipamento. Para resolver a questão, a união entre a direção da instituição, que comprou 36 metros de tecido até o momento, com o orçamento de R$ 144, aliada à boa vontade da avó de um dos estudantes, responsável pela confecção das peças, vai garantir o conforto de cerca de 800 estudantes divididos nos turnos da manhã e tarde.

            Desde a instalação das cortinas, o rendimento dos alunos mais prejudicados em função do posicionamento onde sentavam na sala de aula melhorou. “Sentamos no meio da sala, quando o sol entrava sem a cortina não enxergávamos o que estava escrito no quadro. Forçávamos os olhos e sentíamos muitas dores de cabeça, que pararam com as cortinas novas porque agora está fácil para copiar. O calor também diminuiu muito”, contaram os estudantes do 5º ano, Guilherme Ferreira e Gabriel Teles, ambos com 10 anos.

            De acordo com a diretora da Escola Santa Maria Goretti, Natalia Monteiro, que trabalha há mais de 25 anos na entidade, a integração entre a comunidade e a direção sempre foi muito grande, o que possibilita este tipo de iniciativa. “Apesar da falta de verba para a realização de projetos, as famílias dos alunos ajudam a tornar as ações possíveis. Quando precisamos de reparos na escola sabemos que o pai de alguém que é pedreiro vai ajudar. Os cursos de culinária que oferecíamos, por exemplo, eram aplicados e recebidos por pessoas da comunidade. Criamos uma relação de parceria muito legal”, disse.

            Com este espírito de solidariedade a avó do estudante Gabriel Boubee, Dulcineia Silva, de 59 anos, foi informada sobre a situação durante uma reunião entre pais e mestres e imediatamente se prontificou a ajudar. “Apesar do meu neto estudar em uma classe onde não é afetado pelos reflexos solares e eu não ser costureira profissional, quis ajudar. Meu pagamento foram os abraços das crianças quando instalamos as cortinas na primeira sala. Acho que fiquei mais feliz do que eles”, contou a dona de casa.

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 27 de outubro de 2010




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS