Petrópolis, 14 de Novembro de 2018.
Matérias >> Propostas Comunitárias de Politicas Públicas >> Desenvolvimento Humano
   
  Esta casa não pode cair

Data: 14/12/2009

Esta casa não pode cair

 

Waldemar Boff

Teólogo

 

            Considero a instalação em 1995 da então Casa da Infância e da Juventude de Petrópolis a mais importante de todas as atividades sociais e políticas que exerci na cidade.

            O prédio situado à Rua Coronel Veiga 1559 funcionou por muitos anos como Escola Monteiro Lobato. Adquirimos o prédio e o terreno de 25.000 m² com recursos da Fundação Novartis e de empresários do Rio. A Prefeitura, sob o Governo Fadel, bancou a reforma.

            Todo o complexo foi registrado em nome do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, a quem caberia a gestão. Sinalizávamos assim que cabe ao poder público, secundado pela sociedade, estabelecer, com recursos do orçamento, políticas estratégicas para a infância e a juventude da cidade.

            Adaptou-se a casa existente para acolher crianças de rua ou na rua. Simultaneamente, instalou-se uma creche como forma de impedir que essa tragédia continuasse a acontecer. E finalmente, construímos e equipamos um centro de estudos, dados e pesquisas para subsidiar ações públicas municipais, de longo prazo, que garantissem a reprodução social da cidade de forma mais igualitária e inclusiva.

            Durante o Governo Fadel, a Casa funcionou como acolhida e creche. O centro de estudos não foi adiante, não por falta de verbas e pessoal qualificado, mas sim por miopia de alguns militantes do movimento pela infância.

            Para que esse propósito não se desmanche na esteira do tempo, é preciso encarar, com realismo e sem falso pudor, os direitos negados da infância da cidade. A assistência à população jovem em risco social deveria ser prioridade absoluta de qualquer governo que pense democraticamente a gestão pública.

            Políticas de longo prazo exigem verbas contínuas e substanciais do orçamento municipal.

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 12 de dezembro de 2009.




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS