Petrópolis, 13 de Novembro de 2018.
Matérias >> Vida Comunitária >> Entidades de Cunho Popular
   
  MUSIC OF JOY NO PALCO DO THEATRO DOM PEDRO

Data: 24/03/2011

 

MUSIC OF JOY NO PALCO DO THEATRO DOM PEDRO

 

Música Indiana com o intuito de levar o ouvinte a sentir a pura e simples alegria de viver é a atração gratuita do Theatro Dom Pedro na quarta-feira, 20 de abril, a partir das 20h.

 

Music of Joy é um projeto desenvolvido pela Sahaja Yoga que emerge como uma possibilidade de contribuir com a cultura através de espetáculos e exposições da cultura indiana na sua forma mais pura. O projeto visa despertar a curiosidade pelo potencial de harmonia, paz e bem estar que residem em cada ser humano e que podem ser alcançados pelo contato com a arte.

 

O espetáculo traz um estilo de música cujo objetivo é sentir a “pura alegria” ou o regozijo dentro de si, um conceito traduzido do inglês “music of joy”. Uma alegria que não está vinculada a nada especificamente e parte de dentro de cada um. Pode-se dizer que esse sentir vem a partir de um encontro interior consigo mesmo. A idéia é sentir a música interiormente e simplesmente deixá-la fluir.

 

A Sahaja Yoga organiza, incentiva, apóia e direciona esforços para oferecer atividades de cunho cultural, educativo e artístico. O projeto atua em mais de 120 países ao redor do mundo, onde a Sahaja Yoga está presente, reunindo diversos artistas de diversas nacionalidades para apresentações de música e dança.

 

"A dança é uma ótima forma de se libertar das pressões diárias porque, na dança, você entra em consciência sem pensamentos e em estado de alegria. Então, esta alegria é tão satisfatória que o regozijo do espírito é muito maior do que o regozijo por qualquer conforto mundano ou material. A dança dá conforto físico, mental e também conforto espiritual", declara Shri Mataji Nirmala Devi, Fundadora da Sahaja Yoga.

 

Shri Mataji tem criado inúmeras Organizações Não Governamentais dentre elas, uma escola internacional de artes e música em Vaitarna na Índia para promover a arte em todas as formas clássicas.

 

"Nós devemos saber que o único método para permanecer saudável consiste em nossa música, em nossos ritmos, em nossa dança", afirma Shri Mataji.

 

A apresentação em Petrópolis contará com a participação do violinista Bruno Jatobá Descaves, artista que já percorreu o mundo se apresentando nos quatro continentes e foi condecorado com inúmeros prêmios internacionais como, Good Impression Prize: Shizuoka International Festival, Menção Honrosa: Marugane Castle Festival e Best Entertainer Prize: Shizuoka International Festival.

 

Mas não para por aí, no palco do Theatro Dom Pedro também vão estar Svetlana Vladimirovna Brandi, pianista profissional formada pela Universidade de São Petersburgo, Rússia e Eduardo Roscoe, estudante brasileiro que toca Tabla e cursa na academia de artes e música Shri P.K.Salve Kala Pratishthan, situada em Vaitarna, Índia.

 

A atração principal da apresentação é o dançarino e cantor Sandeep Bodhanker. O indiano residente no Reino Unido e possui mais de 1.200 apresentações em seu currículo espalhadas pelo mundo. É coreógrafo e professor de dança clássica indiana no estilo Kuchipudi. Já recebeu o título Nrityabhushan ou jóia da Dança, além de várias homenagens incluindo 9 prêmios pela UNESCO, pelas fantásticas performances e “extraordinária contribuição e excelência na divulgação, promoção, preservação e popularização do patrimônio das Artes Indianas”.

 

 

 

SOCIEDADE SAHAJA YOGA DO BRASIL

 

A Sahaja Yoga é um sistema de meditação que embora sendo simples e acessível a todos, permite encontrar a paz interior, o equilíbrio, e a auto-realização; enfim, possibilita a descoberta de uma dimensão insuspeitada dentro de cada um de nós, através do despertar de uma energia interior, até então adormecida.

 

A Sahaja Yoga foi desenvolvida pela grande líder e reformadora espiritual da Índia, Shri Mataji Nirmala Devi, que visitou o Brasil por quatro vezes, proferindo palestras gratuitas nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Salvador.

 

Shri Mataji iniciou o seu movimento de reforma espiritual na Índia em 1970 e desde então tem dedicado a vida à difusão de uma mensagem de amor e beleza, a Sahaja Yoga, pelo mundo inteiro.

 

A revolução espiritual desencadeada por Shri Mataji a partir da Índia difundiu-se por todo o mundo e seus ideais encontram-se hoje firmemente estabelecidos em mais de 100 países, sendo que em alguns deles como a Austrália e Rússia, a Sahaja Yoga tem sido adotada oficialmente como uma das disciplinas do currículo das escolas públicas em algumas cidades. Shri Mataji foi eleita "Personalidade do Ano" pela imprensa italiana em 1996. Em 1994 ela foi eleita como Membro Honorário da Academia de Ciências de São Petersburgo, na Rússia, uma distinção conferida a apenas onze pessoas, entre as quais, Einstein. Em 1996 e 1997 foi indicada como candidata ao Prêmio Nobel da Paz por seu trabalho em Sahaja Yoga.

 

A prática da Sahaja Yoga produz a harmonia e o equilíbrio interior, podendo ser usada como um meio eficiente de combater o stress. Antes de tudo, porém, conduz o ser humano a reencontrar a sua grandiosidade e beleza, desenvolvendo as mais altas potencialidades humanas.

 

A Sahaja Yoga foi introduzida no Brasil a partir de 1989 e hoje possui grupos no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Vitória, Porto Alegre, São Luiz e Porto Velho.

 

Todas as atividades da Sahaja Yoga são gratuitas.

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       

HISTÓRICO

 

Shri Mataji esteve quatro vezes no Brasil, em 1989, 1992, 1994 e 1995, visitando quatro capitais em nosso país: Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Salvador. Nestas cidades ela falou em auditórios com a presença de trezentas a mil e quinhentas pessoas. Todos estes eventos sempre tiveram entrada franca.

 

Em Brasília, Shri Mataji fez conferências no Gran Circo Lar em 1989, no Centro de Convenções em 1992 e no Teatro Nacional em 1994 e 1995. No Rio de Janeiro, na Escola de Música da UFRJ, em 1992, 1994 e 1995 e em Salvador, no Centro de Convenções, em 1992. Além disto, houve uma Conferência sobre Sahaja Yoga, sem a presença de Shri Mataji, no Centro de Convenções do Hotel Nacional do Rio de Janeiro, por ocasião da ECO-92.

 

Durante a sua visita ao Brasil em outubro de 1994, ela recebeu as chaves da cidade de Brasília e foi recebida em audiência pelo Ministro da Educação, Murilo Hingel. Durante última visita, em 1995, ela foi recebida pelo então Ministro da Justiça, Nelson Jobim, pelo Ministro presidente do Superior Tribunal de Justiça, Cunha Bueno, e pelo Secretário Executivo do Ministério do Planejamento, Andrea Calabi.          

 

 

 

 

ARTISTAS

 

Violino: Bruno Jatobá Descaves

Violinista profissional com vasta experiência. O artista já percorreu o mundo se apresentando nos quatro continentes e foi condecorado com inúmeros prêmios internacionais como, Good Impression Prize: Shizuoka International Festival, Menção Honrosa: Marugane Castle Festival e Best Entertainer Prize: Shizuoka International Festival.

 

Harmônio: Svetlana Vladimirovna Brandi

Pianista profissional formada pela Universidade de São Petersburgo, Rússia. Estudou dança e música indiana na filial da academia PKS Salve Prathistan em Toliathi, também na Rússia.

 

Tabla: Eduardo Roscoe

Estudante brasileiro de Tabla pela academia de artes e música Shri P.K.Salve Kala Pratishthan, situada em Vaitarna, Índia.

 

Dança e canto: Sandeep Bodhanker

É indiano residente no Reino Unido e possui mais de 1200 apresentações pelo mundo. É coreógrafo e professor de dança clássica indiana no estilo Kuchipudi. Possui o título o Nrityabhushan ou jóia da Dança e já recebeu várias homenagens incluindo 9 prêmios pela UNESCO, por suas fantásticas performances e pela “extraordinária contribuição e excelência na divulgação, promoção, preservação e popularização do patrimônio das Artes Indianas”.

 

Com 25 anos de idade, Nrityabhushan Sandeep Bodhanker é um artista extremamente talentoso, com uma paixão infinita para performances e também pela difusão da rica tradição da dança clássica indiana na forma de Kuchipudi.

 

Após ter estudado de forma disciplinada e dedicada desde os três anos de idade seguindo o velho princípio do Guru Shishya Parampara (relação professor - aluno), Sandeep foi abençoado para aprender sob a orientação de muitos renomados Gurus: Padmasri Sri Dr Vedantam Satyanarayana Sarma, Sri Vedantam Radheshyam, Sri Mahankali Mohan e Sri Yeleswarapu Venkateswarlu.

 

Entre seus inúmeros prêmios e apresentações, ele continua a ser o único Artista Indiano cinco vezes honrado pela United Nations Educational, Scientific e Cultural Organisation. Já completou mestrado em Kuchipudi Nrityam, Bacharelado em Bharata Natyam e também é Bacharel em Gestão e Administração de Empresas. Atualmente está se certificando em Canto de Música Karnatic pela Universidade SPSR Telegu.

 

É o seu intenso desejo pessoal e promessa àqueles que passaram esse conhecimento para ele, aumentar a valorização desta antiga forma de arte da Índia, espalhando-a para o resto do mundo.

 

A idade jovem de Sandeep Bodhanker desmente a profundidade da compreensão e de expressão que tem conseguido na arte da dança Kuchipudi.

 

SERVIÇO

Data: Quarta-feira, 20/04/2011

Horário: 20h

Local: Theatro Dom Pedro

Praça dos Expedicionários s/nº

Centro – Petrópolis/ RJ

Entrada: Gratuita

Censura: Livre

 

Patrocinador: Sahaja Yoga do Brasil (http://www.sahajayoga.org.br)

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – COMUNICAÇÃO LIVRE

Carla Coelho

carlacoelho03@comunicacaolivre.com.br

(24) 2231-9707/ (24) 9955-2730/ (21) 9278-0555




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS