Petrópolis, 18 de Julho de 2018.
Matérias >> Vida Comunitária >> Entidades de Cunho Popular
   
  CLANDESTINOS

Data: 10/11/2010

CLANDESTINOS

Dos palcos para a TV e da Rede Globo para apresentação especial em Petrópolis

 

A peça que virou série na Rede Globo de Televisão terá uma única apresentação na Cidade Imperial na quinta-feira, dia 11 de novembro, às 20h no Theatro Dom Pedro, localizado à Praça Expedicionários, s/n – Centro. Destinada para maiores de 12 anos a peça Clandestinos tem duração média de 90min e os ingressos custam R$20,00 (vinte reais) a inteira e R$10,00 (dez reais) a meia entrada voltada para idosos e estudantes da rede pública e particular de ensino.

 

Clandestinos é uma comédia escrita e dirigida por João Falcão sobre as histórias de jovens artistas em busca da grande chance. No palco, diversos personagens surgem da imaginação de um autor que se vê às voltas com suas criações e criaturas. Cada um tem uma história diferente, mas os sonhos são mais ou menos o mesmo: fazer sucesso no mundo do teatro, do cinema e da televisão.

 

A peça é uma comédia onde o mundo do showbiz é retratado pelo ponto de vista de quem está à margem desse mundo, fora de cena e louco para entrar.

 

O elenco é composto por atores da Cia. Instável de Teatro e a apresentação mostra personagens que enquanto o sucesso não chega fazem bico, figuração, teste para comercial, ensaiam uma peça, trabalham numa loja, estudam, acreditam no futuro, cantam, dançam, penduram o aluguel, se apaixonam, se confundem, sentem saudades, se metem em ciladas, e vivem como jovens quase normais.

 

Clandestinos surgiu há dois anos quando João Falcão lançou o site www.clandestinos.art.br anunciando uma oficina teatral gratuita com 3 meses de duração para atores de 18 a 28 anos. O resultado foi surpreendente e mais de 3 mil pessoas de vários cantos do Brasil se inscreveram.

 

No total foram convocados 400 jovens e João conversou por 10 minutos com cada um deles, selecionando 30 artistas. Os selecionados vieram e largaram por conta própria de cidades como Ipojuca e São Lourenço da Mata (PE), Três Corações (MG), Salvador, São Paulo, Brasília e até do exterior, para passar 3 meses no Rio de Janeiro estudando o mesmo assunto: Quem são esses moços e moças que sonham esse sonho de ser artista nesse país?

 

No final das oficinas, 14 destes artistas foram convidados para ensaiar uma peça. João escreveu 14 personagens inspirados neles mesmos e estreou Clandestinos que era para ser uma pequena temporada de conclusão de curso. Acontece que a peça estourou, ninguém voltou pra casa, e Clandestinos está há dois anos em cartaz no Rio e em pequenas viagens.

 

O espetáculo ganhou o Prêmio APTR de melhor autor e o prêmio Qualidade Brasil de melhor direção teatral de comédia. O sucesso foi tanto que, mesmo nunca tendo recebido patrocínio, foi transformado em um seriado composto por 7 episódios e será veiculado na rede Globo de Televisão.

 

A apresentação é uma realização da Criatura Produções e o elenco é composto por Adelaide de Castro, Alejandro Claveaux, Bruno Heitor, Chandelly Braz, Deborah Wood, Eduardo Landim, Emiliano D’Avila, Fábio Enriquez, Giselle Batista, Hugo Leão, Luana Martau, Michelle Batista, Pedro Gracindo e Renata Guida.

 

A cenografia é assinada por Sérgio Marimba, os figurinos são de responsabilidade de Kika Lopes, a iluminação fica por conta de Paulo Denizot a direção musical com Ricco Viana, já a direção de movimento é assinada por Duda Maia e o assistente de direção é João Sanches. A programação visual do site e todo o material gráfico foi criado por Leonardo Miranda a assessoria de imprensa nacional é assinada por Danniela Cavalcanti, a administração e promoção é por conta da Fermento Produção & Comunicação. A produção executiva é realizada por Allan Ferral e a direção de produção de Jô Abdu.

 

Os ingressos já estão à venda na bilheteria do Theatro Dom Pedro e mais informações podem ser obtidas através do telefone (24) 2235-3833.

 

JOÃO FALCÃO – Autor e diretor

João Falcão começou sua carreira teatral em 1980 e se tornou um dos diretores e dramaturgos mais importantes e premiados dos últimos anos. Escreve, dirige e compõe canções para teatro, televisão e cinema.

        

Para a TV Globo, adaptou e dirigiu, dentre outros, os especiais “O Coronel e o Lobisomem” e “O Homem que Sabia Javanês”. Criou e dirigiu os programas “Homem Objeto”, “Sexo Frágil”, “Programa Novo”, a série “7 pecados” exibida no programa Fantástico e escreveu episódios para a série “Os Normais”.

 

Sua parceria com Guel Arraes na TV Globo produziu alguns dos melhores momentos da televisão brasileira, como as séries “A Comédia da Vida Privada” e “Auto da Compadecida”.

 

Em teatro o primeiro espetáculo dirigido no Rio de Janeiro foi o clássico de Moliére, estrelado por Marco Nanini, “O Burguês Ridículo” em parceria com Guel Arraes no ano de 1996, Prêmio Sharp de Melhor Espetáculo. Em 1998 escreveu, dirigiu e musicou a peça “A Dona da História”, especialmente para Marieta Severo e Andréa Beltrão. No mesmo ano escreveu e dirigiu o seu primeiro monólogo “Uma Noite na Lua” estrelado por Marco Nanini e foi vencedor dos Prêmios Shell e Sharp nas categorias Melhor Autor e Melhor Diretor. Repetiu a parceria com Marco Nanini e Marieta Severo em “Quem tem medo de Virgínia Wolf” em 2002.

 

Adaptou para o teatro e dirigiu o romance de Adriana Falcão “A Máquina” e em 2006 transformou-o em filme. No mesmo ano dirigiu seu segundo longa-metragem, “Fica Comigo esta Noite”. Assinou o roteiro do filme “A Dona da História” de Daniel Filho. Escreveu e dirigiu o musical “Cambaio”, parceria com Chico Buarque, Edu Lobo e Adriana Falcão. Adaptou e dirigiu “O Pequeno Príncipe”, com Luana Piovani, vencedor dos Prêmios Qualidade Brasil, Criança do Brasil e Coca-Cola, “Dhrama” com Alinne Moraes e Oswaldo Mil, “Ensina-me a Viver” com Gloria Menezes, vencedor do Prêmio Qualidade Brasil, Melhor Espetáculo de 2008. Em 2009 recebeu o prêmio APTR de melhor Autor com o espetáculo “Clandestinos” e o prêmio Qualidade Brasil como melhor diretor teatral de comédia. Atualmente adapta e dirige o espetáculo “Clandestinos” para uma série na Tv Globo.

 

DESTAQUES DA CRÍTICA CARIOCA

“É um prazer ver um trabalho bem executado, disciplinado, consciente do valor do trabalho em conjunto. Parabéns!”

Bárbara Heliodora, O Globo

 
 “...João Falcão escreveu uma comédia deliciosa...” "Sem dúvida, estamos diante de um dos melhores espetáculos da temporada, provavelmente o mais surpreendente e que merece ser prestigiado de forma incondicional pelo público carioca..." "... o grande mérito de Falcão foi ter criado uma história que, aproveitando os sonhos daqueles que ainda estão fora do mercado, o ironiza de forma implacável, chegando a um produto final extremamente crítico, mas, ao mesmo tempo, muito engraçado e cheio de humanidade."
Lionel Fischer, Tribuna da Imprensa
 
"Clandestinos tem uma qualidade que está em falta no teatro brasileiro: a força é do coletivo." ..."Todos eles têm sua hora de brilhar, seu grande momento... O resultado disso tudo é uma alegria generalizada no palco." "E o sucesso de Clandestinos é tanto que a temporada será prorrogada. Não dá pra perder!"
"João Falcão é sinônimo de coisa boa!"

Leonardo Bruno, Jornal Extra

 
 "Com um ritmo preciso, o cômico e o lírico se mesclando com perfeição, o espetáculo é um show de talento. Assisti-lo, um prazer inesquecível...”
“É, talvez, o maior acontecimento teatral brasileiro dos últimos anos"
Braz Chediak, site Brasil Pandeiro

 

SERVIÇO

Data: 11/11/2010

Horário: 20 h

Local: Theatro Dom Pedro

Praça Expedicionários, s/n

Centro – Petrópolis/ RJ

(24) 2235-3833

Classificação Etária: 12 anos

Duração: 90 min.

Preço: R$20,00 inteira e R$10,00 meia

Meia entrada para idosos e estudantes das redes pública e particular de ensino.

 

Realização e patrocínio: Governo do Rio de Janeiro – Secretaria de Cultura e Circuito Estadual de Artes

Idealização: Criatura Produções

Apoio: Prefeitura Municipal de Petrópolis, Fundação de Cultura e Turismo, Theatro Dom Pedro, Globo, Fotosfera e Doravante.

 

Vídeos promocionais:

http://www.youtube.com/watch?v=xQZB3VrJ4D4

 

http://www.youtube.com/watch?v=PbniQ60zmo0

 

FICHA TÉCNICA

Texto e Direção: João Falcão

Elenco: Cia. Instável de Teatro - Adelaide de Castro, Alejandro Claveaux, Bruno Heitor, Chandelly Braz, Deborah Wood, Eduardo Landim, Emiliano D’Avila, Fábio Enriquez, Giselle Batista, Hugo Leão, Luana Martau, Michelle Batista, Pedro Gracindo e Renata Guida.

Cenografia: Sérgio Marimba

Figurinos: Kika Lopes

Iluminação: Paulo Denizot

Direção Musical: Ricco Viana

Direção de Movimento: Duda Maia

Assistente de Direção: João Sanches

Programação Visual Site e Material Gráfico: Leonardo Miranda

Assessoria de Imprensa Nacional: Danniela Cavalcanti

Administração e Promoção: Fermento Produção & Comunicação

Produção Executiva: Allan Ferral

Direção de Produção: Jô Abdu

Produção Petrópolis: Sandro Rabello

 

Mais informações no site www.clandestinos.art.br

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – COMUNICAÇÃO LIVRE

Carla Coelho

carlacoelho03@comunicacaolivre.com.br

(24) 2231-9707/ (24) 9955-2730/ (21) 9278-0555

 




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS