Petrópolis, 24 de Abril de 2019.
Matérias >> Gestão Participativa e Transparência >> Audiências Públicas
   
  Prefeitura divulga os investimentos na área da saúde que chegaram a quase 37% do orçamento municipal

Data: 26/02/2015

 

 

Prefeitura divulga os investimentos na área da saúde que chegaram a quase 37% do orçamento municipal

Diário de Petrópolis, 26/02/2015

 

Os investimentos da Prefeitura na área da saúde chegaram a quase 37% do orçamento municipal em 2014.

Os números referentes aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro foram divulgados na segunda-feira (23/2) durante audiência pública na Câmara Municipal. O prefeito Rubens Bomtempo ressaltou o compromisso com a área da saúde e destacou os avanços conquistados nesses dois anos de governo, entre eles a reestruturação do Hospital Alcides Carneiro (HAC).

“Ultrapassamos o valor histórico de investimentos na área da saúde, indo muito além do que é estipulado pela constituição, que é de 15%. Tivemos avanços em 2014 e este ano vamos conquistar ainda mais para oferecermos um sistema de saúde pública mais humano e racional”, destacou o prefeito.

Outro ponto importante da apresentação foram os números de atendimento do Hospital Alcides Carneiro (HAC). Foram mais de cinco mil atendimentos, 516 cirurgias, 4309 consultas ambulatoriais e 31621 exames por mês. “Esses dados evidenciam a importância do HAC para a rede municipal de saúde e mostram também as conquistas e os avanços nesses dois anos de governo dentro da unidade”, ressaltou o secretário de Saúde André Pombo.

A informatização da saúde e a ampliação da Rede de Atenção Básica com a construção das unidades da Posse, Caxambu, Araras e Alto Independência; a reforma e ampliação do Posto de Saúde da Família do Alto da Serra e do Centro de Saúde do Itamarati; além das obras no Ambulatório do Hospital Alcides Carneiro, no Instituto da Mulher, da Criança e do Adolescente (Centro de Saúde da Rua Santos Dumont), na UTI do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (passando de sete para 10 leitos) e no Pronto Socorro do Alto da Serra foram citados na apresentação como grandes avanços no setor.

“Em março vamos inaugurar a reforma do Ambulatório do HAC, garantindo mais conforto para os usuários e um aumento na oferta de consultas. Todas essas obras são conquistas importantes para o fortalecimento da rede”, disse o prefeito que também agradeceu ao empenho dos profissionais da saúde na estruturação da rede.

UPAs – A responsabilidade crescente do município pelo custeio das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) também foi tema da audiência pública. Em cinco anos as despesas com recursos humanos aumentaram 23%, passando de R$ 1,5 milhão em agosto de 2011 para R$ 1,9 milhão em setembro de 2014. “Esse custeio fica na conta do município, uma vez que os repasses do Estado e da União não são reajustados desde a inauguração das unidades. Isso sem falar nos atrasos, principalmente por parte do Estado”, alertou o secretário de Saúde André Pombo.

 

Saúde Mais 10 – O financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS) foi debatido durante a audiência pública. O prefeito Rubens Bomtempo citou o projeto de lei com mais de dois milhões de assinaturas enviado ao Congresso Nacional. “O Saúde Mais 10 teve adesão nacional e milhares de petropolitanos assinaram esse documento que prevê o aumento dos investimentos do governo federal na saúde, passando de 8% para 10%. Os municípios estão sufocados e hoje ficam com a conta de programas desenvolvidos pelos estados e pela união”, frisou.




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS