Petrópolis, 21 de Fevereiro de 2019.
Matérias >> Gestão Participativa e Transparência >> Audiências Públicas
   
  Educação foi tema de audiência pública na Câmara de Vereadores

Data: 12/06/2014

 

 

Educação foi tema de audiência pública na Câmara de Vereadores
 
Diário de Petrópolis, Quinta-feira, 12 de junho de 2014
 
 

Ascom/Fotos: José Paulo


A Câmara Municipal de Petrópolis realizou, anteontem, 10 de junho, audiência pública para discutir a educação do município. A reunião foi marcada ainda na semana passada, quando os servidores da educação fizeram uma passeata que passou em frente ao Palácio Amarelo.

 

Os representantes de todas as categorias profissionais da educação e ainda pais de alunos da rede pública de ensino lotaram o plenário da Câmara.


Na oportunidade, o SEPE mostrou as reivindicações dos professores e demais profissionais, o que inclui: a redução da carga horária de 40 para 30 horas, a dedicação de um terço da carga horária ao planejamento das atividades em sala de aula, o cumprimento da lei que institui o Plano de Cargos, Carreira e Salários da Educação, além de outras questões como a concessão de licenças-prêmio e a realização de novo concurso.

 

Segundo Rosi Silveira, representante do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação, núcleo Petrópolis, haverá um Grupo de Trabalho para revisar o PCCS da Educação nas próximas cinco segundas-feiras. “Caso o PCCS não avance, faremos nova votação em assembleia para decidir se faremos ou não greve”, afirmou a professora.

 

Os vereadores Anderson Juliano (PT) e Gilda Beatriz (PMDB) acompanharão as reuniões, como representantes da Comissão de Finanças e Orçamento e da Comissão de Defesa da Educação da Casa Legislativa.

 

Os vereadores presentes à reunião lamentaram a ausência da presença do Executivo. Para o vereador Pastor Sebastião (PSC), “estamos aqui para ouvir as demandas e avançar juntos. Mas precisamos que o Executivo também participe dessas reuniões.

 

A vereadora Gilda Beatriz (PMDB) lembrou que a Câmara tem o poder de convocar representantes do Executivo, o que deveria ser feito na próxima audiência pública. Anderson Juliano (PT), também lamentou, “infelizmente, o governo ainda não entendeu que ele precisa estar aqui”.

 

O vereador Thiago Damaceno (PP), presidente da Comissão de Defesa da Educação da Câmara Municipal, também comentou: “sabemos que seria um debate mais rico caso tivéssemos aqui representantes da Prefeitura. Assim que terminar o recesso, vamos marcar nova audiência e assim, ter aqui a presença do poder público municipal”. No entanto, para Thiago, “foi uma audiência pública muito produtiva, pois demos oportunidade para todos se posicionarem e cumprimos o nosso compromisso de ouvir a todos”.

 

 

 




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS