Petrópolis, 19 de Agosto de 2019.
Matérias >> Gestão Participativa e Transparência
   
  Projeto da ETE-Bingen será apresentado ao conselho

Data: 04/11/2010

Projeto da ETE-Bingen será apresentado ao conselho

 

            O projeto da Concessionária Águas do Imperador para a construção de uma estação de tratamento de esgoto no terreno em frente ao Hospital Santa Teresa será apresentado hoje, durante a reunião do Conselho Municipal de Meio Ambiente. A apresentação será feita atendendo a uma solicitação da representante da Associação de Moradores e Amigos do Centro Histórico (AMA-Centro Histórico), Myriam Born. “Nossa preocupação é de que a sociedade ainda não viu o projeto dessa estação. Ela está sendo implantada na margem do Rio e não sabemos exatamente o que será feito. Queremos muito a subestação, mas não queremos mais uma obra que interfira negativamente em nossa paisagem, por isso pedimos que esse projeto seja apresentado ao conselho”, considera a representante da AMA-Centro, Myriam Born. 

            Para que todos os detalhes possam ser esclarecidos, a AMA-Centro e o Instituto Civis contrataram um engenheiro sanitarista para discutir os impactos da implementação do projeto. “Estamos preocupados, por isso achamos importante contratar um profissional que é perito e engenheiro sanitarista, para avaliar esta situação. Ele fez uma análise e saberá fazer os questionamentos necessários”, explica Myriam Born, lembrando que várias questões precisam ser esclarecidas. “Precisamos verificar o impacto de vizinhança, principalmente em relação ao hospital. É preciso atentar também para o fato dela estar sendo construída às margens do rio e em frente ao prédio do Hospital Santa Teresa, que é tombado”, afirma Myriam, lembrando que a reunião do conselho acontece hoje, às 18h30, na sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

            As obras para a construção da ETE-Piabanha começaram em setembro. A ETE Piabanha vai tratar 11 milhões de litros de esgotos por dia e, de acordo com a Concessionária Águas do Imperador, deverá beneficiar 30 mil moradores dos bairros Mosela e Bingen. Ainda segundo a empresa, ela faz parte do programa de Despoluição dos Rios de Petrópolis, iniciado em 2000. Assim como as demais estações de tratamento de esgotos – ETE Palatinato e Quitandinha –, a estação que vai tratar a bacia do Rio Piabanha será inteiramente biológica e mais sofisticada em tecnologia, pois seu sistema de aeração, o Aerzen, consome 30% menos de energia e aumenta a eficiência do tratamento.

            Atualmente o sistema de tratamento de esgotos em Petrópolis é composto por duas grandes estações: a ETE Palatinato, com capacidade de tratamento de 13 milhões de litros por dia, que  atende a 65 mil habitantes; e a ETE Quitandinha, que trata 21 milhões de litros por dia e atende a 70 mil habitantes. A Águas do Imperador possui ainda outras 11 pequenas unidades de tratamento de esgotos em bairros e cinco biodigestores, que juntos tratam 64% dos esgotos urbanos. A meta da empresa para 2012 é o tratamento de 85% do esgotos da cidade.

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 04 de novembro de 2010




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS