Petrópolis, 14 de Novembro de 2018.
Matérias >> Legislação >> Plano Diretor e Leis Complementares
   
  Portas abertas para mais recursos na área cultural

Data: 13/01/2011

Portas abertas para mais recursos na área cultural

 

            Desde o início de 2011, a Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis aumentou o empenho na captação de maior quantidade de recursos do governo federal para o setor, com o objetivo de aumentar o número de eventos sociais à população. Para isso, seguiu a recomendação do Ministério da Cultura e criou a Lei do Sistema Municipal de Cultura (SMC), sancionada pelo prefeito Paulo Mustrangi no dia 27 de dezembro do ano passado. O documento visa proporcionar efetivas condições para o exercício da cidadania cultural, estabelecer novos mecanismos de gestão pública das políticas culturais e criar instâncias de participação de todos os segmentos sociais atuantes no meio.

            De acordo com o presidente da Fundação de Cultura, Charles Rossi, os municípios que possuem o SMC passam a ter um canal direto na captação de verbas junto ao governos federal, por isso a importância da lei. “O Sistema Nacional de Cultura (SNC) é uma iniciativa do Ministério da Cultura que visa a articulação, gestão e promoção conjunta de movimentações na área cultural com o objetivo de formular e implantar políticas públicas e democráticas nacional, estadual e municipal. Para poder receber os recursos deste projeto, o governo federal incentiva as cidades com maior destaque cultural a criar o seu próprio sistema, por isso conseguimos a aprovação desta lei, onde conseguir recursos para Petrópolis com mais facilidade”, explicou.

            Dentro da lei do SMC, a Câmara Municipal aprovou ainda a criação do Plano Municipal de Cultura (PMC), com validade de 10 anos. O documento prevê a definição do conceito da política cultural de Petrópolis, apresenta números que justificam a organicidade do setor, faz um diagnóstico da área e propõe programas e projetos destinados a suprir as necessidades apontadas pelo Conselho Municipal de Cultura. “O PCM tem como principal objetivo implantar e consolidar o SMC na cidade através de uma política de cultura participativa, democrática e inclusiva, promovendo a conscientização participativa para elencar os projetos prioritários da fundação”, acrescentou Rossi.

            O prefeito Paulo Mustrangi também ressaltou o valor do PMC para a atração de investimentos na área da cultura da cidade. “O PMC representa um grande passo para Petrópolis, e mostra que a cidade já está preparada para receber investimentos sólidos na área cultural. Com esse planejamento e com a visão clara de nossos objetivos, tenho certeza que nossa cidade irá realizar grandes e importantes eventos culturais nos próximos anos e atrair patrocínios de empresas que hoje já focam suas verbas para o setor”, declarou.

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 12 de janeiro de 2011.




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS