Petrópolis, 18 de Novembro de 2019.
Matérias >> IPGPar: Plano Estratégico de Petrópolis >> GT6 - Cidadania
   
  Projeto Defesa Civil nas Escolas é o destaque de encontro de municípios

Data: 12/10/2019

 

Projeto Defesa Civil nas Escolas é o destaque de encontro de municípios 


Profissionais de sete cidades e da Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro participaram ontem do último dia do III Colóquio de Defesa Civil de Petrópolis no auditório da Universidade Estácio de Sá, no Bingen. Cada município apresentou as suas ações realizadas no âmbito escolar com foco na prevenção de desastres de origem natural. O congresso, que começou na última segunda-feira, também contou com a participação de professores universitários e de representantes de unidades escolares destaques do Defesa Civil nas Escolas debatendo a importância da inclusão do assunto nas salas de aulas.

“A troca de experiências e o diálogo entre as cidades é algo muito importante. Petrópolis está de parabéns pelo evento e também pelo trabalho realizado”, destacou Waldir Figueiredo Vieira, subsecretário de Proteção e Defesa Civil de Belo Horizonte (MG). “É um grande orgulho receber representantes de outros municípios e poder apresentar o Defesa Civil nas Escolas, que se tornou uma referência no Estado na prevenção desastres”, completou o prefeito Bernardo Rossi.

Além de Belo Horizonte, representantes de Aperibé, Niterói, Nova Iguaçu, Angra dos Reis e da cidade do Rio de Janeiro participaram do encerramento do III Colóquio de Defesa Civil. Na ocasião, os técnicos de cada município aproveitaram a oportunidade para conhecer o funcionamento do Defesa Civil nas Escolas em Petrópolis. “O trabalho de prevenção aos desastres de origem é fundamental em uma cidade como a nossa. Com os resultados obtidos nas nossas ações, acredito que estamos no caminho certo”, afirma o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato.

O III Colóquio de Defesa Civil faz parte do conjunto de ações do governo municipal no desenvolvimento de uma cultura de resiliência na cidade, promovendo a interação da comunidade com os técnicos da Defesa Civil municipal. A ideia é aprimorar as ações antecipadas, buscando reduzir os riscos de desastres. “É fundamental o compartilhamento de experiências na busca por uma cidade mais resiliente. Seguimos trabalhando de forma organizada e antecipada contra os desastres”, disse Paulo Renato.

 

Defesa Civil nas Escolas

O programa de Petrópolis também será apresentado para 20 municípios de São Paulo na Reunião Ordinária da Câmara Temática de Defesa Civil da Região Metropolitana de Campinas (RMC). O convite foi feito pelo promotor das Organizações das Nações Unidas (ONU) no Brasil, Sidnei Furtado. “Essa proposta deveria ser ampliada para mais cidades por todo o país e segue o direcionamento internacional da ONU de redução do risco de desastres”, disse Sidnei.

O encontro acontece no dia 22 de outubro em Campinas com a participação de representantes das prefeituras de Americana, Arthur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Morungaba, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Sumaré, Valinhos e Vinhedo. Pela primeira vez Petrópolis participa do evento.

 



 

 

Área do Município: 791.144 km² (2018)
População estimada (2019): 306.191 habitantes (97,4% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2010): 371,85 habitantes/km²
PIB (2016): R$ 12.690.967.000,00 (R$ 42.564,57 per capta)
IDH Mun. (2010): 0,745 (13º/92 no RJ) - Mort. Infantil: 10,97 óbitos/mil nasc. (2017)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS