Petrópolis, 19 de Setembro de 2019.
Matérias >> IPGPar: Plano Estratégico de Petrópolis >> GT1 - Urbanismo e Infraestrutura
   
  Águas do Imperador apresenta projetos

Data: 01/09/2019

 

Águas do Imperador apresenta projetos

Itaipava ganha estação de tratamento de esgotos e Araras vai ganhar estação de tratamento de água

Tribuna de Petrópolis


Para apresentar a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Itaipava e a Estação de Tratamento de Água (ETA) Araras, dois importantes projetos para o saneamento da cidade, que começam a ser construídas em breve, o superintendente de Águas do Imperador, Marcio Salles, recebeu representantes da Secretaria de Meio Ambiente, INEA, Comitê Pró-Jardim Botânico e Associação de Moradores, no dia 16 de agosto, na sede da empresa.

A ETE Itaipava atenderá os distritos de Nogueira e Itaipava, e será construída no Parque Municipal de Itaipava, assim que o licenciamento da Secretaria de Meio Ambiente for finalizado. Para o funcionamento dessa ETE, serão instalados 16 km de redes na região de Itaipava, mais os 8 km já instalados em Nogueira, além de três elevatórias para adução dos 4 milhões de litros que serão tratados diariamente.

A ETA Araras, cuja obra será iniciada nos próximos dias, terá capacidade para tratar 18,5 milhões de litros/ dia, beneficiando 123 mil moradores da Posse, Pedro do Rio, Itaipava, Nogueira e, indiretamente, todo o município, pois é mais uma estação interligada aos seis principais sistemas de abastecimento da cidade, o que permite a distribuição de água para qualquer região, de acordo com a demanda.

Assim como a ETE Itaipava, a ETA Araras utilizará tecnologia de ponta em todos seus processos. Totalmente automatizadas, serão inteiramente operacionalizadas pelo Centro de Controle Operacional (CCO) de última geração.

Durante a reunião, o secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio, se colocou à disposição do Comitê Pró-Jardim Botânico para auxiliar no reflorestamento das regiões de vertentes e elogiou a iniciativa dos moradores e do Comitê pela organização e capacidade de articulação, que tanto contribuiu para solucionar o saneamento de Nogueira.

“A ETA Araras e a ETE Itaipava são projetos novos, revolucionários e, na avaliação da Secretaria, as melhores soluções técnicas para garantir o abastecimento de água dos distritos e o tratamento dos esgotos de Nogueira e Itaipava. Além disso, o projeto arquitetônico da ETE Itaipava é irretocável, pois prevê a integração paisagística com o Parque, a requalificação da pista de corrida, entre outras melhorias”.

O superintendente do INEA (Instituto Estadual do Ambiente), Edmardo Campbell, ressaltou que, em um setor como o saneamento, cuja evolução é essencial para a preservação dos recursos hídricos, a sustentabilidade é parte integrante dos negócios.

“Fiquei impressionado com o trabalho desenvolvido pela Águas do Imperador no município de Petrópolis. Acredito que a adoção de práticas sustentáveis não deve se restringir às grandes cidades. Aqui, vejo o comprometimento da concessionária e seus profissionais com o desenvolvimento sustentável. Na última reunião realizada na sede da empresa, com a PMP, INEA, secretaria de Meio Ambiente, Comitê Pró-Jardim Botânico de Nogueira e Associação de Moradores, foram debatidos grandes projetos de saneamento que serão implantados em Itaipava e Nogueira, demonstrando a grande vitória da sociedade civil organizada, que vem lutando há anos pela preservação ambiental da região”, destacou o superintendente.

José Paulo Silveira, vice-presidente do Comitê Pró-Jardim Botânico, também frisou a importância do diálogo entre a sociedade e o poder público.

“Águas do Imperador está ultimando a elaboração de projetos de tratamento de esgotos que, combinados com outros investimentos em curso, devem promover um salto de qualidade ambiental no município de Petrópolis. Em Nogueira, há iniciativas sendo implantadas que ilustram muito bem como a integração de projetos de interesse público, num ambiente de colaboração de governo, empresas e sociedade civil organizada, pode resultar em grandes avanços para a melhoria da qualidade de vida, a preservação do patrimônio ambiental e a geração de trabalho e renda para o município e sua população”, disse o vice-presidente.

Finalizando o encontro, o superintendente da Águas do Imperador, Marcio Salles, reafirmou a importância da integração.

“Após uma década de diálogo com a prefeitura, INEA, Pró-Jardim e moradores de Nogueira, para avaliar as alternativas para o tratamento de esgotos das regiões de Nogueira e Itaipava, encontramos a solução. Ainda este mês, o licenciamento ambiental para o funcionamento da ETE Itaipava estará concluído e iniciaremos a obra de mais uma estação de tratamento de esgoto e uma estação de tratamento de água, a ETA Araras, já licenciada. Essas estações são essenciais para o saneamento da cidade, em especial para o desenvolvimento sustentável dos distritos, região de maior crescimento demográfico. As obras acontecem no melhor momento para a implantação, que é período de inverno, e trarão benefícios para o entorno, especialmente para o Parque Municipal de Itaipava, onde Águas do Imperador fará tratamento paisagístico no entorno da estação para integrá-la harmoniosamente à paisagem, além de remodelar todos canteiros do Parque, recuperar integralmente o circuito de caminhada, e instalar nova comunicação visual e sinalizações.

É com imensa satisfação que chegamos ao final desse processo com a participação irretocável e exemplar do Comitê Pró-Jardim, da secretaria de Meio Ambiente, da COMDEP, do INEA e as Associações de Moradores, numa demonstração inequívoca de que o melhor caminho para as soluções de interesse público é o diálogo entre a sociedade, o poder público e empresas”, finalizou Salles.



Fotos:
DADOS MUNICIPAIS
O presidente da subconcessionária Águas do Imperador, Márcio Salles, apresentou maquete da futura estação tratamento de água de Araras, que já foi licenciada pelo município e pelas entidades de fiscal


 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS