Petrópolis, 19 de Agosto de 2017.
Matérias >> ELEIÇÕES 2016
   
  PREFEITO ELEITO ANUNCIA SECRETARIADO

Data: 21/12/2016

 

BERNARDO ROSSI ANUNCIA SECRETARIADO

21/12/2016 - Tribuna de Petrópolis

 

 

O prefeito eleito Bernardo Rossi reuniu os futuros secretários de governo na primeira reunião de trabalho com todo o grupo nesta quarta-feira (21.12), em Itaipava.  Os secretários serão nomeados dia 1º de janeiro, porém já começam a atuar analisando as informações de cada pasta, programas, projetos e ações em curso e projetando as principais iniciativas pra as primeiras semanas de 2017.  Na reunião de trabalho, Sérgio Ruy  Barbosa, coordenador de projetos da Fundação Getúlio Vargas, apresentou estudo para enxugamento da máquina e readequação de secretarias.

“É um time que compartilha ideias e ideais de governo para transformar Petrópolis na cidade que sonhamos. São pessoas com ligação estreita com nossa cidade e que assumem o compromisso de batalhar juntas com integração e interdependência, com garra e vontade de fazer”, classificou Bernardo Rossi.

Os novos secretários já assumem pastas reformuladas como a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda que será ocupada por Marcelo Fiorini, empresário e presidente do Sicomércio.  O vereador Silmar Fortes responderá pela Secretaria de Saúde e a psicóloga Denise Quintela, pela Secretaria de Assistência Social. O ex-deputado estadual Ronaldo Medeiros será o titular da Secretaria de Obras e Habitação e o vereador Anderson Juliano responderá pela Secretaria de Educação.

A Secretaria de Administração será comandada pelo ex-secretário de Estado de Envelhecimento Saudável, Marcus Von Seehausen e a Secretaria de Controle Interno será assumida pelo advogado e contador Fábio Alves.  Heitor Luiz Maciel Pereira será o secretário de Fazenda.  À frente da Secretaria de Defesa Civil estará o coronel bombeiro Paulo Renato.

A Secretaria de Meio Ambiente ainda terá o nome de seu titular divulgado.

Nas empresas de economia mista, fundação e autarquias, os cargos serão ocupados por  Wagner da Silva, ex-vereador , presidindo a Comdep; Maurinho Branco, vereador, presidirá a CPTrans;  maestro Leonardo Randolfo ocupará a presidência da Fundação de Cultura e Esportes e Fernando Fortes, ex- sub-secretário de Estado de Habitação, presidirá o Inpas.

O empresário do ramo de hotelaria, Marcelo Valente, assumirá a  Empresa de Turismo (nome ainda provisório) que será criada, e o professor de educação física, Hingo Hammes, a coordenadoria de Esportes dentro da Fundação de Cultura.  

Dentro da reforma administrativa será criada a Secretaria de Conservação e Segurança Pública que terá à frente o subsecretário Institucional de Estado de Habitação, Djalma Januzzi.

Vinculados ao gabinete do prefeito serão nomeados Procurador Geral, Sebastião Médici, atualmente procurador do município de Três Rios; Renan campos, advogado, coordenador do grupo de transição como Chefe de Gabinete, o contador Roberto Rizzo,  na Coordenação de Gestão Estratégica e a jornalista Estela Siqueira como coordenadora de Comunicação Social.

Reforma administrativa com chancela da FGV

Com a reforma administrativa a prefeitura reduz para 16 a estrutura pública entre secretarias e empresas de economia mista e autarquias. Serão cortados 32% dos cargos em comissão e funções gratificadas (FGs). No entanto, o funcionário de carreira será preservado em cargos de chefia. Hoje, são 953 cargos em comissão e FGs, porém os cargos ocupados por não concursados são a maioria: 474.

Para fins de comparação está sendo considerada a estrutura que funcionou durante três anos e 10 meses, até novembro, quando um remanejamento aglutinou órgãos, porém sem a eficiência e economia que a cidade precisa.

 A reforma administrativa reuniu estudo de dois meses  com cruzamento de dados e funções dos órgãos e a aplicabilidade de uma estrutura enxuta, trabalho da Fundação Getúlio Vargas com equipe de transição do governo eleito.

“Vamos iniciar o governo com austeridade, com economia e com uma equipe dinâmica em primeiro escalão e funcional com cargos de apoio importantes ao secretariado ocupados por técnicos e funcionários de carreira”, completa Bernardo Rossi.

Os destaques na reforma administrativa são a funcionalidade que passa a ter a Coordenadoria de Gestão Estratégica, subordinada ao gabinete do prefeito e que terá a função do Planejamento.  A Secretaria de Obras também terá um departamento específico para desempenhar as Parcerias Público-Privadas (PPP) e a Secretaria de Conservação assumirá a coordenação da Segurança Pública.

“Petrópolis precisa controlar e tomar conta de seus recursos. Nos próximos anos, dentro deste contexto adverso na economia nacional, as novas administrações municipais terão de construir seus legados a partir de seus próprios recursos e o enxugamento da máquina tornando-a econômica, dinâmica e eficiente”, aponta Sérgio Ruy.

“Sérgio Ruy, que é petropolitano e está atualizado com os assuntos da cidade, está nos ajudando a construir uma reforma administrativa que deixa a estrutura de governo ao mesmo tempo sólida e funcional, econômica e ágil. É o que precisamos para fazer nossa cidade voltar a ter uma economia dinâmica e investir nos serviços básicos à população”, afirma Bernardo Rossi.

Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda 

Marcelo Fiorini, 50 anos. Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP) desde 1987. Empresário há 32 anos em Petrópolis, com experiência em comércio também na capital. Presidente da Associação de Lojistas da Rua Teresa (ARTE), por oito anos (2003 – 2010), atual presidente do Sindicato do Comércio Varejista em Petrópolis (Sicomércio), cargo que assumiu em 2010. Desde 2014, Marcelo Fiorini é também membro da diretoria da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomercio RJ). Fiorini é casado e tem duas filhas.

Secretaria de Conservação e Segurança Pública

Djalma Januzzi, 41 anos, funcionário público desde 2007, quando ingressou na área de Segurança Pública, como Guarda Civil Municipal. Atual subsecretário de Estado para relações Institucionais na Secretaria de Estado de Habitação. Djalma Januzzi é casado e tem duas filhas.

Secretaria de Assistência Social

Denise Maria Respeita Quintella Coelho, 53 anos. Psicóloga, formada pela Universidade Católica de Petrópolis em 1985. Especialização na Fundação Getúlio Vargas (FGV) em psicologia hospitalar, psicologia escolar e atendimento a paciente com Síndrome de Down. Quatro anos de atuação na Escola La Fontaine (1986-1990) – 1ª Escola a adotar o regime de inclusão de alunos especiais em Petrópolis. Em 30 anos como psicóloga,  20 são dedicados ao atendimento popular na clínica do Dr Fernando Coelho. Desde 1989, Denise Quintella soma a atuação como psicóloga, trabalhos administrativos na Câmara de Vereadores, onde ingressou como escriturária e ocupou cargos como chefe de processamento de dados. Desde 2009, está no cargo de diretora administrativa. Denise Quintella é casada, tem dois filhos e uma neta. 

Secretaria de Obras e Habitação

 

Ronaldo Carlos de Medeiros Júnior, petropolitano, 50 anos. Empresário há 36 anos, foi eleito vereador pela primeira vez aos 24 anos, em 1990, onde permaneceu até o ano 2000, tendo ocupado o cargo de presidente da Câmara no biênio 1999/2000.Em 2004 foi eleito com mais de  seis mil votos, o que garantiu o título de vereador mais votado da história de Petrópolis.No ano de 2006 foi eleito suplente de deputado estadual com trinta mil votos, assumindo o mandato na Assembleia Legislativa do Estado por dois anos.  Nos últimos seis anos voltou a se dedicar exclusivamente a atividade empresarial em Petrópolis. Ronaldo Medeiros é casado, tem dois filhos e será avô no início de 2017.

Secretaria de Administração e Recursos Humanos

Marcus Wilson Von Seehausen, empresário, formado em Direito pela UCP em 1986, pós-graduado em Administração Financeira e em Direito Civil Processual. Ocupou os cargos no executivo estadual como presidente do Ipem (Instituto de Pessoas e Medidas), em  2015, e  na Secretaria de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, em 2014. Neste mesmo órgão atuou, anteriormente, por dois anos, como subsecretário. Petropolitano, foi chefe de gabinete parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado entre 2008 e 2012 e secretário de Administração municipal de Petrópolis entre 2003 e 2004. Divorciado, tem três filhos.  

Secretaria de Saúde 

Silmar Fortes, 59 anos.  É enfermeiro sanitarista, atua na área de saúde há 35 anos. O trabalho na área de Saúde começou em agosto de 1981, como encarregado de postos de Saúde - antes mesmo da conclusão do curso de enfermagem e obstetrícia em 1982. Formou-se na Universidade Católica de Petrópolis, e é pós-graduado em saúde pública, comunitária e de família. Foi diretor do Centro de Saúde Coletiva, coordenador de Epidemiologia e apoiador institucional da Atenção Básica.

Em 2011 ingressou na Câmara de Vereadores, como suplente do então vereador Bernardo Rossi. Em 2012 foi eleito vereador para o mandato 2013-2016, sendo reeleito este ano. Em seis anos como vereador, o trabalho de Silmar Fortes se destaca pelas ações de fiscalização em diversas áreas. Como presidente da Comissão em Defesa da Saúde buscou a organização, estruturação e otimização do atendimento. Fiscalizou as ações do Executivo Municipal em audiências públicas, em especial nas reuniões que discutiram os números da Saúde nos encontros quadrimestrais que avaliam a gestão da pasta.  Esteve engajado também na promoção da saúde e dignidade dos idosos. 

Secretaria de Educação 

Anderson Juliano, 46 anos. Graduado em  Economia pela Universidade Católica de Petrópolis em 2013. Atuou como bancário entre 1987-2015, sendo presidente do Sindicato dos Bancários em Petrópolis de 2000 a 2002.

Ingressou na vida pública em 2008, quando assumiu a Secretária Municipal de Meio Ambiente, cargo que voltou a ocupar entre 2010 e 2011. Entre os anos de 2009 e 2012, esteve à frente da Companhia Municipal de Desenvolvimento (Comdep). Em 2012 disputou sua primeira eleição para um cargo no legislativo e foi eleito para o mandato 2013-2016. Na Câmara de Vereadores, Anderson preside a Comissão de Educação , que instaurou CPI para investigar a aplicação de recursos da pasta.  Anderson Juliano é casado e tem um filho.

Secretaria de Controle Interno

Fábio Alves Ferreira, advogado, 41 anos, Graduado em Direito pela Universidade Católica de Petrópolis em 1999, pós- graduado em Direito na Universidade de Coimbra (2000) e mestre em Direito pela Universidade de Coimbra em 2001. Procurador adjunto do município em 2001 e 2002, membro do Conselho de Ética e Disciplina da OAB-RJ, entre 2010 e 2015. O advogado é professor universitário e autor de livros jurídicos. Com formação técnica em contabilidade no Colégio Biblos, Fábio Alves, atuou por 10 anos no escritório de Contabilidade Andrade e Silva.Fábio Alves Ferreira é casado e pai de três filhos. 

Secretaria de Fazenda

Heitor Luiz Maciel Pereira, 63 anos. Graduado em administração pela Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro, em 1978,  e em Ciências Contábeis no Centro Universitário de Barra Mansa em 2003. É pós -graduado em engenharia Econômica e Financeira pela UFF em 2002. Possui especialização em administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2007.Heitor é funcionário de carreira das Indústrias Nucleares do Brasil, empresa que administra o monopólio da energia nuclear da União, desde 1987. Contador, administrador e pós graduado pela Latec/UFF em Engenharia Econômica e Financeira, e pela FGV em administração pública. Atualmente está matriculado no curso de Perícia judicial e Práticas atuariais. Foi contador da Prefeitura Municipal de Duque de Caxias (2005-2006). No ano seguinte assumiu o cargo de subsecretário de Receita do mesmo município (2007-2008). Foi assessor técnico do Secretário de Estado de Planejamento e Gestão do Rio de Janeiro (2009-2010) e superintendente de gestão Estratégica da Subsecretaria de Planejamento (2011-2012). Heitor Luiz Maciel Pereira foi ainda Secretário Municipal de Fazenda do município de Duque de Caxias entre janeiro de 2013 e fevereiro de 2015. Em março de 2015 foi nomeado subsecretário de modernização da gestão da Secretaria de Estado de Planejamento. Em novembro de 2015 foi nomeado Secretário Executivo da Secretaria de Estado de Planejamento e gestão. Nasceu em Corumbá (MT), é casado e tem três filhos.

Secretaria de Defesa Civil

Coronel BM Paulo Renato Vaz, 43 anos. Ex-diretor geral de Defesa Civil do estado do Rio de Janeiro. Mestre em Defesa Civil pela Universidade Federal Fluminense e especialista em prevenção de desastres. Autor do Mapa de Ameaças Múltiplas do Estado do Rio de Janeiro. Atuou como secretário nos municípios de Nova Iguaçu e Santa Maria Madalena.Cel. Paulo Renato já assumiu as secretarias de Defesa Civil de dois municípios fluminenses, Nova Iguaçu e Santa Maria Madalena. O coronel também é palestrante internacional sobre o tema Defesa Civil e autor de diversas obras publicadas e premiadas no Brasil e no exterior sobre a área. É ainda instrutor da Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional, da Secretaria de Estado de Defesa Civil do Rio de Janeiro e também de instituições dos Estados Unidos e da Espanha.  Paulo Renato Vaz, é carioca, nascido e criado no Méier, casado, e tem uma filha.

Estrutura vinculada ao Gabinete do Prefeito

Procuradoria Geral do Município 

Sebastião Luiz Oliveira Médici, 43 anos. Graduado em  Direito pela UCP em 1997, foi diretor jurídico da Casa da Criança Antônio de Pádua (1999/2001), criou e coordenou o Procon-Petrópolis, foi procurador Geral do Município de Petrópolis (2002-2008) e de Três Rios (2009-2016). Atualmente é procurador municipal de Três Rios, mediante concurso público.

Médici é membro da Academia Petropolitana  de letras Jurídicas, foi professor de Direito público da UCP (2005 -2008) e de Direito administrativo de Universidade Estácio de Sá (2005-2012) e tem dois livros publicados sobre direito Público. Sebastião Médici é casado e tem uma filha..

Secretário Chefe de gabinete 

Renan Sousa Campos, petropolitano, 27 anos, solteiro, é professor e advogado. Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Petrópolis (2012), pós-graduado em Direito Processual Canônico (2016) e mestre em Direito pela mesma Universidade (2016). Pós-graduando em Direito Processual Civil, em Direito Imobiliário e em Direito Tributário pela Universidade Cândido Mendes. Foi professor da Fundação Educandário Princesa Isabel da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Petrópolis-RJ de 2009 a 2012. Eleito em 2011 Personalidade Petropolitana na categoria Revelação em Trabalhos Sociais. Recebeu em 2015 homenagem especial da Academia Petropolitana de Letras por relevantes serviços prestados às obras sociais. Relações Institucionais da Secretaria de Estado de Habitação do Rio de Janeiro (2015) e Coordenador de Operações Imobiliárias e Financeiras da Companhia Estadual de Habitação do Rio de Janeiro (CEHAB - 2016). Associado à ANDHEP, Associação Nacional de Direitos Humanos - Pesquisa e Pós-Graduação. Sócio honorário da Academia Brasileira de Direito Processual Civil. Membro do Instituto Brasiliense de Direito Aplicado.

Coordenador de Gestão Estratégica 

Roberto Rizzo Branco, 43 anos, empresário. Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Católica de Petrópolis em 1998, ingressou no serviço público em 1997, atuando na área de Controle Interno do Município entre 1997 e 2002 – neste período foi o responsável pela primeira publicação de demonstrativos da Lei de Responsabilidade fiscal (2001). Foi consultor de Controle Interno na Câmara de Vereadores de 2005 a 2007. Na prefeitura atuou no departamento de programação e orçamento (2009), e como coordenador de Planejamento e Orçamento (2010). Em julho de 2012 assumiu a Secretaria de Planejamento e Urbanismo onde foi coordenador dos trabalhos que garantiram R$ 124 milhões no PAC da Mobilidade Urbana. Atualmente atua como assessor financeiro na Câmara de Vereadores – cargo que assumiu em 2013.

Empresário do ramo do comércio, Roberto Rizzo foi vice -presidente da Associação de Lojistas da rua Teresa (2005 a 2009). Desde 2013 atua também como consultor em planejamento, gestão e finanças, tendo prestado serviços para municípios como Angra dos Reis, Natividade e Areal. Em 2016 foi também coordenador do Fórum de políticas públicas de Petrópolis. Roberto Rizzo é casado e tem dois filhos. 

Coordenadora de Comunicação Social

Estela Siqueira é formada em Comunicação Social pela Faculdade da Cidade (1990) e pós-graduada em Comunicação Empresarial pela Estácio de Sá (2002). Iniciou como repórter, aos 16 anos, na Tribuna de Petrópolis. Em Petrópolis, trabalhou nos jornais Diário de Petrópolis, Jornal de Petrópolis e ainda na Rádio Musical. Foi colunista no jornal O Dia e repórter especial de Negócios do jornal Gazeta Mercantil. Em assessoria de comunicação atuou na Firjan, Petrotur, Fundação de Cultura e Turismo e CPTrans. Desde 2008 trabalha como assessora de comunicação de Bernardo Rossi  em seus mandatos como vereador e deputado estadual. Solteira, 46 anos, sua função mais recente foi de Coordenadora de Comunicação da Secretaria de Estado de Habitação.

ADMINISTRAÇÃO VINCULADA

CPTrans 

Mauro Henrique Ribeiro de Oliveira (Maurinho Branco), 47 anos, casado. Servidor do estado por 10 anos. Atuou como coordenador geral no escritório da Secretaria de Trabalho e Renda do Estado do Rio de Janeiro (Sine/Petrópolis) entre 2002 e 2006. De 2006 a 2012 atuou como assessor na Secretaria de Estado de Transportes do Rio de Janeiro.Em 2012 assumiu o mandato de vereador. Já no primeiro mandato foi eleito membro da mesa diretora. Foi 2º vice-presidente da Câmara Municipal no biênio 2012-2014, período em que presidiu a Comissão Permanente de Transporte Público e Mobilidade Urbana da Casa, onde defendeu melhorias no sistema de transporte coletivo da cidade.

Comdep 

Wagner Luiz Ferreira da Silva, 65 anos, é formado em administração de empresas, despachante público Estadual, tem curso de gestão de pessoas e Segurança do trabalho.  Como gestor público foi presidente da Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) entre 1997 e 2000. Como presidente da Comdep, recebeu o diploma Ambiental de Limpeza Pública. Outro destaque na gestão da Comdep foi o cumprimento de um acordo com o Ministério Público do Trabalho para a contratação de concursados. Em 2008 foi eleito vereador para o mandato entre os anos de 2009 e 2012. Membro da mesa diretora da Câmara, onde ocupou o cargo de 1º secretário, no biênio 2009/2010, Wagner Silva ajudou a elaborar o último concurso público da Câmara de Vereadores. Wagner Silva é casado e atua ainda na administração da igreja Metodista Wesleyana Central de Petrópolis.

Empresa de Turismo

Marcelo de Freitas Melro Valente, 34 anos, é formado em administração de empresas pelo IBMEC-RJ (Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais). Petropolitano, Marcelo é empresário do ramo hoteleiro e gastronômico da cidade há mais de 10 anos. Marcelo é casado e tem dois filhos.

Fundação de Cultura e Esportes

Leonardo Randolfo, 28 anos. Maestro fundador do Coral Dó Ré Mi em 2002. Ingressou na música em 1995 como integrante do Coral Canarinhos de Petrópolis, onde permaneceu até o ano de 2010. Em 2007 ingressou na escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Buscando melhor especialização passou por cursos de canto e regência com alguns dos maiores profissionais, no Brasil e na Europa. Graduado  em Gestão de Marketing em 2011, Randolfo assumiu no mesmo ano a coordenação do programa Canta Petrópolis. Desde 2012  Leonardo Randolfo é membro do Conselho Municipal de Cultura, onde ocupou a presidência nos anos de 2012 e 2013, foi vice presidente no biênio 2014/2015 e retornou a presidência no início deste ano.

**Esportes será uma coordenadoria na estrutura da Fundação de Cultura comandada por Hingo Hammes, 38 anos, graduado em Educação Física pela Universidade Gama Filho, no ano 2000. Pós graduado em Educação Física e com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Há 16 anos atua como empresário da área de educação física. Em 2011 assumiu a vice-presidência do Conselho municipal de Esporte e Lazer e desde 2014 é presidente da Liga Petropolitana de desportos (2014-2016).

INPAS 

Subsecretário de Estado de Habitação do Rio de Janeiro nos anos de 2015 e 2016, Fernando Leite Fortes, 65 anos, foi consultor e chefe de Gabinete Parlamentar, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro entre 2011 e 2014. Em 2006 foi subsecretário de Estado de Governo do Rio de Janeiro. Na Câmara de Vereadores Fernando Fortes atuou como assessor especial da presidência (2009 a 2011), fruto da experiência como diretor Administrativo da Câmara Municipal de Petrópolis (1993/1996) e vereador entre 1989/1993.Entre 2003 e 2006 Fortes foi coordenador da Secretaria de Estado de Governo do Rio de Janeiro. Em 1987 atuou como assessor Especial da Secretaria de Estado de Governo Rio de Janeiro. Entre 1997 e 1999 foi chefe de Gabinete Parlamentar na Alerj. Fernando Fortes foi ainda diretor da 5ª Ciretran entre os anos de 1987 e 1988, Diretor Consultor da empresa Ely &Azevedo Consultores Associados entre 1999 e 2002,  e Diretor Administrativo da Clínica São Pedro por 12 anos (1978-1990).Na área de comunicação, Fernando Fortes atuou como diretor comercial no jornal Diário de Petrópolis entre os anos de 2008 e 2012 e como diretor do Jornal de Petrópolis entre 1981 e 1983.




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS