Petrópolis, 21 de Novembro de 2018.
Matérias >> Os Brados de Petrópolis
   
  O BRADO DE PETRÓPOLIS - ANO V Nº 58 - Out.2018: Pró-Gestão Participativa

Data: 15/10/2018

 

FRENTE PRÓ-PETRÓPOLIS: FPP

E-mail: dadosmunicipais@gmail.com

Portal: www.dadosmunicipais.org.br

Sitio: www.ipgpar.org

Grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/frentepropetropolis

Perfil no Facebook: www.facebook.com/pages/Frente-PRÓ-Petrópolis/622392747795027?pnref=lhc

Canal no YouTube:

www.youtube.com/channel/UCla8_OEuNRGN-wsK24klhpQ

Secretariado a cargo do Instituto Pró Gestão Participativa: IPGPar

Endereço: Rua Afrânio de Mello Franco, 333/101 – CEP 25.651-000 (Quitandinha) - Petrópolis/RJ

C.N.P.J.: 19.658.341/0001-87

 

 

O BRADO DE PETRÓPOLIS - Pró-Gestão Participativa: ANO V - Nº 58

Boletim mensal dedicado à prática da Gestão Participativa - 15 de outubro de 2018

 

1º BRADO: LEMBRANDO A ORIGEM DO DRAMA BRASIL

 

O sistema do governo de coalizão assegura ao Executivo os votos de que carece na Câmara e no Senado. Em contra-partida, pois é dando que se recebe, há que se lotear cargos nos ministérios, em empresas públicas, agências reguladoras, onde quer que o apadrinhado possa se dar bem. São os cargos ditos do “fura-poços”, que dispõem de verba alta e poder bastante.

 

www.dadosmunicipais.org.br/index.php?pg=exibemateria&secao=34&subsecao=&id=8056&uid=

 

2º BRADO: MODUS OPERANDI

 

O cidadão nomeado tem que entender que é uma peça no esquemão de gente grande. Ganhou o cargo para se dar bem, mas tem que corresponder junto ao seu benfeitor assim como este tem que proporcionar alegrias ao seu partido. É um jogo do tipo “todos ganham”, só o povo entra pelo cano. Assim, toda verba do cargo que vira ação, deve implicar em algum proveito para quem nomeou e para sua sigla. Caso não concorde, a vida pública do nomeado é abreviada; sem problemas, a fila de candidatos vira o quarteirão.

 

3º BRADO: DE CIMA ABAIXO

 

Graúdos bolaram o sistema; muitos partidos e seus mandatários aderiram e o executaram. Nomeia-se alguém ali, e o cidadão cobra uma “volta” em cada licitação que depender de seu cargo, para as empresas que participarem do jogo. Com os apoios recebidos em troca, as campanhas são inchadas com recursos sem contabilização, viciando os resultados; todos os atores asseguram o seu “por fora” que permite o luxo e as viagens que merecem estes dedicados servidores do povo. Claro que o que se gasta cá vai faltar lá, mas não se faz omelete sem quebrar ovos, quem tiver bom-senso há de compreender. Certo, vai faltar grana em escolas, hospitais e sistemas de esgotos, mas vocês querem ter tudo de uma vez só?

 

4º BRADO: A LAVA-JATO

 

Pois não é que delegados, procuradores e juízes federais resolveram discordar de tais hábitos? Nunca se tinha visto coisa assim: foram puxando a linha e foram aparecendo peixes cada vez maiores, todos pegos pelas iscas que eles mesmos prepararam. E veio diretor, chefe de repartição, tesoureiro, deputado, senador, marqueteiro, doleiro, chefe de Executivo, dirigente de partido, pessoas lá do mais alto patamar. Investigações, denúncias, acusações e defesas, provas e contra-provas, julgamentos de 1ª Instância e de 2ª também. Delações premiadas de pessoas físicas e até acordos de leniência das empresas. Um furacão.

 

www.dadosmunicipais.org.br/index.php?pg=exibemateria&secao=34&subsecao=&id=8085&uid=

 

5º BRADO: E A LENIÊNCIA DOS PARTIDOS?

 

Aqui em Petrópolis, o pessoal aplaudiu, vibrou, convenceu-se que algo mudara de vez no Brasil. Vá, sejamos francos: só não entendemos como conseguiram as siglas ficar de fora das sanções. Indicaram pessoas de moral frágil a rodo, explicaram-lhes as regras do jogo, receberam apoios financeiros oficiais de montão, e de caixa dois além da imaginação. Nada poderia ter tido lugar sem o seu conhecimento e consentimento. Para espanto de quem não é versado em assuntos de alta administração, pois não é que esses mesmos partidos, que já operam um monopólio eleitoral, não precisaram assinar nenhum acordo de leniência, não devolveram um real, continuaram merecendo cotas do Fundo Partidário, passaram a receber cotas ainda mais polpudas do Fundo Eleitoral, e estão a dar as cartas dizendo em que podemos votar nas eleições de outubro 2018? Que encanto é este que têm os partidos que os faz pairar acima das Leis? Será que estas mesmas siglas, com estes mesmos dirigentes, vão mudar seu jeito de ser? Candidatos avulsos já!

 

www.dadosmunicipais.org.br/index.php?pg=exibemateria&secao=34&subsecao=&id=8050&uid=

 

Para mais detalhes, acessem os “Brados” em nosso portal Dados Municipais:

 

www.dadosmunicipais.org.br/index.php?pg=listasubsecoes&secao=41

 

 

Post scriptum

# Sugestões e críticas são bem-vindas!

# Se deseja publicar ou indicar destinatários para o “BRADO”, agradecemos desde já. Neste momento, a nossa lista de e-mails conta com milhares de destinatários.

# Caso não deseje continuar a receber o “BRADO”, queira nos dizê-lo. Respeitaremos a sua vontade.

 

 

FRENTE PRÓ-PETRÓPOLIS: FPP




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS