Petrópolis, 26 de Fevereiro de 2020.
Matérias >> BR-040: obras da NSS
   
  Município aguarda licitações para que rodovias voltem a ser transitáveis

Data: 05/01/2020

 

Município aguarda licitações para que rodovias voltem a ser transitáveis

JANAINA DO CARMO - Redação Tribuna de Petrópolis


As três principais rodovias da cidade – União e Indústria, BR-040 e Serra Velha da Estrela - ainda aguardam pelas conclusões das licitações para a recuperação das estradas. Tanto o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) quanto o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit) iniciaram os processos licitatórios no ano passado, mas até o momento ainda não há previsão de quando as obras terão início. Além disso, a cidade ainda aguarda que o Ministério da Infraestrutura publique o edital da nova concessão da BR-040.

“O tamanho do prejuízo para a cidade é imenso e incalculável. São anos de descaso e lamentavelmente os governos passados não tinham compromissos com a população. Esperamos que esse ano essa situação mude porque tanto o governo federal quanto o estadual tem metas para estas estradas”, comentou o presidente do MercoSerra, o empresário Luiz Fernando Gomes.

Das três estradas, o trecho que mais chama a atenção devido a total falta de cuidados é a Serra Velha da Estrela. A rodovia que liga Petrópolis a Magé, está tomada de buracos. A via não é asfaltada e em vários pontos os paralelepípedos sumiram dando lugar a enormes crateras. A Serra Velha é de responsabilidade do DER que iniciou no mês passado os trabalhos de conservação e recuperação.

No entanto, devido a forte chuva que atingiu a cidade na quinta-feira (2), os reparos feitos pelas equipes do DER desapareceram. Na manhã de sexta-feira (3), equipes do Departamento de Estradas de Rodagem ainda estavam na região tentando fechar alguns buracos. Apesar do esforço em reparar o pavimento, o DER não informou quando abrirá a licitação para a recuperação total da estrada que nunca passou por obras de recapeamento.

Outra estrada que também está em péssimas condições é a Estrada União e Indústria, no trecho entre Pedro do Rio e Posse. A licitação está sendo feita pelo DER e aconteceu no fim do ano passado. Sete empresas participaram do certame e, de acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem, até o fim deste mês será divulgado o resultado final.

Quem vencer a licitação ficará responsável pela pavimentação, drenagem e sinalização de todo o trecho de 14,4 km entre os dois distritos. A previsão é de que a obra tenha duração de 240 dias e deverá começar cinco dias após a assinatura do contrato. Ainda não há previsão de quando o contrato será assinado, mas deve acontecer no primeiro trimestre de 2020. O investimento é de R$ 28 milhões.

“Estamos confiantes que ainda na próxima semana anunciem o resultado da licitação e a obra tenha início. Participei de todo o processo, as empresas que se interessaram estavam com toda documentação e tudo está sendo analisado”, comentou o vereador Ronaldo Ramos. A realização da obra pelo DER é uma imposição da justiça. Há 10 anos, uma ação civil pública foi aberta e o órgão foi condenado a fazer a recuperação da estrada.

O outro trecho da Estrada União e Indústria (no início da Barão do Rio Branco até Pedro do Rio) também passará por obras depois de uma década de ações judiciais. O processo está sendo feito pelo Dnit e foi concluído em novembro. Desde então está sendo aguardado que o departamento publique o resultado final da licitação.

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte, a empresa vencedora da licitação terá 60 dias para iniciar as obras após a assinatura do contrato. As intervenções acontecerão nos 25 km da via em um prazo máximo de 450 dias para serem concluídas. O projeto prevê a sinalização de todo o trecho, além de obras de contenção e drenagem, a implantação de rotatórias, a revitalização de pontos de ônibus e a recuperação de toda pavimentação. Entre as principais intervenções, estão melhorias na entrada de Pedro do Rio com ampliação dos canteiros e nova sinalização e também no acesso à União e Indústria pela comunidade chamada Arranha Céu, na BR-040. Neste ponto, estão previstas a ampliação da via e sinalização. 


Remendos na serra velha não suportaram a chuva

A chuva de quinta-feira destruiu boa parte do trabalho da operação tapa-buracos realizada pelo DER na estrada da Serra Velha da Estrela. Quase toda a via voltou a apresentar os problemas que se acumularam ao longo de décadas de abandono. A situação das outras estradas que passam em Petrópolis continua indefinida.


Nova concessão da BR-040 também está sendo aguardada para este ano

No final do ano passado, o Ministério da Infraestrutura anunciou que a licitação da BR-040 no trecho entre o Rio de Janeiro e Juiz de Fora (MG) acontecerá no quarto trimestre deste ano.

O edital, de acordo com o ministério, será lançado entre os meses de agosto e outubro e se o processo for concluído dentro dos prazos legais, a previsão é de que a nova concessionária passe a administrar a rodovia em 2021, ano em que se encerra a concessão da Concer. O valor da licitação não foi divulgado pelo governo federal, mas a previsão é de que o modelo seja o de outorga.

O valor arrecadado no certame será destinado ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte, que ficará responsável pela rodovia assim que o contrato da Concer chegar ao fim até que a nova empresa assuma a concessão.Uma das novidades do edital é a inclusão da BR-495 que liga Petrópolis a Teresópolis (Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues). A concessão prevê que a empresa vencedora faça a manutenção da estrada que atualmente também é de responsabilidade do Dnit.

Em nota, a Prefeitura informou que cobra do DER e do Dnit “que cumpram com as obrigações com a manutenção tanto da Estrada União e Indústria quanto da Serra Velha”. O município informou ainda que os dois locais têm recebido ações por parte dos órgãos competentes, citando como exemplo a aplicação de asfalto na reta de Itaipava e na Serra Velha, no fim do ano passado.



Fotos:
DADOS MUNICIPAIS
Os buracos, que tornam perigosa a Serra Velha, e que haviam recebido um remendo do DER, voltaram a aparecer
DADOS MUNICIPAIS
O trecho da União e Indústria que liga os distritos de Pedro do Rio e Posse aguarda o resultado da licitação


 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS