Petrópolis, 17 de Outubro de 2017.
Matérias >> BR-040: obras da NSS
   
  ANTT veta reajuste de pedágio na BR-040

Data: 18/08/2017

 

ANTT veta reajuste de pedágio na BR-040

/Blog Hugo Leal

 

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) decidiu não conceder reajuste nas tarifas de pedágio do trecho Rio de Janeiro – Juiz de Fora da rodovia BR-040, administrada pela Concer. O reajuste anual das tarifas na rodovia é realizado, por contrato, no mês de agosto. A informação foi divulgada, nesta quinta-feira (17/8), pelo deputado federal Hugo Leal (PSB/RJ), após encontro com o diretor-geral da ANTT, Jorge Bastos. “Qualquer aumento da tarifa seria um acinte se houvesse reajuste com esse cenário de obras da subida da Serra paralisadas e o péssimo serviço prestado aos usuários”, afirmou o parlamentar, autor de representações contra a Concer no Tribunal de Contas e na própria agência.

Hugo Leal explicou que pesaram para veto ao reajuste da tarifa o cenário de incerteza que ronda a concessionária. As obras da nova subida da serra estão paralisadas, além da situação envolvendo a Triunfo, controladora da concessionária – que acumula dívidas da ordem de R$ 2,2 bilhões e entrou com pedido de recuperação extrajudicial. O deputado ainda destacou que o seu trabalho em relação à Concer terá outras frentes. “A gente conseguiu subir o primeiro degrau neste sentido, com essa pequena compensação ao usuário que é o veto ao reajuste. Agora, vamos trabalhar para atingir o segundo degrau, que é impedir qualquer tipo de cobrança de pedágio na rodovia. Depois de alcançar esta etapa, vamos trabalhar para retirar imediatamente a Concer da gestão da rodovia, mesmo antes do término do período de concessão”, acrescentou.

O parlamentar frisou ainda que está acompanhando os estudos do Ministério dos Transportes para a retomada da construção da Nova Subida da Serra ainda neste semestre. “O ministério e a ANTT têm consciência da importância da obra para Petrópolis e toda a região. A Concer apresentou novo projeto que está sendo avaliado pelos técnicos do governo e também pelo TCU. Esperamos a decisão de como será viabilizada a retomada das obras, que é uma medida urgente”, afirmou o deputado Hugo Leal.

 

A construção da nova pista de subida da serra – prevista por contrato para ser concluída em 2006 – só teve início em 2012 e deveria ter sido concluída antes da realização das Olimpíadas do Rio, em 2016, o que novamente não aconteceu. A Hoje as intervenções, orçadas em mais de R$ 1,7 bilhão, – dos quais as obras estão paralisadas há quase dois anos e o TCU constatou sobrepreço de R$ 400 milhões no orçamento da obra e outras irregularidades.




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS