Petrópolis, 27 de Junho de 2017.
Matérias >> BR-040: obras da NSS
   
  ANTT EXAMINA LIGAÇÃO BINGEN-QUITANDINHA

Data: 09/02/2017

 

ANTT EXAMINA LIGAÇÃO BINGEN-QUITANDINHA

Por: Rogerio Tosta - Tribuna de Petrópolis

 

Um dos grandes sonhos dos petropolitanos, a ligação BingenQuitandinha, que tem mais de 30 anos, começa a se concretizar com a nova gestão da Companhia Petropolitana de Transportes (CPTrans), que apresentou à Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT), projeto que viabiliza a ligação, elaborado por técnicos da companhia em 2009. “O projeto está com a Agência, que colocou como prioridade para ser feita o mais rápido possível, atendendo ao pedido do prefeito Bernardo Rossi”, informou o presidente da CPTrans, Mauro Henrique (Maurinho Branco).
 
A ligação entre os bairros Bingen e Quitandinha existia até a construção da BR040, nos de 1980. Antes, a sua existência foi devido a construção da Estrada do Contorno de Petrópolis, nos anos de 1950, ligando a região de Itaipava a Xerém, sendo que, na altura do Quitandinha, foi aberto uma saída para o Bingen. Com isso, entre os anos de 1950 a 1980, Petrópolis contou com a ligação entre os dois bairros.
 
Conforme o projeto criado pelos técnicos da Companhia, o trecho da BR040
entre a entrada do Bairro Amazonas e o retorno para o Bingen, ficaria em mão dupla, permitindo a ligação BingenQuitandinha. Maurinho Branco explicou que este trecho que é apenas descida para o Rio de Janeiro, Itaipava e para o Bingen, teria uma via subindo, entrando na Rua Amazonas e saindo no Parque São Vicente, e pegando o final da atual pista de subida, seguindo em direção ao Quitandinha e para o Centro Histórico.
 
Ainda de acordo com o projeto, quem sai do Quitandinha em direção ao Rio, pega a pista existente hoje, porém, em vez de entrar a esquerda, como ocorre hoje, segue como se fosse para Rodoviária Leonel Brizola e, pega a pista usada pelos ônibus vão para o Rio, saindo do terminal. Já quem vai para Itaipava vindo do Quitandinha, terá que fazer o mesmo percurso e fazer o retorno para pegar a saída para os distritos e Minas Gerais.
 
Para que está no Bingen e quer ir para o Quitandinha, terá apenas que seguir o percurso atual (como se estivesse retornando para o Bingen) e seguir em frente, pegando a BR040, cujo sentido será subindo em direção ao Quitandinha e, ao passar o túnel, entrar no Bairro Amazonas, passando pelas ruas Bahia, Vassouras e Paula Buarque, saindo no Parque São Vicente. Nesta saída, pega o final da atual pista de subida da serra de Petrópolis e segue em direção ao Quitandinha, passando pelo pórtico, na Avenida Ayrton Senna.
 
Para o presidente da CPTrans, Maurinho Branco este projeto tem custo baixo e pode ser realizado rapidamente em acordo com a Concer. Por isso, com apoio do deputado federal, Julio Lopes, o prefeito Bernardo Rossi determinou que fosse apresentado a ANTT. No inicio desta semana, segundo Maurinho Branco, técnicos da ANTT e da Concer se reuniram para analisar o projeto da CPTrans e o elaborado pela concessionária. O objetivo é estudar os dois e ver a possibilidade de junção, desde que seja possível realizar a Ligação Bingen Quitandinha, mesmo com a obra da Concer parada.
 
O projeto da Concer prevê a construção de uma ligação entre os pórticos do Bingen e do Quitandinha, pois o acesso das pistas de subida e descida, seriam independente da pista de ligação entre os dois bairros. O projeto foi sempre colocado como a última etapa das obras da Concer, o que sempre irritou os petropolitanos. Segundo informações, a gestão anterior da concessionária, tinha como meta fazer a ligação com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2).



 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS