Petrópolis, 05 de Dezembro de 2019.
Matérias >> Artigos
   
  A farra dos aluguéis - Paulo Marambaia

Data: 09/11/2019

 

A farra dos aluguéis 

Paulo Marambaia - Radialista


A bem da verdade, não é de hoje que a Prefeitura, por diversos motivos, alguns por meio de acordos com o Ministério Público, outros a pedido das comunidades, e diversos outros por absoluta falta de planejamento, sai por aí alugando diversos imóveis, com os mais diferentes motivos e razões.

Nas necessidades da educação ou no setor social, reside o maior número de aluguéis pagos pelo município.

Não queremos apontar o dedo para esse ou aquele imóvel separadamente, já que a nossa Câmara Municipal é que tem o dever de fiscalizar e não o faz.

Entendo que através da nossa Tribuna de Petrópolis, podemos alertar parte dos petropolitanos e em nosso programa diário pela Rádio Imperial, que a “Farra dos Aluguéis” tem que ter um freio.

Em momento econômico difícil, não é fácil alugar um imóvel. Um amigo da campanha passada, um amigo do amigo que ajudou na campanha, um vereador amigo, um amigo do amigo do prefeito e por aí vai, também um imóvel, sempre tem disponível, do tamanho das necessidades da Prefeitura. É sempre assim.

Tentamos obter informações com companheiros antigos da Prefeitura, mas não conseguimos. Caberia ao atual prefeito vir a público com amplo levantamento em mãos e dizer que tomou posse com tantos imóveis alugados, em quais localidades, para que e quanto na época a Prefeitura pagava de aluguel, tudo documentado, e para quem é candidato a reeleição, seria um senhor trunfo ético e transparente.

O atual prefeito feito isso, relataria o que foi alugado no seu mandato e para quê? Onde? E por quanto?

Gostaria de queimar a língua e constatar nos próximos dias o prefeito vir a público e falar toda a verdade.

Petrópolis, com a falta de remédios nos postos, com a falta de manutenção viária por todo o município, com a falta de quase tudo, não pode se dar ao luxo de continuar pagando aluguéis dos mais diversos para contemplar amigos antigos ou novos de campanha, tirando da nossa gente mais pobre os mais elementares direitos de saúde, de moradia, de creches populares, de melhor salário para os trabalhadores da Prefeitura, e da turma da saúde, que tira leite das pedras para sorrir para os doentes que batem a porta todos os dias.

Falta um ano para as próximas eleições, e o prefeito, que não quis dar o cavalo de pau em parte importante do seu secretariado por dever favores, ainda tem tempo para recuperar o crédito perdido até aqui. Quem avisa amigo é, bem diferente dos atuais “amigos” que convivem diariamente e só dizem o que o prefeito quer ouvir.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS