Petrópolis, 17 de Junho de 2019.
Matérias >> Cidade >> Notícias
   
  Governo confirma que 22 pontes serão erguidas na Serra ainda este ano

Data: 13/09/2012

 

 

Ponte do Brejal, único acesso dos moradores, destruída nas chuvas de janeiro de 2011

A Secretaria de Estado de Obras (Seobras) apresentou nesta quarta-feira (12/09), na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), o planejamento de construção e reconstrução de pontes e de obras para a contenção de encostas na Região Serrana. A expectativa é que a maioria das 22 pontes sob a responsabilidade da Seobras será erguida até o fim de 2012, ao custo de R$ 14 milhões. Os dados foram apresentados, em uma audiência, para a Comissão de Representação que acompanha os gastos e a atuação dos governos para a reestruturação da Serra após as enchentes, presidida pelo deputado Luiz Paulo (PSDB).

 

Segundo o superintendente de Projetos e Acompanhamento de Obras da Subsecretaria Extraordinária da Região Serrana, José Beraldo, ainda há 45 pontes que serão reconstruídas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), ao custo de R$ 91 milhões. “Para a construção dessas novas pontes, foi necessário ser feito um estudo específico de toda a região, porque as que existiam já não podiam ser simplesmente reconstruídas. Estamos fazendo novas unidades que suportem fortes chuvas e, assim, poderemos ter o trabalho de prevenção de desastres”, justificou Beraldo.

O deputado Luiz Paulo sublinhou que a principal cobrança da comissão refere-se à demora para a conclusão das obras antes que a época de chuvas fortes recomece. “O trabalho começou desorganizado por parte das entidades públicas responsáveis pela reconstrução da Região Serrana, mas parece que, agora, elas se acertaram no seu planejamento. Por isso, somente nesse instante começamos a ver resultados. A comissão continuará cobrando das entidades para que as obras terminem o quanto antes”, disse.

Na primeira parte das obras já concluídas na Serra, o Governo estadual liberou cerca de R$ 147 milhões, que foram utilizados em intervenções nos municípios de Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis, e o Governo federal liberou R$ 81,6 milhões para a contenção de encostas. O superintendente apresentou a previsão de custos para as próximas ações na região: em fase de apresentação dos projetos e licitação, estão previstos R$ 80 milhões para a construção e reconstrução de pontes e, R$ 81 milhões para o trabalho em encostas.

 

 

FONTE: Tribuna de Petrópolis




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS