Petrópolis, 17 de Junho de 2019.
Matérias >> Cidade >> Notícias
   
  Termina impasse sobre revitalização da Rua Teresa

Data: 24/07/2012

 

Após meses de discussões e impasses, o projeto de revitalização da Rua Teresa deve enfim ser executado. Segundo o subsecretário estadual de Urbanismo, Vicente Loureiro, a previsão é de que na segunda quinzena de agosto o edital de licitação para a contratação da empresa que ficará responsável pelas intervenções seja publicado. As obras devem começar em janeiro de 2013. “É preciso enviar o edital para análise do Tribunal de Contas do Estado, depois tem os prazos para publicação. Temos que seguir os trâmites legais, o que levaria entre 60 e 90 dias para dar início às obras”, disse.

 

O ponto de partida das int ervenções será a Rua Chile (que foi incluída no projeto junto com a Aureliano Coutinho) e, de acordo com Vicente Loureiro, as obras não serão realizadas durante os meses de maior movimento. “Não vamos iniciar uma obra deste porte durante o mês de dezembro, por isso a previsão é de que as intervenções comecem apenas no início do ano que vem”, frisou o subsecretário.

Vicente Loureiro ressaltou que todas as questões em relação ao projeto já foram superadas. “Estamos terminando as negociações com as concessionárias de energia e telefonia, definindo quais serão as ações e realizações que elas deverão desempenhar no projeto de revitalização da Rua Teresa. Esta é uma obra que precisa de muita sinergia e esse tempo de reajustes ajudou a consolidar as relações e aprofundar mais os conhecimentos sobre as etapas da obra, para podermos realizar o trabalho com menos impacto”, disse.

O projeto de reforma da Rua Teresa – que deverá custar R$ 12 milhões – prevê entre outras coisas o alargamento das calçadas, a arborização, a padronização de barraquinhas de ambulantes, a qualificação da iluminação pública e cenográfica e o cabeamento de fios de baixa tensão, como telefonia e TV a cabo. Um dos pontos mais polêmicos da revitalização é a diminuição do número de vagas. De acordo com o projeto, serão 53 vagas a menos – sendo 49 para automóveis e seis para os ônibus.

Segundo o secretário de governo, Charles Rossi, a questão das vagas, principalmente as destinadas aos ônibus de turismo, estão sendo analisadas junto com o governo do estado. “Vamos equacionar esta questão junto com o andamento das obras”, ressaltou. Com uma história que corre paralela à fundação de Petrópolis, a Rua Teresa tornou-se um dos maiores polos de moda do país. Com 1200 lojas e 600 confecções, o tradicional corredor comercial petropolitano até hoje permanece ent re as primeiras opções de quem busca novidades no mercado do vestuário.




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS