Petrópolis, 19 de Janeiro de 2019.
Matérias >> Frente Pró-Petrópolis >> Reuniões e Eventos
   
  Proposta do Instituto Philippe Guédon defende candidatura avulsa às eleições

Data: 28/10/2015

 

Proposta do Instituto Philippe Guédon defende candidatura avulsa às eleições

Tribuna de Petrópolis, 28/10/2015

 

 

Uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) de iniciativa popular tem por objetivo alterar a Constituição Federal, incluindo texto, permitindo a candidatura avulsa, além da candidatura garantida pela filiação e indicação partidária.

A PEC será apresentada pelo Instituto Philippe Guédon pró-Gestão Participativa (IPGPar) na próxima reunião da Frente Pró-Petrópolis (FPP), que tem como meta fortalecer o projeto apresentado pelo senador José Antônio Machado Reguffe (PDT-Distrito Federal), com o mesmo objetivo. O coordenador da FPP, Philippe Guédon, acredita que uma PEC de iniciativa popular tem mais chances de ser levada à votação no plenário do Congresso Nacional, mesmo assim vai buscar apoio do senador.

“Acredito que a candidatura avulsa pode ser uma saída para a crise de representação política que o país vive atualmente, pois muitas pessoas de bem aceitariam ser candidatas, mas não querem estar vinculadas a partidos”, comentou.

Assim como o senador Reguffe, o coordenador da FPP defende também que é minoria os cidadãos que estão filiados a partidos e somente esses podem ser candidatos, deixando fora do processo cerca de 89% dos cidadãos brasileiros. Para ambos, o processo atual de escolha de candidatos tem se mostrado antidemocrático e por isso acreditam que a candidatura avulsa vai permitir uma participação maior de cidadãos. Guédon afirma ainda que um candidato avulso terá apoio popular ou será indicado por um segmento social e que vai fiscalizar a atuação e cobrando candidato.

Hoje, na opinião de Guédon, os políticos estão tão envolvidos com seus partidos que não representam mais a população e uma maioria está preocupada apenas em fazer carreira política. O coordenador da FPP cita como exemplo a eleição ocorrida no México, que elegeu Jaime Rodríguez El Bronco, como o primeiro candidato independente que governará um estado do país.

 




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS