Petrópolis, 23 de Setembro de 2018.
Matérias >> Frente Pró-Petrópolis >> Pautas e Atas
   
  FPP ATA REUNIÃO 04/06/13

Data: 04/06/2013

 I – PRESENÇAS REGISTRADAS E DATA DA PRÓXIMA REUNIÃO 

 
01 - Ausências justificadas: Humberto Fadini, Josília Fassbender, 
 
Maria Helena Arrochellas, Rolf Dieringer, Aparecida Barbos (para evitar 
 
constrangimento ao Sec. de Saúde se desejasse formular alguma crítica)
 
02 - Presenças registradas na Folha: Jonny Klemperer, FIRJAN; Pr.Oldemar 
 
Dressler, OMEBE, Juarez Borges, SSA/Financeiro; Silmar Fortes, AM 
 
Bomfim; Pr. Adilson Luiz da Silva, COMEMPE; Neyse Lioy, ABEPE; Maria 
 
Inês Carvalho, Cidadã; André J.M.Carvalho, Cidadão; Vitória Pereira Silveira, 
 
SSA/Deptº Compas; André Luís Borges Pombo, SSA/Deptº Atenção Básica; 
 
Fernanda Ferreira, GAP; Carlos E C Pereira, ComCidade e GAPA; Amanda 
 
Moraes, COMAC; Vânia Lopes Badin Werneck de Carvalho, SSA; Sílvia 
 
Guédon, SPE; Roberto Rocha Passos, Gab. Deputado Fed. Hugo Leal; José 
 
Paulo Ramos Martins, Casa da Cidadania; Mário Guarnido Duarte, UCP; 
 
Paulo Roberto Rodrigues da Silva, SOS Vida; Sandra Gioia, CIP e CVB; 
 
Carlos Alvarães, OAB; Janaína Moebus, CAALL-UCAM; Henrique Ahrends, 
 
AB Planejamento Urbano; Francisco Eccard, APM-Petrópolis; Pr. Márcio 
 
Rabello, Assessor Parlamentar Dep. Washington Reis; Anderson Luiz Veiga 
 
Cardoso, Cidadão; Philippe Guedon, AADA (Total: 27)
 
03 – Reunião a seguir: terça, 18 de junho de 2.013, presença do presidente do 
 
INPAS, Marcus Curvêlo.
 
04 - Calendário dos próximos 3 meses
 
       Junho: 18 
 
Julho: 02 e 16
 
Agosto: 06 e 20
 
II – FPP
 
01 -  DR. ANDRÉ DE SÁ EARP. Ficou retido na Prefeitura por causa de 
 
reunião de Secretariado. Aparecida Barbosa preferiu não estar presente,
 
hoje, para evitar qualquer melindre ou constrangimento, e a FPP parabeniza 
 
a atitude. Pediu ao Dr. André Pombo, ex-Secretário de Saúde, do QP e atual
 
Diretor do Deptº de Atenção Básica, para representá-lo, com os demais 
 
representantes da SSA e FMS presentes. André Pombo lembra que é 
 
Dentista do quadro do INPAS (que deixou de atender questões de Saúde por 
 
força de Lei). Apresenta os seus Companheiros/as acima citados (lista de
 
presenças). Encontraram, ao chegar, uma situação complicada (nota: em 
 
nenhum momento da apresentação ou das respostas, os representantes da 
 
SSA referiram-se desairosamente aos seus Antecessores; merece o registro
 
de aplauso “republicano” da FPP). A Casa da Providência fechara as suas 
 
portas em 31.12.12. 45 leitos do SUS, dos quais 2 de UTI, alguns de
 
internação e 28 de maternidade. Coube ao SEHAC absorver esta demanda, 
 
que representa um custo adicional de cerca de 1.5 milhão por mês, e 
 
significou também um problema de espaço físico. A Providência cedeu, 
 
apenas, camas da maternidade e cabides de soro. Os equipamentos, todos
 
da Congregação, foram levados para outra Casa da Instituição. Petrópolis 
 
perdeu os serviços de uma Associação filantrópica. O Prof, Guarnido
 
esclarece que o Governo federal não permite mais que uma entidade 
 
filantrópica ofereça gratuidades em outra unidade do que naquela que aufere
 
renda. No caso, a Casa de Saúde São Vicente(Rio) gera receitas, mas não 
 
seria mais possível oferecer serviços gratuitos compensatórios em
 
Petrópolis. Há problemas semelhantes na área da Educação. Retomando a 
 
exposição, André Pombo ressalta que herdamos as tarefas que eram
 
desenvolvidas pela Providência e que deverão ser custeadas com verbas 
 
municipais, até que os nossos pleitos de compensação do SUS possam ser
 
apreciados.  No HAC, o setor de urgência/emergência estava desativado 
 
desde setempero ou outubro de 2.012. Num primeiro momento, instalamos a 
 
maternidades nesses locais sem atividade. Petrópolis ganhou duas UPAs, 
 
mas ambas no 1º Distrito, deixando descobertos os demais Distritos. O 
 
Governo contratou um estudo da FGV que deverá estar pronto dentro de
 
dois a três meses, e nos ajudará a ter clareza sobre os rumos a seguir. André 
 
Ponbo é o Presidente do ComSaúde, e este ano é o ano da Conferência que
 
ocorre a cada biênio. Esperamos um grande comparecimento da Sociedade e 
 
dos Profissionais, para que se possam definir linhas mestras. Philippe
 
lembro que o RI do ComSaúde foi definido em Lei, e diversas alterações 
 
foram deliberadas por decreto, o que deverá ser acertado. O modelo do
 
SEHAC foi questionado pelo MP, basicamente por ser uma terceirização. A remunicipalização foi determinada em 2ª Instância, mas o Governo pensa
 
recorrer, à luz de exemplos que operam ainda hoje, como a Rede Sara. A 
 
grande facilidade que assegura o Serviço Social Autônomo é no campo dos
 
RH, pois permite resolver problemas que o Concurso Público não atende 
 
mais, como a contratação de neuro-cirurgião. Desde 2.008, o SEHAC
 
assumiu a gestão dos RH e a Fundação deixou de tratar do assunto. Mas não 
 
há como imaginar-se um retorno sem um período de transição. Lembrou que
 
o HAC era federal, foi municipalizado em 1.992 com zero recursos ; até então 
 
só dispunha de Sanatório e de clínica médica. Em 2.006, tentou-se devolver o 
 
Hospital. A partir de 2.008, conseguiu-se um apoio de 800.000 reais. O que se 
 
consegue arrecadar como Hospital de Ensino é insuficiente; o custo para o 
 
Município deve girar em torno de 4 a 5 milhões. A responsabilidade é do 
 
Governo Federal mas é difícil conseguir revisão. No quadro da atenção
 
básica, com pouco menos de 45% da população coberta pelos PSF. 
 
Enquanto uma determinada área não dispõe de PSF, a tendência é das 
 
pessoas que sofrem de males simples procurarem as Unidades de urgência/
 
emergência, sobrecarregando estas e desviando a atenção de seu verdadeiro 
 
papel. Estamos desenvolvendo um programa de atendimento domiciliar. As
 
equipes tentam acelerar o processo de alta, passando a visitar o paciente em 
 
seu domicílio, o que libera um leito e dá maior conforto ao paciente. Quanto
 
ao SAMU, foi inspirado em modelo francês, retomado por POA e depois pelo 
 
Governo Federal. É a sigla do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. O 
 
telefone é o 192. Existe um Consórcio na Região Serrana, mas ainda não está 
 
ativo, por dificuldades de alguns membros. Três Rios já instalou o seu. O 
 
nosso prédio já foi inaugurado, agora temos que fazer um processo seletivo 
 
provisório, deixando o Concurso definitivo para o Consórcio. Este processo
 
seletivo terá as suas inscrições abertas em 17.06. As ambulâncias já estão 
 
na rua; são 16 na Região Serrana, das quais 3 em Petrópolis: Posse, Retiro e 
 
Alto da Serra. Passando para o tema do Banco de Sangue, o Pr. Adilson 
 
lembrou o seu especial interesse, na “Campanha pela Vida”. Em recente
 
reunião na Câmara – a SSA não estava presente – ficou sabendo que 
 
passamos do patamar de 40 doadores/dia para o de 20. André diz que a 
 
doação é ato voluntário e certos momentos, como o Carnaval, sempre 
 
assustam muito. Os Bancos de Sangue que temos em Petrópolis são os do
 
Sta. Teresa e do SMH;os demais compram as bolsas desses Bancos (Jonny 
 
pergunta se há, portanto, comércio de sangue, e André reponde que a 
 
doação não envolve ônus, mas o processamento do sangue e a sua guarda 
 
implicam em despesas). A PMP chegou a pensar na criação de um Hemo
 
Centro, no quadro de um Programa federal chamado REFORSUS. Mas o 
 
imóvel está merecendo outro destino, e esta ação não será continuada. Mário
 
Guarnido fala de sua experiência, que indica ser mais efetiva a doação nos 
 
locais de trabalho ou de estudo onde a zoação dos colegas leva um maior
 
número a participar. Na UCP, o trote Solidário, com a motivação repassada 
 
pelos alunos de BioMedicina, levou um grande número de estudantes a 
 
doarem sangue. Um dos presentes lembra o Exército, e o Prof. Mário informa 
 
que o Exército costuma usar o ônibus da Banda para levar seu pessoal para
 
o Hospital contribuir com a doação. É também passada a informação que o 
 
Hosp. Santa Teresa não cobra estacionamento dos que vão doar sangue.
 
Passando para o tema dos Convênios, André informa que todos em curso 
 
estão sendo revistos, da castração animal ao Instituto de Homeopatia 
 
Roberto Costa. A contratualização é um sistema que nos vêm da Catalunha, 
 
e que trata do sistema público de Saúde que não é 100% estatal. Carlos 
 
Eduardo levanta o caso do GAPA, cujas verbas para apoio à castração de 
 
animais – segundo o Governo – somente poderia ser concedidas como 
 
subvenção social, o que implicaria num leque de usos possíveis que não 
 
coninham ao GAPA, que assim preferiu se abster. Ferenanda Ferreira 
 
informa que a questão já está superada e pede que o GAPA encaminhe a sua
 
documentação ao GAP (GAP e GAPA, ficou meio esquisito, mas assim é). 
 
Mário Guarnido informa que a UCP está ultimando detalhes para uma
 
proposta interessante: colocar alunos ao dispor da PMP, sem ônus, para que 
 
possam conhecer determinados locais e práticas, e assim, aprender sob a 
 
vertente da prática. Sobre os efetivos, Juarez anotou o e-mail de Philippe a 
 
quem passará os efetivos completos da Saúde, nas suas diversas
 
categorias, bem assim como dados sobre a aquisição de sangue e o valor 
 
total que a PMP recebe do Governo Federal para aplicação no SUS. Jonny
 
pede se a Casa da Providência pode voltar a operar e André reponde que o 
 
CNPJ foi encerrado. Não é intenção da Congregação voltar a atuar em
 
Petrópolis, mas pode ser que algum acordo de locação do imóvel aconteça, 
 
para uso por outra empresa ou entidade. Foi comentado o baixo nível de
 
pagamento que o SUS repassa para o Município. Por exemplo, um leito de 
 
UTI é ressarcido a cerca de 470/dia. Como dispomos de 40 leitos, o déficit
 
gerado é considerável. Seria necessária, enfatiza a Drª Vânia, uma grande 
 
revisão do SUS.  Roberto Rocha Passos reconhece a melhoria havida, mas
 
pergunta como andam as filas de espera para cirurgias seletivas, pois ainda 
 
constam muitas reclamações. A Drª Vânia responde que o caso varia muito
 
segundo o tipo de cirurgia seletiva. O ponto de estrangulamento é a 
 
disponibilidade de leitos de UTI; tínhamos problemas na área de cancro do
 
intestino e da neuro-cirurgia. Hoje, o primeiro ponto já nos torna referência 
 
em oncologia. Em urologia, também enfrentamos dificuldades. O Prof. Mário
 
acrescenta que a tabela do SUS (e seus antecessores) já era problema antes 
 
da CF de 88. Porém à época, somente eram atendidos os portadores de 
 
carteirinhas do INPS (INSS). Quando veio a universalização, em 88, o público 
 
mais do que dobrou. A tabela foi se deteriorando, a classe média migrou 
 
para os planos de saúde; o SUS criou os usos mas não as fontes. Abordando 
 
o problema do crack, Fernanda informa que Petrópolis aderiu ao Programa 
 
“Crack, é possível vencer”. Entre verbas para consultório na rua, unidade de 
 
acolhimento adulto e infantil, CRAS, ônibus, 2 carros e 2 motos, e instalação 
 
de 20 câmaras de TV para fiscalização, e capacitação de GCs e PMs,
 
estaremos recebendo, inicialmente, cerca de 7 M. André informa o seu e-mail 
 
para contatos and_pombo@hotmail.com. Entre perguntas pontuais, é 
 
perguntado porque o cartão SUS não é aceito no HAC (e a resposta será 
 
encaminhada a André Carvalho), e feito um apelo para quem possa
 
conseguir doações de fraldas geriátricas para o Instituto Yolanda Duarte, na 
 
rua Hermogêneo Silva. Ao final da exposição de André e da resposta às
 
indagações pela equipe da SSA, a FPP agradeceu e os Amigos foram 
 
saudados com uma prolongada salva de palmas. A equipe se retirou por
 
volta das 11:35.
 
02 – Plano Diretor. Não sabemos os motivos de não ter sido encaminhado 
 
para a Câmara. O acordo de cavalheiros entre a MP e o MP definia a data de
 
15.12.12. Depois, quando da preparação da Conferência da Cidade, pensouse que seria possível remetê-lo na virada de abril para maio. 
 
03 – ComCidade. A reunião de ontem, dia 03, não teve quorum, somente
 
tendo comparecido Carlos Eduardo, a assistente da Ver. Gilda Beatriz, 
 
e a seguir Sílvia e Robson. A Mesa não entende por que a nomeação de
 
Paulo Martins, solicitada e prometida para o dia seguinte há semanas, 
 
foi congelada, pois não implica em ônus adicionais. Fernanda dispôsse a esclarecer os mal-entendidos que têm levado o ComCidade a um
 
certo desalento. A FPP sugere um diálogo, para recolocação do tema, tão
 
importante, nos trilhos adequados. 
 
NOTA: Fernanda Ferreira me telefona e informa ter ocorrido algum malentendido pois os Secretários Eduardo Áscoli e Jorge Maia lá estiveram, 
 
ou lá tentaram chegar. O Secretário Eduardo Áscoli irá esclarecer os fatos 
 
diretamente com Carlos Eduardo. A FPP torce para que o episódio possa 
 
ser esclarecido desde logo, espancando (com permissão do Dr. Alvarães) as 
 
dúvidas existentes. O ComCidade precisa ser um somatório entre Executivo,
 
Legislativo e Sociedade. E vai sê-lo.
 
04 – INK. Ficou agendado, para 21 de junho, sexta feira, 09:00h, encontro 
 
do Sr. Prefeito e membros da Equipe da PMP cuja presença deseje, com a 
 
Mesa Coordenadora da FPP (Josília, Maria Helena, Sandra, Sílvia, Jonny, 
 
Carlos Eduardo, Alvarães, Pr. Adilson – substituindo o Pr. Luiz Carlos – e Ph.
 
Guédon). A pauta será, conforme sugerida em 28.05: 
 
“A nossa pauta para o encontro de sexta, 21.06, 09:00h, Palácio Sérgio Fadel
 
(mudança de data em função de visita de Ministro a Petrópolis no dia 14, 
 
manhã), fica assim submetida ao Sr. Prefeito:
 
     Objetivo: harmonizar pontos de vista sobre prioridades e modos de 
 
proceder, para que a Participação possa se dar construtivamente.
 
     A  - Reforma Administrativa: vista como essencial, começaria 
 
pela reativação do Caram por ato do Sr. Prefeito, afim dede elaborar uma
 
proposta de Reforma em prazo definido.
 
     B  - Recursos Humanos: os aspectos referentes aos RH (efetivos, 
 
distribuição, cargos, CCs, planos de carreira, RPPS) fariam parte do 
 
estudo pelo CARAM
 
    C - CARAM: Se aceitas as premissas, poderíamos das algumas sugestões 
 
sobre o CARAM e conhecer o papel da Sociedade no estudo ?
 
    D - INK: esquema de trabalho de revisão do PL que retornou e grandes 
 
etapas de um cronograma (inerente à Reforma Administrativa).
 
     E  - Plano Diretor: envio para a Câmara, planos setoriais, ação junto à 
 
Câmara e unidade na Audiência Pública, PPA
 
    E - Gestão Participativa: linhas mestras do diálogo Povo / Poderes, no 
 
ComCidade e nos Conselhos temáticos Municipais (atenção especial: PPA e 
 
LOA)
 
     F - Questões que representam "ameaças e oportunidades": a) EF Grão 
 
Pará; b) Washington Luiz e novo traçado da BR-040; c) mobilidade urbana
 
(inclusive Distritos); d) Cuiabá e Quitandinha (e verão 2.013/2.014), Audiência 
 
Pública e TAC proposto pelo MP; e) Horto Municipal no Caetitu (plantas
 
medicinais) proposto pela Fiocruz em área de uso cedido pela PMP”.
 
05 – Requerimento nº 02 à Câmara, sobre o artigo 79 da LOM.  Alvarães 
 
informa que dará entrada na sexta feira, 07. 
 
06 – LOM e RI da Câmara.  Sugerimos aguardar a visita da Professora Doutora
 
Janaína Santín ao ensejo da  Aula Magna Comunitária para aprofundar um 
 
pouco mais os conceitos, que podem aprimorar o texto da Câmara. 
 
 7 – Balanços da COMDEP,  CPTrans e INPAS e suas respectivas Auditorias. 
 
Ainda não foram publicados até esta data. 
 
08 – DO na Biblioteca Gabriela Mistral. Assunto já resolvido pelo GAP/
 
ASCOM e saudado pela FPP. 
 
09 – INPAS (RPPS). O tema será esclarecido na reunião do dia 18, com
 
a presença da Marcus Curvêlo. Sugerimos que os integrantes da FPP se 
 
ilustrem sobre o tema, buscando “Equilíbrio dos RPPS” via Google e lendo
 
o quadro dos déficits atuariais que faz parte da LDO que ora está sendo 
 
estudada pela Câmara Municipal. Silmar informa que em 17.06, às 18:30h, 
 
haverá uma Audiência Pública na Câmara sobre o tema da Educação 
 
Previdenciária, com a presença do Dr. Julio Passos, Atuário do INPAS. 
 
Todos estão convocados. Silmar lembra que apresentou, como Indicação, 
 
a ativação do Conselho do Município e do Conselho dos Direitos Humanos. 
 
Fernanda esclarece que o dos DH está sendo objeto de estudos no GAP.
 
10 – Estrada Parque. Por falta de tempo, o assunto não foi tratado. 
 
11 – Nogueira. Anderson Luiz Veiga Cardoso, convidado a participar da vida
 
da FPP, nos dirá se algo evoluiu na sua batalha pró Nogueira. Por falta de 
 
tempo, o assunto não foi tratado.
 
12 – Partidos, Sindicatos, Associações de Moradores. Por falta de tempo, o 
 
assunto não foi abordado. 
 
13 – Capacitação. Todos os interessados no tema do Comitê Gestor Portal 
 
Dadosmunicipais, assim como no tema da Capacitação, ficam convidados
 
para uma reunião extraordinária da FPP, na quarta feita, 12,06, das 09 
 
às 10:30, na Casa da Cidadania, Rua Visconde de Souza Franco 474. As
 
decisões que vêm sendo adiadas serão tomadas na ocasião. Fernanda 
 
Ferreira tem abordado o assunto da Capacitação, que vem fazendo objeto de
 
interesse no GAP.  
 
II – VALE DO CUIABÁ
 
01 – Ação do Governo Municipal. A FPP continua ao seu dispor para
 
os assuntos do Cuiabá e Adjacências, e do Quitandinha e Adjacências. 
 
Coordenador da Comissão da FPP: Carlos Alvarães.
 
02 – Comissão das Chuvas. O Companheiro Silmar Fortes informa: Gostaria
 
de convidar para a próxima reunião da Comissão Especial das Chuvas, que 
 
acontecerá na Sala das Comissões da Câmara Municipal de Petrópolis, dia 11
 
de junho, às 13:30. Um grande abraço, Silmar Fortes.
 
03 – Visita ao Cuiabá. É ainda o Vereador Silmar Fortes (parabéns pelo
 
seu mandato oni-presente e atuante) que informa: “Boa tarde, gostaria de 
 
convidar a todos para uma visita da Comissão Especial de Acompanhamento
 
das Chuvas ao Vale do Cuiabá com a Dra. Zilda Januzzi. Esta acontecerá 
 
dia 7 de junho de 2013. O local de encontro será na Praça de Nogueira ás
 
9h ou no Posto de Gasolina na entrada do Vale do Cuiabá às 9:15min. A 
 
presença de todos é fundamental. Obrigado. Um abraço, Silmar Fortes”. A 
 
NovAmosanta será representada por Roberto Penna Chaves.
 
04 – Apoio do Deputado Federal Washington Reis. O Pastor AdIlson solicitou 
 
apoio à sua volta e tivemos o prazer de receber a visita do Pr. Márcio Rabello,
 
que informou estar autorizado a colocar o Gabinete do Pastor e Deputado 
 
Washington Reis ao dispor da FPP para as ações necessárias no Vale
 
do Cuiabá. Saudamos a presença do Pr. Márcio, assim como de Roberto 
 
Rocha Passos, do Gabonete do Deputado Federal Hugo Leal. Os interesses
 
legítimos de Petrópolis estarão extremamente bem defendidos. O Pr. Márcio 
 
fez questão de conhecer e cumprimentar Roberto Rocha. Com a visita de
 
sexta e a audiência de terça, teremos condições de selecionar os assuntos 
 
nos quais nossos Deputados poderão nos ajudar de modo mais eficaz.
 
05 – Ações do GAP. Fernanda fala do apoio à APPO, onde poderão 
 
permanecer e descansar os pacientes do CTO que vêm de fora. Alvarães, que 
 
teve más experiências com a oncologia de Petrópolis se coloca ao dispor do 
 
GAP na sua condição de advogado pois alegra-se em constatar um esforço
 
em área que considerava precária. Philippe dá testemunho de caso recente 
 
em que o CTO foi considerado exemplar, pelo tratamento (quimioterapia) e 
 
pelo ambiente de atendimento fraterno ao público fragilizado. Fernanda cita 
 
também o Recicla Tecidos, que será apoiado pelo Governo Municipal.
 
III – PROFESSORA DRª JANAÍNA RIGO SANTÍN
 
01 – Vinda confirmada na sexta 07.06; retorno na 2ª feira, 10.06, em 
 
companhia do marido, Sr. Alexandre.
 
02 – Uma Comissão de recepção e acompanhamento foi formada por Neyse
 
Lioy, Sandra Gioia, Josília Fassbender, Fernanda Ferreira, Sílvia Guedon, 
 
Pr. Adilson e Paulo Martins. Nossa Amiga Josília estará no Grande Hotel, no 
 
sábado 08 às 08:20h para conduzir a Professora e o Sr. Alexandre ao LNCC e 
 
assegurará o trajeto inverso, ao fim do evento. 
 
03 – Vamos detalhar a sugestão dos preparativos para a Aula Magna 
 
Comunitária, de cujos detalhes Sílvia e Paulo Martins aceitaram cuidar.
 
A – Portaria do LNCC: a lista que segue ao pé destas notas será 
 
deixada na Portaria, (atualizada até o último momento) para permitir acesso
 
ao estacionamento. A GC estará presente para auxiliar.
 
B – Eventuais presenças de quem não esteja na lista serão bem-vindas
 
(pessoas que não se inscreveram, ou leram no jornal, ou souberam por outra 
 
fonte). Será pedido o pagamento da taxa de apoio, mas serão evitados
 
quaisquer incidentes. Não é justo, mas será aceita a entrada de quem não 
 
queira pagar, na medida da capacidade do local (180 lugares).  
 
C – Na entrada do Auditório, será instalada a Mesa de Recepção, 
 
constituída pela Comissão (Nota 02) e por quem a quiser ajudar. Confirmarão
 
as presenças na lista, acertarão algum detalhe pendente, os e-mails 
 
informados serão checados (para fins de envio de material sobre a Aula
 
Magna) e entregarão os recibos ainda não distribuídos. A identificação será 
 
feita com tanto maior agilidade se cada Apoiador conhecer o seu nº (ordem
 
cronológica) de inscrição.
 
D – As primeiras filas serão reservadas pela Comissão para os nossos
 
Convidados presentes.
 
E – Som, coffee-break, GC/agentes de trânsito, equipe da COMDEP
 
para limpeza foram disponibilizados pelo GAP.
 
F – Filmagem: foi disponibilizada pelo Pastor Adilson;
 
G – Não pensamos formar Mesa, pois as formalidades de abertura 
 
serão simplificadas ao máximo: abertura, Hino Nacional e Hino de Petrópolis
 
(temos que prever o som com CDs do Hino Nacional e do Hino de
 
Petrópolis), rápida evocação da participação popular em Petrópolis,
 
apresentação da Professora Doutora Janaína. Assistir à uma  palestra de 
 
frente é muito mais confortável do que de lado. E passaremos à Aula Magna
 
Comunitária. Um representante da FPP permanecerá sentado ao lado da
 
Professora, para abrir a reunião e atendê-la no que se fizer necessário.
 
Prever garrafinhas de água, copos, algum tipo de ornamentação, como dois 
 
pequenos vasos de plantas. Papel de rascunho, algumas canetas
 
esferográficas deverão ser disponibilizadas.
 
H – Entre a abertura (09:00h) e o início da Aula Magna (09:45h)
 
pensamos que os Apoiadores e Convidados já estarão todos presentes. 
 
I – A Professora Drª Janaína pediu que todos dispusessem de um
 
exemplar do Estatuto da Cidade (Lei federal nº 10.257/01). Reiteramos o
 
pedido, disporemos de alguns exemplares (40) para quem não puder
 
providenciar o seu, e Paulo Martins aceitou assegurar um exemplar em
 
power point (data-show) caso se revele conveniente a projeção, assim como
 
a letra dos Hinos.
 
J – A Imprensa foi convidada e esperamos que esteja presente. Um 
 
release será publicado.
 
K – Às 11:00h, ou assim que a Aula Magna propriamente dita for 
 
concluída, faremos uma breve pausa (15 minutos) para um coffee-break nos
 
locais que dão acesso ao auditório. Se o coffee-break se estender além do 
 
tempo previsto, será em prejuízo do tempo que se conta dedicar às
 
perguntas e respostas.
 
L – As perguntas formuladas nas papeletas entregues na chegada,
 
serão recolhidas durante o tempo do coffee-break e entregues à Drª Janaína,
 
que escolherá algumas, de particular interesse geral, para serem
 
respondidas no tempo disponível. As perguntas não-respondidas serão 
 
encaminhadas à Drª Janaína para que possa esclarecê-las, tão logo possível,
 
por e-mail. 
 
M – Às 12:15 encerraremos o período de respostas orais às perguntas,
 
(evitadas as réplicas, para permitirmos a pluralidade dos participantes). 
 
Pensamos solicitar à Sra. Neyse Lioy agradecer em nome da FPP e dos
 
petropolitanos. Encerraremos a Aula Magna às 12:30, prevendo a liberação 
 
completa dos locais até às 13:00.
 
04 – As demais providências para a estadia, bem como o programa, já estão
 
bem definidos. Fico ao dispor para quaisquer dúvidas. 
 
05 – Lembramos a forma de pagamento dos ingressos: depósito na conta 
 
corrente  de Philippe Guédon e/ou, CPF 003 998 927 – 53, Banco Bradesco,
 
nº 237, Agência 3403-7, conta 035275-6. Favor avisar o depósito pelo e-mail 
 
informado no timbre (tenho, neste momento, três depósitos de origem não
 
identificada). 
 
IV – DADOS MUNICIPAIS E CURSOS DE CAPACITAÇÃO
 
Reunião extraordinária quarta feira, dia 12, das 09:00h às 10:30, na 
 
Casa da Cidadania. Todos os integrantes da FPP estão convidados.
 
ANEXO I
 
LISTAS DOS APOIADORES E DOS CONVIDADOS
 
LISTA DE PRESENÇAS AULA MAGNA COMUNITÁRIA 08 05 13 LNCC
 
INGRESSOS DE APOIO
 
Ref Nome data  data  e-mail
 
         Reserva    Pagto
 
01  Philippe Guédon            18.04       24.04 phiguedon@gmail.com
 
02 –  Lucia Guédon            18.04       24.04    luciaguedon@gmail.com
 
03 –     Sílvia Arantes Guedon            18.04       24.04    silviaguedon@hotmail.com
 
04 –     Jonny Klemperer            19.04       03.05    jklemperer@quatratelecom.com.br 
 
05 –     idem                               19.04       03.05 
 
06 –     idem                                                       19.04        03.05   
 
07 –    Josilia Fassbender            19.04        16.05   josiliafassbender@gmail.com
 
08 –     idem                  19.04        16.05
 
09 –     idem           19.04        16.05
 
10 –    Gabin. Dep. Fed. Hugo Leal                  19.04        21.05   rrochapassos@hotmail.com
 
11 –     idem                                                        19.04        21.05
 
12 –     idem            19.04        21.05
 
13 –     idem            19.04        21.05
 
14 –     idem 19.04   21.05
 
15 –     Ricardo Conte  19.04       24.04   rconte@rconte.com.br
 
16 –     Neyse Lioy  19.04       07.05   neyselioy2@hotmail.com
 
17 –     idem      19.04       07.05
 
18 –     Maria Helena Arrochellas  19.04       09.05   bolrede@terra.com.br
 
19 –  idem 19.04       09.05
 
20 –      idem             19.04       09.05
 
21 –      Fernanda Ferreira  19.04  fernandaferreira@petropolis.rj.gov.br
 
22 –     Carlos E C Pereira  19.04      07.05   carlosecpereira@gapaitaipava.com.br
 
23 –      idem 19.04      07 05
 
24 –      idem 19.04      07 05
 
25 –  José Paulo Ramos Martins   19.04      21.05    martinscidade@gmail.com
 
26 –      idem 19.04      21.05
 
27 –  Francisco A. Eccard  19.04  04.06  apm-pet@compuland.com.br
 
28 –  Gilda Jorge  20.04  29.05  gildajorge7@gmail.com
 
29 –  Humberto Fadini  21.04      22.05    hfadini@globo.com
 
30 –      Jefferson de Figueiredo Rosa/ DEM  22.04  jeffigueiredo2@gmail.com
 
31 –     Sérgio Paulo A. Boechat  22.04      06.05    spab@terra.com.br
 
32 –     Nivaldo Pereira  22.04  22 05    nivaldo1@terra.com.br
 
33 –  idem 22.04      22 05
 
34 –      Marcus Curvelo  24.04  28 05  marcuscurvelo@hotmail.com
 
35 –  idem 24.04      28.05
 
36 –  idem 24.04      28.05
 
37 –  Sebastião Médici  24.04   03.05    sebastiao.medici@yahoo.com.br
 
38 –      idem 24.04      03.05
 
39 –  Alessandro  Gil da C. Jochem  24.04  09.05    alessandrogil@gmail.com
 
40 –  Humberto Fadini  24.04  22.05
 
41 –  Sandra Gioia  25.04      16.05  sandragioiarj@gmail.com
 
42 –  Silmar Fortes  25.04      07.05    silmardasaude@bol.com.br
 
43 –      Luciane Bomtempo  25.04    25.04    lucianebomtempo@petropolis.rj.gov.br
 
44 –  idem 25.04      25 04
 
45 – idem 25.04      25.04
 
46 –  idem                   25.04  25 04
 
47 – idem 25.04      25.04
 
48 –  idem 25.04      25.04
 
49 – idem 25.04      25.04
 
50 –  idem 25.04      25.04
 
51 –      idem  25.04      25 04
 
<



 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS