Petrópolis, 24 de Novembro de 2017.
Matérias >> Petrópolis lembra, Petrópolis planeja!
   
  Prefeito diz que resposta do Estado às consequências do temporal é lenta

Data: 08/09/2011

Prefeito diz que resposta do Estado às consequências do temporal é lenta

 

 O prefeito Paulo Mustrangi reconheceu que a resposta do governo do estado às vitimas da tragédia de 12 de janeiro no Vale do Cuiabá está muito devagar, frisando que vem cobrando a realização de obras de infraestrutura e a construção das casas. Foi o que ele afirmou durante reunião da Frente Pró-Petrópolis na manhã de ontem, na sede da Firjan em Petrópolis. “A construção do primeiro lote de casas, cerca de 400, deve começar nas próximas semanas, pois o governo do estado concluiu o processo de licitação”, afirmou o prefeito, lembrando que para Petrópolis estão destinadas 1500 casas.
O prefeito esclareceu que até o momento a Prefeitura recebeu apenas R$ 7 milhões, enviados logo após a vinda da presidente Dilma Rousseff à Região Serrana. “Havia uma promessa de que após a prestação de contas dos sete milhões o governo federal iria liberar mais verba para o município. Fizemos a prestação e até o momento não recebemos mais nada”. 
Segundo o prefeito, por causa disto muitas obras no Vale do Cuiabá e em outras regiões de Petrópolis que tiveram problemas por causa da chuva de dezembro e janeiro foram realizadas com verba da Prefeitura. Ele frisou que hoje a Prefeitura não tem mais dinheiro e depende dos governos estadual e federal. “O pior é que quando a União divulga que está destinando R$ 400 milhões para a Região Serrana, a população cobra e quer saber onde o dinheiro foi e está sendo aplicado. Mas este dinheiro não chegou na Prefeitura, pois quem recebe este dinheiro é o governo do estado”. 
O prefeito Paulo Mustrangi frisou que este trabalho realizado pela Frente Pró-Petrópolis é muito importante, afirmando que quer manter este diálogo com a sociedade e por isso assumiu o compromisso de participar da audiência pública no dia 15 de setembro, às 9h, na UCP. Esta será a quarta audiência convocada pelo bispo de Petrópolis, Dom Filippo Santoro, e deve contar com a presença do vice-governador e secretário de Obras do Estado, Luiz Fernando Pezão. 
A proposta da Frente, de criação de uma comissão no Conselho das Cidades para elaborar um cronograma de trabalho para elaboração do planejamento municipal, o Plano Diretor e um estudo de mobilidade urbana, foi aceita pelo prefeito Paulo Mustrangi. Ele indicou o secretário de Governo, Charles Rossi, e nos próximos dias estará indicando outro secretário para fazer parte da comissão, que contará ainda com representantes do ConCidade, da Câmara Municipal e da sociedade civil.

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 07 de setembro de 2011




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE  
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS