Petrópolis, 24 de Abril de 2019.
Matérias >> Petrópolis lembra, Petrópolis planeja!
   
  Bispo quer cronograma para construção de casas

Data: 30/06/2011

Bispo quer cronograma para construção de casas

 

            O bispo de Petrópolis, Dom Filippo Santoro, se reuniu na manhã de ontem com as entidades que fazem parte do Comitê Gestor do Portal dos Dados Municipais, para preparar a audiência pública que acontece amanhã, às 9h, no salão nobre da UCP. Durante o encontro, ficou acertado que a audiência pública terá três pontos fundamentais: cobrar o cronograma de construção das casas para as vítimas do Vale do Cuiabá, apresentação de um cronograma para atender às famílias nas áreas de risco e o lançamento da Frente Pró-Petrópolis.

            Participaram da reunião Ivan Weinschenk, Luiz Antonio Amaral, ambos da Apea, Lênin Ribeiro (Fampe), Maria Helena Arrochellas (Caall), Professor Alexandre Hugueney (Inmetro), Humberto Fadini (Lions Quitandinha), Bruno do Nascimento (Lions Itaipava) e Philippe Guedon (IPHS). Todos manifestaram preocupação com a demora na solução para as famílias do Vale do Cuiabá e a ausência de respostas concretas às diversas indagações formuladas junto às autoridades que atuam na questão do Cuiabá.

            “O mais importante neste momento é ter uma resposta clara e concreta das autoridades públicas sobre a data de início da construção das casas para atender às vítimas da chuva no Vale do Cuiabá. Esta é uma ação imediata e não podemos ficar apenas nos discursos”, frisou Dom Filippo Santoro.

            O Comitê Gestor entregou ao bispo uma carta  onde manifesta o apoio e a vontade de criar a Frente Pró-Petrópolis, reunindo o maior número de segmentos possíveis da sociedade civil, de modo a permitir a definição de metas e prazos claros e manter um programa de trabalho operacional. A idéia surgiu a partir de experiências como o Fórum Popular e a Câmara de Entidades Petropolitanas.

            Durante o encontro, ficou claro que a sociedade civil não pode aceitar divisões internas derivadas de processos eleitorais, que naturalmente envolvem os poderes públicos. Dom Filippo Santoro disse que o movimento não deve ter interferência política, com todos os seus membros atuando em prol de Petrópolis, de uma reconstrução urbanística e humana da cidade.

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 29 de junho de 2011




 

 

Área do Município: 795.798 km²
População estimada (2013): 297.888 habitantes (95% alfabetizada)
Densidade Demográfica (2013): 371,85 habitantes/km²
PIB (2011): R$ 9.212.328.000,00 (R$ 30.925,47 per capta)
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (2010): 0,745 (13º dentre 92 no RJ)
Fonte: IBGE
DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS