Petrópolis, 18 de Fevereiro de 2020.
Matérias >> Poder Executivo Mun. >> Desenvolvimento Humano
   
  Remoção de barracas preocupa ambulantes

Data: 20/01/2010

Remoção de barracas preocupa ambulantes

 

 

            Vendedores ambulantes estão preocupados com a decisão da Justiça que determinou a retirada de barracas, quiosques e similares instalados com a autorização da Prefeitura sem a aprovação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em praças tombadas e áreas de entorno de bens tombados. A decisão representa para dezenas de ambulantes o risco de perder a fonte de renda das famílias, que em alguns casos sobrevivem apenas da venda de produtos.

            O presidente da associação dos ambulantes lembra que há mais de 10 anos foi divulgado um projeto para implantar um mercado popular em um terreno que pertence ao INSS, na Rua do Imperador, próximo a uma agência da Caixa Econômica Federal.

            A decisão que determina a retirada das barracas é assinada pelo juiz da 1ª Vara Federal, Marcelo Bretãs, e atinge não só os ambulantes instalados na Rua Epitácio Pessoa, mas todas as barracas, quiosques e similares instalados sem a autorização do Iphan em praças públicas da cidade e áreas de entorno de bens tombados. O município chegou a recorrer da sentença, mas perdeu em segunda instância.

 

 

Fonte: Tribuna de Petrópolis, 19 de janeiro de 2010.




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS