Petrópolis, 23 de Fevereiro de 2020.
Matérias >> Conselhos Municipais >> COMCIDADE
   
  Composição do CT6-Infraestrutura e Mobilidade Urbana

Data: 13/04/2011

Composição do CT6-Infraestrutura e Mobilidade Urbana

 
 
 
Já temos uma formação preliminar do CT- 6, graças à adesão dos seguintes membros-voluntários:
  1. Antonio Pastori, Coordenador -COMTRAN e CONCIDADE
  2. Alexandre E de Lima - CPTRANS e COMUTRAN
  3. Carlos Eduardo Pereira - GAPA-MA e COMCIDADE
  4. José Hugo de Souza - COMUTRAN
  5. Gabriel Weinen - COMUTRAN
  6. Sergio Mattos - CODEMA e COMCIDADE
SUPLENTES
  • Marcia Kraus- CPTRANS e COMUTRAN
  • Jonny Klemperer - possibilidade,(a confirmar em Maio)
  • 1) Reuniões ordinárias serão na CPTRANS, sempre no mesmo dia do COMUTRAN, - na segunda terça-feira de cada mês, começando uma hora antes (18 HORAS)
  • 2) Para a próxima reunião do COMCIDADE, em 02 de maio, o CT-6, de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, oferece aos Conselheiros a seguinte sugestão de pauta (sujeita à modificação):
  1. Expresso Imperial - breve relato sobre estágio da reativação do trem: Onde chegamos? Por que não avançamos? O que o COMCIDADE pode fazer?
  2. COMCER: estamos aguardando retorno para agendar visita à diretoria para obter detalhes quanto ao projeto de duplicação da pista na Serra e outras questões a serem esclarecidas, por exemplo, invocar a implementação de certas medidas constantes na carta de Parceria firmada entre o Município e a CONCER em 2001, para tornar a "rodovia inteligente", com destaque para implantação de telefones emergenciais em zonas "mortas", circuito interno de TV para monitorar certos pontos na BR, sensores de neblina e outras. 
  3. Em Relação a Administração Municipal como um todo, levaremos ao Conselho as seguintes questões:
  •  Quem está gerenciando e fiscalizando a arrecadação dos recursos do ISS do pedágio, pagos pela CONCER? Quanto é arrecadado ao mês? Qual o destino que esses recursos devem ser aplicados?
  • Licitação de ônibus: Por que está demorando? 
  • Alguns membros do COMUTRAN manifestaram interesse em participar/acompanhar o certame licitatório.
  • Conflito de interesses: Muitas melhorias no trânsito em Petrópolis não conseguem ser implementadas devido à ações restritivas do IPHAN. Não somos a favor da destruição e nem da descaracterização, mas tem de haver alguma tolerância. Acreditamos que o COMCIDADE deve participar da busca da solução convocando partes para uma discussão aberta: IPHAN, CPTRANS e Ministério Público.
 
Sugestões são bem-vindas.



 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS