Petrópolis, 26 de Fevereiro de 2020.
Matérias >> Atividades Econômicas >> Serviços
   
  Perguntas sobre o Cartão Imperial causam polêmica

Data: 08/03/2012

  O primeiro secretário da Câmara, vereador Wagner Silva (PPS), manifestou ontem sua indignação com a resposta recebida da Prefeitura a um dos três requerimentos sobre o Cartão Imperial. “Não perguntei nada sobre falsificação e numa das respostas dizem que estão questionando isto. Queria apenas informações técnicas, mas agora, por causa da resposta, começo a desconfiar que há algo errado”, comentou o vereador Wagner. 
Para o vereador Osvaldo do Vale (PSB), o Cartão Imperial está sendo usado politicamente, assim como o Bolsa Família do Governo Federal. Para Vadinho, o cartão é importante para as pessoas que precisam, mas na sua opinião “o prefeito deveria estar preocupado em gerar emprego e não em dar cartão imperial”. De acordo com o vereador Vadinho, a Prefeitura gasta por mês R$ 504 mil com 7200 cartões Imperial. 
Na semana passada, o vereador Thiago Damaceno (PP) denunciou que recebeu uma carta da Prefeitura informando que ele deveria comparecer no dia 2 de fevereiro para receber o Cartão Imperial. “Naquele momento, mesmo desconfiando, chegamos à conclusão de que foi um erro do cerimonial da Prefeitura, mas agora começo a desconfiar que pode não ter sido apenas um erro de envio da carta e vou assinar com o vereador Wagner qualquer requerimento de informação sobre o Cartão Imperial”. 
O vereador Wagner Silva disse que a quantidade de pessoas beneficiadas pelo Cartão Imperial apresenta um dado alarmante: a quantidade de pessoas desempregadas e que estão vivendo somente deste tipo de ajuda fornecida pelo poder público. Para o primeiro secretário da Câmara, o governo municipal, assim como o estadual e União, deveria criar programas para atrair novas empresas para Petrópolis para gerar emprego.

 

FONTE: Tribuna de Petrópolis




 

 

DADOS MUNICIPAIS EQUIPEWEB DADOS MUNICIPAIS DADOS MUNICIPAIS